História de um grande amor – Julia Quinn

Só para constar, essa não é a primeira vez que leio História de um grande amor, da diva maravilhosa, Julia Quinn. E, não acho justo não começar essa resenha fazendo um pequeno comparativo entre minhas duas experiências de leitura.

A primeira leitura fiz com o exemplar de banca publicado pela já extinta Editora Nova Cultural, e infelizmente uma edição cheia de cortes, de cenas mutiladas e uma revisão bem mediana, para não dizer ruim. Porém, mesmo com tudo isso que citei a história me encantou e me fez desejar uma leitura futura, de uma edição caprichada e sem cortes, e é assim que agora realizo meu sonho em ler a edição publicada pela Editora Arqueiro.

É notável o cuidado da editora para trazer a seu leitor todo o encanto para o qual a história nos remete, com uma revisão bela e delicada, e claro, as revisoras capricharam na emoção — certeza que elas são fãs de romances de época.  Mas, levado em conta o dom que nossa querida Julia Quinn tem para nos encantar com seus livros, vamos ser justos e render todos os elogios a ela.

Agora falando um pouco sobre a história, queria deixar apenas minha opinião singela do que se esperar ao adentrar nas páginas desse livro.

Temos aqui a história de Turner e Miranda e de um amor que começou na infância de nossa mocinha. Ainda na flor de sua juventude, Miranda se apaixonou não só pelo homem que Turner era, com sua risada sincera, seus belos olhos e seu jeito descontraído, mas também por ver que ele conseguia enxergá-la como ela era, além da simplicidade de sua figura, ele a via por sua personalidade, pelo que ela era por dentro. 

Anos se passam e Turner já não é mais o mesmo, sua feição taciturna, seu olhar frio e sorriso sarcástico provêm de um casamento fracassado que deixou marcas profundas em nosso mocinho.

Com certeza temos aqui, como o título mesmo diz, a história de um grande amor, que nasce na inocência de um olhar infantil e cria raízes na vida adulta. É notável o crescimento do amor advindo de uma amizade sincera, de um regar suave de afeto e de conversas espirituosas e inteligentes. Turner e Miranda é o típico casal que tornam os romances de época inesquecíveis.

Não tem como não se envolver, se apaixonar, se emocionar com a trajetória de amor e amizade que todo o enredo desse livro traz. E para quem não sabe esse é só o inicio de tudo, ainda teremos mais duas histórias onde iremos rever nossos mocinhos, e ainda conhecer mais sobre essa família inusitada e encantadoramente apaixonante. E que venham mais Bevelstoke’s para nosso deleite.

Super recomendo a leitura!

Aos 10 anos, Miranda Cheever já dava sinais claros de que não seria nenhuma bela dama. E já nessa idade, aprendeu a aceitar o destino de solteirona que a sociedade lhe reservava.
Até que, numa tarde qualquer, Nigel Bevelstoke, o belo e atraente visconde de Turner, beijou solenemente sua mãozinha e lhe prometeu que, quando ela crescesse, seria tão bonita quanto já era inteligente. Nesse momento, Miranda não só se apaixonou, como teve certeza de que amaria aquele homem para sempre.
Os anos que se seguiram foram implacáveis com Nigel e generosos com Miranda. Ela se tornou a mulher linda e interessante que o visconde previu naquela tarde memorável, enquanto ele virou um homem solitário e amargo, como consequência de um acontecimento devastador.
Mas Miranda nunca esqueceu a verdade que anotou em seu diário tantos anos antes. E agora ela fará de tudo para salvar Nigel da pessoa que ele se tornou e impedir que seu grande amor lhe escape por entre os dedos.

6 comentários:

  1. Olá! Ahhh mais um livro que sem dúvida vai entrar para os meus favoritos, e em se tratando de Julia Quinn tenho certeza que vou amar, afinal não tem como ser diferente! Estou muito empolgada com essas novas histórias dela e já quero saber mais sobre a Miranda (adorei que a moça tem foco hein). Risadas e muitos suspiros garantidos, ai ai meu coração já quero, preciso, necessito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julia Quinn não era nunca, pode até titubear, mas errar jamais.
      Leia e se apaixone.
      Bjs

      Excluir
  2. Gente, onde eu vivia que não fazia ideia de que esse livro já tinha sido um romance de banca??
    Juro que me surpreendi com essa informação. Aliás, é uma série né? Acho que uma trilogia..rs(ou estou maluca)
    Julia é fenomenal desde o início de sua carreira com a autora e se é consagrada hoje, é por conta de romances assim. Ao mesmo tempo, leves e descontraídos, mas também com situações reais.
    Ele está na minha lista de desejados e tenho esperança de ler em breve!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério que você não sabia que o livro já tinha sido publicado em formato de banca?! Poxa, nem é nova essa informação, mas realmente nem todo mundo sabe.Eu tenho ele aqui, depois te mostro a capa, ok?!
      Com certeza você vai amar a leitura.
      Bjs

      Excluir
  3. Que lindo livro amiga ☺️ Um romance inocente e puro, nascendo da forma mais singela. Normalmente vemos mocinhos e mocinhas brigando e se engalfinhando até admitirem que se amam e decidirem ficar juntos. Adoro Júlia Quinn ❣️❣️❣️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem assim mesmo, Van. Julia Quinn não erra no quesito lindas histórias que nascem de uma amizade.
      Como eu sei que você vai ler, depois me conta oq eu achou.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos