Destaques do ano – 2019, por Ronaldo

Oiê, pessoal! Como vocês estão nesse finalzinho de ano? Por aqui, eu tô refletindo sobre as leituras que fiz. Foi um ano meio lento, li menos do que costumo ler, mas deu tudo certo. Algumas leituras foram incríveis, outras nem tanto, algumas me fizeram rir, outras chorar, enfim, todas foram importantes e fundamentais para tornar meu ano melhor.
Não gosto de ficar classificando livros como melhores ou piores porque acho que isso vai muito de como e quando você lê, o quão aberto está para aquela narrativa. MAAAAAS tem sempre aquelas leituras que acabam marcando mais, né? Pois aqui estão as minhas cinco.


Foi meu primeiro contato com Margaret Atwood e vocês sabem bem o hype que tava, né? Fui com todas as expectativas do mundo e... o livro está acima de qualquer expectativa que você cria – pelo menos foi essa minha experiência. Ele tem uma estória muito forte, uma narrativa idem e a voz autoral de Atwood é inconfundível.


A prosa poética de Jason Reynolds foi, sem dúvidas, uma das melhores descobertas do ano. Também estava doido para ler o livro porque gosto tanto do gênero quanto da proposta. Através de um cenário que caminha pelo lirismo, com uma estória de violência – ou no rompimento do ciclo de violência – o autor desenha uma narrativa que se passa em apenas alguns segundos. Página a página o enredo vai ganhando proporções inimagináveis e o leitor, a todo momento é testado a estar com o protagonista.


Aline Bei também foi uma grata surpresa de 2019. Também com uma proposta de narrar uma estória através da poesia, o “romance de formação” acompanha a vida de uma mulher e todas as suas perdas, do nascimento à morte. É uma narrativa tristíssima e muito tocante, que você consegue ler rapidinho, mas que fica ressoando por muito tempo. Com um tom melancólico, o livro consegue envolver o leitor de diferentes formas e é impossível larga-lo até que acabe.


Clube da luta dispensa qualquer apresentação, é um clássico, venerado pela cultura pop e adorado, aclamado, etc. etc. etc. Parece que dá preguiça de pegar um livro tão cultuado, mas NÃO. Foi meu primeiro contato com o autor e foi bom ser surpreendido pela falta de expectativa – sim, surpreendentemente eu não criei qualquer expectativa para a leitura. Fui com a cara e a coragem e QUE LEITURA! Escrevi um pouco sobre ele aqui no Sempre Romântica, se vocês lerem vão entender o que eu tô querendo dizer...


Vocês achavam que eu terminaria esta lista sem incluir minha autora queridinha? Pois acharam errado. Esse ano li dois livros da Hoover, mas esse foi o que verdadeiramente me marcou. Seguindo a mesma linha dos seus romances anteriores, a autora consegue – no.va.men.te! – conquistar o coração do leitor, fazer seus personagens sofrerem para (será?) conseguirem uma redenção no final. Também falei sobre ele por aqui – e por todos os lugares por onde andei. Ela não me fez chorar nesse, mas em compensação...


Eu tô doidinho pra saber quais foram as melhores leituras de vocês, contem aí nos comentários e que venha 2020 com ótimas leituras e encontros semanais por aqui!


3 comentários:

  1. Uau!!!Fiquei aqui imaginando como deve ter sido difícil escolher somente 05 leituras incríveis durante o ano todo!
    Fico aqui olhando para minha estante e pensando se conseguiria..rs
    Dos que você citou, só li As Mil Partes do Meu Coração e como tenho uma relação de amor e birra com Colleen, este livro está entre os melhores realmente!
    Doce, leve, com um bom humor e emoção na medida certa!
    Morro de vontade ler O Conto da Aia(meu exemplar logo chega) e Daqui Para Baixo, que foi elogiado demais neste ano que quase termina!
    01- O Menino Que Sobreviveu(este livro mexeu demais comigo)
    02- O Colecionador(sombrio)
    03- Cujo do Mestre King!!!(todos não consideram o melhor, eu amei)
    04- Deixada Para Trás(suspense daqueles)
    05- A Diva e o Bruto(literatura nacional de primeira grandeza)
    Mas sei que se olhar a estante mais um pouco, acho mais uns 40 favoritos..rs
    Beijo e oh, desde já, Feliz Novo Ano a você e aos seus!!!!

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Olá! Engraçado que esse ano também li bem menos do que eu gostaria, mas até que agora na reta final estou conseguindo tirar o atraso, só essa semana li 2 livros e logo logo começo o terceiro (quando me decidi qual)! Eu amei ler Tiger Lily, Teto para dois, Um amor conveniente, Uma herdeira apaixonada, Seu lado ruim e tantos outros! Espero em 2020 poder superar a meta (risos)!

    ResponderExcluir
  3. Ronaldo!
    Li muitos livros bons esse ano e ainda não escolhi os melhores, mas assim que fizer o levantamento, volto para dizer.
    Da sua lista li apenas As mil partes do meu coração e gostei, mas não está na lista dos melhores... achei que poderia ser melhor, mas foi muito bom.
    Espero que tenha mais e mais leituras em 2020.
    Um novo ano carregado de esperança e amor no coração!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos