Sob o Véu do Tempo - Anna Belfrage

Para quem gosta de histórias com o mote sobre viagem no tempo, Sob o Véu do Tempo é um prato cheio e bem saboroso sobre o assunto. Ele é o primeiro volume da série The Graham, e consegue viajar entre o passado e o presente com muita clareza, sem deixar o leitor confuso, muito pelo contrário, essa transição é bastante esclarecedora e vai abrindo os olhos do leitor para cada acontecimento que levou nossa mocinha a viajar no tempo e encontrar o lindo, tudo de bom e gostoso Matthew.

A história gira em torno de Alex Lind e seu desaparecimento no ano de 2002. Em sua viagem ela volta para 1658 onde se depara com Matthew, um fugitivo que escapou da prisão e está voltando para seu lar, o lugar onde ele foi traído por seu irmão e sua esposa. Ambos tem um caminho a seguir, enquanto Mattew está voltando para casa para reaver o que é seu de direito, Alex tenta entender o que aconteceu e à sua maneira tenta buscar uma forma de voltar para seu tempo, o lugar onde deixou sua vida, sua família.

Você, caro leitor, já deve imaginar que essa aventura será incrível. Toda a narrativa nos joga num universo de mistérios, de conflitos e de um turbilhão de sentimentos que serão vivenciados por nossos protagonistas e outros personagens que estão na trama e que são partes essenciais da história.

Por ser uma série, algumas pontas ficam meio que soltas na história, porém apesar disso, tudo nos leva a crer que muitas coisas ainda irão acontecer nos próximos livros da série, o que dá uma vontade enorme de ler para descobrir logo. Ligando o modo on de ansiedade.

Anna Belfrage tem uma escrita bastante peculiar, sempre direta e objetiva, o que deixa a leitura bem envolvente. Eu, particularmente me senti viajando no tempo com Alex, e me imaginei assim como ela privada de coisas básicas dos dias atuais, como por exemplo; escova de dente, um pente, sem falar claro, do meu celular. Nem gosto de pensar uma viagem tão grande assim no tempo, o máximo para onde eu aceitaria voltar seria para os anos 1980, bons tempos. (Risos)

Super recomendo a leitura!

Em um dia abafado de agosto de 2002, Alex Lind desaparece sem deixar vestígios. Em um dia igualmente sufocante de agosto de 1658, Matthew Graham a encontra em um pântano deserto escocês. A vida nunca mais será a mesma para Alex ou para Matthew.
Devido a uma série de ocorrências extraordinárias, Alexandra Lind é lançada três séculos de volta no tempo. Ela surge aos pés de Matthew Graham, um condenado fugitivo.
Arrancada de uma vida de conforto e modernidade, Alex lida com essa nova existência, que se torna ainda mais complicada no momento em que percebe que alguém de seu tempo a acompanhou até ali e que suas intenções não são boas.
A compensação para essa mudança brutal em seu destino vem na forma de Matthew, um homem que ela nunca deveria ter conhecido, tendo nascido três séculos depois dele. Mas, apesar de tudo, Matthew rapidamente a coloca sob sua proteção. Ele tem seus próprios fardos, e há algo em seu passado que poderá levá-lo morte. Às vezes Alex acha tudo excessivamente excitante, mas, em outras, deseja retornar à vida estruturada que costumava ter.
Como ela vai voltar? E mais importante, ela quer voltar?

11 comentários:

  1. Olá! Assim que me deparei com esse livro, sabia que eu precisava ler, tanto que até desafiei no meio de tanta coisa para estudar e fazer a começar a leitura (risos). Ainda estou bem no comecinho, mas já estou amando e é claro bem curiosa para descobrir como é que nossa protagonista vai conseguir resolver toda essa situação, Matthew já se tornou um dos meus queridinhos, ainda mais depois de saber os infortúnios pelos quais ele passou. Quanto a arriscar uma viagem pelo tempo, eu até que toparia ir um pouco mais longe que os anos 80 (risos).

    ResponderExcluir
  2. Anos 80! rs eu também queria poder voltar para lá! Mas um cadim mais longe também não iria ser de todo ruim não.rs
    Me lembrou Outlander, estou enganada? Isso de voltar ao passado, do amor lá, tipo que esperando.
    Gostei de saber da maneira fluida com que a autora desenhou este primeiro livro e sim, deve ter deixado pontinhas a serem consertadas no próximo livro!!!
    Eu ainda não vi a série inteira, mas preciso fazer isso o quanto antes!
    O amor pode tudo. Será??
    Já vai para a listinha de mais desejados com certeza.
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
  3. Hehe, eu também iria no máximo para os anos 80, se bem que em se comparando com os dias de hoje, olha que os anos 80 eram beeem atrasados né, rsrs. Este livro está me lembrando outro com o título e premissa bem parecidos, o Véu do Tempo, da editora Jangada, ele lembra muito. Eu adoro histórias com viagem no tempo, é o tipo de livro que me prende do início ao fim, pena ser uma série, isso já não me agrada muito 🤔.

    Beijo amiga 😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voltar para os anos 80 seria só para matar as saudades, também não ficaria muito tempo por lá não, rsrsrs
      Eu tenho esse livro que você citou, só ainda não li. Preciso até para ver se lembra mesmo.
      É série, mas acho que vale a pena ler sim.
      Beijos!

      Excluir
  4. Leninha!
    Adorei esse livro.
    Tudo que se relaciona ao medieval e a viagem no tempo, sempre chama minha atenção, sem contar que ainda fiquei intrigada com toda essa perseguição do passado/futuro. Quero poder conferir.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. ola
    anos 80... se tivesse um tunel do tempo queria dar uma chegadinha lá
    quanto ao romance e como voce disse no inicio É para quem curte esse genero e eu nao me incluo nessa
    Li um livro com essa tematica e nao gostei muito
    mas náo e uma leitura que eu descarte definitivamente ate porque voce falou táo bem desse Matthew que fiquei curiosa
    lindo tudo de bom e gostoso sáo adjetivos beeem atraentes rsrs
    voce deve ter se deliciado com o romance
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que os anos 80 é um lugar no tempo e espaço que muitos gostariam de ter vivido, felizmente eu saboreei cada ano que passei por lá.
      Conheça o Matthew, você não vai se arrepender.
      Bjs

      Excluir
  6. Já quero o Matthew na minha vida e apesar de não ser tão fã de livros com Viagem no Tempo como a série Outlander eu vou tentar dar uma chance esse livro porque a sinopse me conquistou de uma forma que muitos romances de época não conseguem

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos