Ao meu redor - Elysanna Louzada

Essa é minha primeira experiência lendo um romance da autora Elysanna Louzada e me impressionei com o que li. Conheço a autora de longa data, e pelas recomendações de amigas dizendo que ela é um talento nato, que suas histórias tocam o coração de quem lê e tudo mais já era de se esperar que eu me encantasse por esse belo romance de época.

Temos aqui uma história que já pega pela capa — diferente dos romances de época que temos por aí — que valoriza o olhar da mulher dos anos 1920. E ao adentrar na trama podemos ver que teremos muitas e fortes emoções, já que logo de inicio conhecemos Maria Antônia nos seus 15 anos, com toda a inocência e fragilidade de uma menina que nunca sentiu amor por parte de sua tia que a cria desde a morte da mãe. Por essa falta de amor Maria Antônia se deixa levar pela emoção de ter um homem que lhe dá atenção, que estende a mão e mostra que ela pode ser feliz longe daquele lugar, e na sua inocência de menina ela acaba caindo nas garras de um homem que mais parecia um demônio.

Apesar dos temas fortes como abuso sexual, tráfico humano e violência, que são os fios condutores de toda a trama, a autora consegue passar para o leitor a leveza de sua personagem principal, que mesmo tendo passado pelos piores abusos consegue amar, estender a mão a quem necessita e valorizar a amizade.

A maneira como a autora conduz a história impressiona, por sua escrita fluida e direta, que apesar de tema tratado em nenhum momento perde o ritmo ou a leveza. Elysanna Louzada conseguiu me pegar pela mão e me conduzir a uma época onde a mulher é oprimida, onde a sociedade elitista dita as regras, e o preconceito deixou suas marcas, mesmo assim me fez imaginar os cenários, as belas roupas, e  a necessidade da mulher em ocupar um lugar ao sol, mesmo que para isso precisasse ir contra tudo e todos, isso tudo sem perder a delicadeza da história.

Não foi difícil me colocar no lugar de Maria Antônia e sentir na pele seus traumas, até porque a autora vai desenrolando a trama com calma, aos poucos e mostrando o lado oculto da mulher que aparenta ser inalcançável, inabalável, mas que por debaixo das roupas esconde marcas profundas, não só na pele como também na alma.

Como foi dito na capa do livro “Você vai se apaixonar por este romance de época”, posso afirmar que é assim que estou, não só apaixonada mas também impressionada com o tamanho talento de mais uma autora nacional que entra no rol das minhas preferidas. 

Super recomendo a leitura de Ao meu redor, com a certeza de que quem o ler terá boas questões para pensar e repensar. Palmas para mais esse talento nacional.

São Paulo, 1923.
Depois de passar anos escondida na Europa, Maria Antônia regressa ao Brasil para atender ao pedido desesperado de sua melhor amiga, Sophia. A partir desse momento, a vida que ela criou em Paris começa a desmoronar. Ao chegar a São Paulo, ela começa a reviver seu passado e os piores momentos de sua vida, onde ela e Sophia foram mantidas em cativeiro por anos. As marcas e as cicatrizes do passado que ela esconde por trás dos vestidos e saias longas, estão mais vivas do que nunca.
Dessa vez, porém, ela terá que encarar um contexto totalmente diferente: uma paixão inesperada e, ao mesmo tempo, o reencontro com o seu carrasco.

12 comentários:

  1. Quando leio uma resenha assim, de um livro nacional, o coração fica tão feliz! Valorizo demais tudo isso e acho super importante que se tenha essa divulgação.
    Ainda não conheço o trabalho da autora, mas realmente o nome dela é figurinha fácil nos blogs literários e pelo que li acima, esta é uma história que eu vou adorar!
    Amo um bom drama, assuntos pesados e mesmo assim, há realmente um sentimento que foi descrito até na resenha.
    É sobre recomeçar depois que se acha ou se vive todo tipo de coisa ruim.
    Uma lição!
    Vai para a lista de desejados!
    Beijo

    Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Angela, que bom que você está curtindo os nacionais que posto aqui no blog, ultimamente é o que mais tenho lido. Nossos autores tem um talento incrível e apesar da falta de espaço no meio literário eles não desistem, e graças a Deus por isso.
      Beijokas, aguarde mais nacionais por aqui.

      Excluir
  2. Nossa, me sinto tão encantada de ler uma resenha tão linda de um dos livros que amo. Pra mim é um presente. Bjs da sua fã

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Elis, que bom que você gostou da minha resenha. Esse livro é maravilhoso, difícil é não gostar.
      Beijos, e apareça mais por aqui.

      Excluir
  3. Leninha!
    Fiquei imaginando toda a ambientação e vestuário daquela época e embora goste demais desses romances mais antigos, não me vejo vivendo em uma época onde as mulheres tinham tantas restrições, eram relegadas a segundo plano e não tinham voz para nada, nem dentro de casa.
    Já quero poder acompanhar.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo todo e qualquer romance de época, ambientado em qualquer momento da história, mas os anos 1920 tem um encanto, uma magia, e ainda mais aqui no Brasil.
      Leia e se apaixone, Rudy!

      Excluir
  4. Essa história tocou meu coração.
    E percebi que a autora é multifacetada porque escreve qualquer gênero com uma sensibilidade que nos toca e nos faz viver na época em que ambienta e torcer avidamente pelos personagens.

    Feliz que gostou dessa história, Le.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei a história e os caminhos que ela seguiu, como você mesma disse que eu iria gostar, eu gostei, rsrsrs
      Beijos

      Excluir
  5. Olá! Mas gente, vendo essa capa jamais imaginaria que se tratava de um romance de época, que aliás, é meu gênero literário favorito, por isso, meu sensor aranha já ativou ao ler a resenha (risos). Ainda não conheço a escrita da autora, mas já deu para perceber que ela capricha e nesse livro nos presenteia com uma história forte, emocionante, linda e de superação (principalmente para a nossa protagonista). Vai ser bem interessante conhecer um pouco mais dessa década tão charmosa ambientada aqui em terras tupiniquins.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, você não foi a única que não associou a capa com Romance de Época, mas é só se atentar aos detalhes que você percebe fácil. Acho que o livro na mão é que comprova a época.
      Você vai amar o livro, e não só a protagonista como quase todos os envolvidos.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos