A Different Blue - Amy Harmon

Blue Echohawk não sabe quem é. Ela não sabe seu nome verdadeiro ou quando nasceu. Abandonada aos dois anos de idade foi criada por um vagabundo, ela não frequentou a escola até que tivesse dez anos de idade. Aos dezenove anos, quando a maioria das pessoas de sua idade está frequentando a faculdade ou seguindo em frente com a vida, ela está apenas no último ano do ensino médio. Sem mãe, nem pai, nem fé, nem futuro, Blue Echohawk é uma aluna difícil, para dizer o mínimo. Resistente, dura e abertamente sexy, ela é o oposto completo do jovem professor britânico que decide que está pronto para o desafio, e coloca a encrenqueira sob sua asa.
Esta é a história de um joão-ninguém que se torna alguém. É a história de uma amizade improvável, onde promove a esperança de cura e a redenção se torna amor. Mas a queda no amor pode ser difícil quando você não sabe quem você é. Apaixonar-se por pessoas que sabem exatamente quem são, é o que torna impossível de se retribuir. 


=> História bonita e comovente: confere.

=> História com lição de vida: confere.

=> História com personagens fofos: confere.

=> História com partes medonhas que te fez derramar algumas lágrimas: confere.

=> Você quebrando a cara, pois entendeu que nem sempre as personagens que generosamente dão pra geral, se vestem ‘putamente’ e possuem atitudes libertinas são as putas/vacas/periguetes da história: confere.

=> Você percebendo que merece ser esfregada no muro de chapisco pra parar com preconceito literário: confere.

=> Você confirmando que mocinho pra ser apaixonante não precisa ter 10 metros quadrados de tatuagem pelo corpo, não precisa falar “minha” a cada respirada do alheio e nem mesmo ter bíceps, tríceps alargados: confere.

=> Você, gostando muito de A Different Blue, ainda que tenha pouco romance e esteja aquém do outro livro da mesma autora, o Making faces: confere.

=> Você concluindo que a resenhista merece ser esculhambada por escrever uma resenha de merda que não esclarece muita coisa: confere.

=> Você, recomendando o livro: confere.

;)

4 comentários:

  1. Hahahah e ela consegue se superar! Pelo pouco tempo que venho ao blog, achei que não poderia nunca ficar melhor a sua maneira de escrever uma resenha e olha a surpresa(boa).rs
    Como não conhecia o trabalho da autora e nem este livro, já quero e muito!
    Adoro tudo que foge do convencional e se tiver estes romances não tão romances,mas que tragam também a vida dos personagens,melhor ainda!rs
    Lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Tícia!
    Amo suas resenhas e cada vez você me surpreende, parabéns!
    Eu fiquei interessada nesse livro agora, preciso conhecer a escrita da autora que só vim conhecer aqui na resenha...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Ai Tícia!
    Muda nada não, adoro sua criatividade.
    E quem disse que fez uma resenha de merda e não falou quase nada? Para mim você falou o essencial e isso que importa, falar sinceramente e deixar a gente com água na boca para ler o livro.
    “Só são verdadeiramente felizes aqueles que procuram ser úteis aos outros.” (Albert Schweitzer)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA SETEMBRO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. Não consigo encontrar as palavras certas para descrever o quanto esse livro é maravilhoso. Mais do que falar sobre as dificuldades que a Blue enfrentou no passado, ele vai falar sobre o que essas dificuldades vão significar no futuro. E isso é um ensinamento para todos nós. Quando paramos para pensar esse livro nos ensina que não importa o quão difícil a nossa vida possa ter sido ou estar sendo, nós sempre podemos escolher usar a força que adquirimos para construir um futuro melhor.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos