Destaques do ano - 2020

E mais uma vez trago para meus amigos e seguidores os destaques do ano das minhas leituras. Esse ano foi atípico, li pouco, mas cada leitura me deixou uma lembrança boa, um momento e se destacou de alguma maneira. Os destaques do ano vão aparecendo de acordo com essas leituras e se encaixando de maneira única. Espero que gostem e se deliciem com mais dicas de livros incríveis que passaram por minhas mãos em 2020. 


* Melhor drama estrangeiro: Vem Comigo – Karma Brown. 
Esse livro foi lido em dezembro de 2019, mas como já havia feito o post de destaques do ano ele não entrou, então como foi lido quase na entrada de 2020 considero o melhor drama do ano.


* Melhor drama nacional: Dois Mundos em um mesmo chão – Bruna Logobucco.
Eu amei a maneira que a autora desenrola a trama, me deliciei com as histórias paralelas que vão se desenvolvendo junto ao mote principal, gostei de cada personagem que transita na história, e claro, amei o final, bem no estilo “Bruna Longobucco”, ou seja, bem característico de suas histórias, que diga-se de passagem, eu amo de paixão. O drama certo para a leitora perfeita, rsrsr.


* Melhor Romance: Em Seus Braços - Bibi Santos.
Bibi Santos tem o dom da escrita fluida e marcante. Seus personagens são tão reais que parece que vivem ali, na casa da esquina. Gosto da maneira que ela envolve os personagens, coloca o suspense na medida certa e não fica enrolando até o final para desvendar os mistérios, o que torna a leitura bem mais interessante. Tem sempre um fato novo, um personagem precisando de um ombro amigo, de um conselho, o que deixa a história com um toque bem familiar. Por isso e muito mais o livro merece o título de melhor romance.


* Melhor Romance de Época: Sob o Véu do Tempo - Anna Belfrage.
Não é bem Romance de Época mais tem viagem no tempo o que o torna uma história incrível.Eu o li como RE e recomendo assim.


* Livro mais esperado do ano: Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven.
Esperava ansiosa depois de assistir ao filme ler esse livro. Ele conseguiu me emocionar, me arrancou lágrimas e mereceu toda a espera. Eu cheguei a nomeá-lo como melhor leitura do ano. 


* Melhor série: Trilogia Bevelstoke - Julia Quinn e Série Colisão – Kristina Beck.
Duas séries quase nada a ver, mas ambas com uma lição e um motivo de ser. A Trilogia da Julia Quinn era um sonho de consumo, sabia que iria gostar dos livros e ansiava pelas belas e singelas capas. Já a Série Colisão me trouxe personagens quebrados, que foi um imenso prazer emendar os caquinhos e descobrir belas histórias.


* Livro surpresa do ano: A Pequena Livraria dos Sonhos – Jenny Colgan.
Sabe aquelas histórias com um fundo tão singelo que toca profundamente o leitor?! Então temos a pequena livraria, dentro de uma van estacionada numa praça, aberta a todos os tipos de fregueses e com um livro certo para cada pessoa. Lindo de viver!


* Livro mais gracinha: Quase Noiva - Nancy Warren.
Uma história meio conto de fadas, com direito a maldição de vestido e tudo o mais. Uma mocinha disposta a encarar uma vida sem o tão sonhado casamento e um mocinho apaixonado em busca do sonhado felizes para sempre. Junte isso com uma escrita leve, fluida e sem enrolação e teremos Quase Noiva, uma história de amor super fofa e rapidinha de ler.


* Casal inesquecível: Miranda Cheever e Nigel Bevelstoke, de História de um grande amor – Julia Quinn.
Amo esse casal e o amor que nasce no coração de uma criança e consegue sobreviver aos anos e desabrochar na hora certa. Meu casal! (Risos)


* Melhor Vilão: Gabriela, do livro Em Seu Lugar – Bárbara P. Nunes.
Pior do que um inimigo velado é um irmão invejoso, ambicioso, manipulador e falso. Pior ainda é quando a nossa mocinha ama e não acredita na vilania da irmã. Ótima história.


* Melhor pano de fundo: Contagem Regressiva – Marcos Bulzara.
Nada melhor do que uma história futurista, que abrange viagens à Marte e um país em guerra. O autor soube escrever com maestria e nos conduz numa história que apesar de atual poderia  ser verdadeira.


* Livros com tema polêmico: Na corda bamba - Kiley Reid.
Nem foi um tema tão polêmico assim, mas trouxe uma boa reflexão sobre diferenças sociais, discriminação por racismo entre outros fatos que aparecem na história.


* Melhor Editora do ano: Esse ano empatou entre Editora Arqueiro e Cherish Books BR, ambas me trouxeram histórias inesquecíveis e muitas emoções.


Então é isso, espero que tenham gostado. Eu amei fazer o post! 
E vocês, amigos e seguidores do blog, digam para mim quais foram os destaques do ano na opinião de vocês. Deixe aí nos comentários, irei adora conhecê-los.

11 comentários

  1. Vem Comigo eu acabei comprando faz um tempinho logo após sua resenha aqui no blog e está entre os melhores livros nesse ano sim. Eu me vi totalmente de boca aberta no final, por não ter imaginado por nenhum segundo o que viria.
    Obrigada por isso!!!
    Eu não li muitos romances nesse ano, digo assim, romances de época e afins.
    Foi um ano muito incomum e consegui entrar no universo das Graphic's e também dos livros mais pesados.
    Vou tentar deixar 5 destaques que mexeram comigo durante este ano!
    O Labirinto do Fauno/ Um Lugar Bem Longe Daqui/ Vilão/ Eleanor e Grey e O Príncipe e a Costureira!!!

    Beijo e oh, um Natal lindo e feliz a você e aos seus!!!

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Angela, uma das melhores coisas que aconteceram comigo esse ano foi saber que minhas dicas empolgaram, agradaram e emocionaram vocês, meus comentaristas, que já considero amigos.
      Amei suas dicas, O Labirinto do Fauno eu vi o filme, e acredite, nunca esperei algo tão forte, fico imaginando o livro como deve ser bem mais intenso.
      Obrigada pela companhia o ano inteiro, espero ter correspondido às suas expectativas.
      Bjs e feliz Natal atrasado.

      Excluir
  2. Ola Leninha
    E ja estamos fazendo o balanço literario do ano .Um ano dificil em que um inimigo invisivel e perigoso fez muitos planos, projetos, sonhos irem por agua abaixo.um simples abraço ,um aperto de máo teve que ser deixado para depois.
    Quanto as leituras esse ano eu decidi ler meus livros de banca que estavam empacados aqui em casa e foi muito bom .Li bastante romances bons descobri otimas autoras ,me distrai bastante e é isso que importa para mim nesse momento dificil.Estou procurando ler coisas leves.
    Peguei algumas dicas de leitura da sua lista de destaque do ano
    Beijo e um Feliz Natal com muita Luz Paz e Esperança

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ano difícil e muito triste, que 2021 seja um ano de esperanças e finalmente a cura.
      Obrigada por sua presença aqui no blog, seus comenta´rios fizeram a diferença.
      Beijo e feliz Natal atrasado.

      Excluir
  3. Feliz natal a você e sua família! 🙏🏻
    Li bastante romance esse ano, principalmente nacionais no kindle unlimited.
    Mas um livro que me marcou foi Daisy Jones And The, nele narra a trajetória de uma banda que fez sucesso nos anos 70, desde a sua formação até o rompimento do grupo, o livro é narrado através de entrevista com os integrantes da banca, o que deixa muito fluído.
    Os personagens são muito reais,as vezes eu os amava e outras não concordava com suas atitudes. O ambiente musical é muito envolvente, cada vez que eles cantavam ou compunham as músicas eu ia no final livro para ver a letra completa ( nas últimas páginas tem todas as músicas do álbum Aurora).
    O livro têm romance, dramas, muita músicas e drogas, teve momentos que eu queria ajudar alguns personagens por vê-los chegar ao extremo.
    É uma leitura muito envolvente, me despertou muitos sentimentos, se você não conhece, deixo minha recomendação ♥️.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da dica do livro Daisy Jones And The, adoro histórias no estilo biografia, ainda mais quando envolve musica, bandas e cantores famosos.
      Vou pesquisar e se conseguir lerei com todo o prazer.
      Bjs

      Excluir
    2. Ah, quase esqueci... Feliz Natal atrasado.

      Excluir
  4. Ai Leninha!
    Que tarefa difícil...
    Adorei a forma como separou seus escolhidos. Será que posso pegar sua ideia? Fui lendo e pensando em uma forma de fazer esse tipo de triagem. Se me permitir, acgradeço.
    Consegui manter meu ritmo de leitura dos anos anteriores, mas meu problema é a memória... Li bons livros no início do ano, porém não lembro os títulos e autores, terei de fazer uma busca no caderno... Ficarei devendo os melhores para você.
    Desejo um super FELIZ NATAL!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui você pode quase tudo, Rudy. rsrsr
      Pode pegar a ideia, aprimorar, expandir e o que mais desejar. Só não esquece de me mandar o link para eu conferir e comentar.
      Feliz Natal atrasado, votos de muita saúde.
      Bjs

      Excluir
  5. Olá! Eita em quem diria que 2020 já vai se despedindo de nós, mas para ser sincera, eu bem que estou animada (risos). O ano que prometia tantas coisas positivas... ai ai, confesso que li menos do que eu gostaria, mas aproveitei esse 2020 tão diferentão para fazer algumas leituras que há tempos me esperavam e graças aos Deuses da lista de livros atrasados e encalhados, até que me sai bem. Para mim, é sempre complicado elencar os melhores, mas vamos lá:
    Melhor drama estrangeiro: Eleanor e Grey, amei esse livro, a escrita da autora é maravilhosa e eu chorei horrores, até soluçar.
    Melhor drama nacional: Recomeços da Nana Pauvolih, confesso que não estava preparada para tantas lágrimas (risos).
    Melhor Romance: Como Salvar Um Herói da Suzanne Enoch, tinha tido algumas experiências não muito agradáveis com a escrita da autora, então, para mim, foi muito bacana me encantar com essa história.
    Melhor Romance de Época: Pelo Amor de Cassandra da Lisa Kleypas, Cassandra e Tom perfeitos! #semmais
    Livro mais esperado do ano: Pelo Amor de Cassandra, estava ansiosa para conhecer a história dessa outra gêmea, e a Lisa não me decepcionou.
    Melhor série: Crônicas de amor e ódio, demorei em ler essa trilogia, mas esse ano, finalmente ela desencalhou da minha lista, e adorei, enredos cheios de ação, suspense, drama e romance.
    Livro surpresa do ano: Um conto de duas cidades, taí um livro que me encantou esse ano, me propus a finalmente conhecer a escrita do autor e não me arrependi, apesar de um começo mais lento, a leitura em si foi maravilhosa e a história inesquecível.
    Livro mais gracinha: Anne de Green Gables, outro dos que estavam há séculos na minha estante e me deixaram com aquele sorriso bobo ao final da leitura, a Anne é simplesmente maravilhosa (e faladeira) é impossível não se apaixonar por ela.
    Casal inesquecível: Jane Eyre e o sr. Rochester, meus novos queridinhos!
    Melhor Vilão: serve 2020?!
    Melhor pano de fundo: Árvore dos desejos, história que têm muito a nos ensinar de uma maneira muito fofa, todos aqueles bichinhos e uma árvore tão sábios deixaram a leitura ainda melhor.
    Livros com tema polêmico: A troca, que deu o que falar hein!
    Melhor Editora do ano: Para mim a Arqueiro continua sendo a melhor editora ever!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei seu comentários, Elizete, principalmente do seu vilão do ano, rsrsrsr
      Acredito que ele foi de muita gente, rsrsrs
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!