Nossa Música - Dani Atkins

E cá estou eu novamente atordoada e com depressão pós-leitura depois de ler mais uma história de Dani Atkins. Não era de se estranhar que eu acabasse a leitura assim: estarrecida, impactada e sem saber — mais uma vez —, se amei ou odiei esse livro.

Já era de se esperar que depois de ter lido Uma Curva no Tempo e A História de nós dois eu decidisse me arriscar mais uma vez lendo um livro dessa autora. Sabe por quê?! Porquê gosto de livros que me tira da zona de conforto, que quebra paradigmas, que mexa com minhas estruturas e me deixe assim, completamente refém e órfã do livro.

“E se o seu marido fosse o grande amor de outra pessoa?” Pode parecer uma simples frase, mas fala muito sobre a história que nos é apresentada. E o que esperar de uma leitura que já nos apresenta uma frase dessa em sua capa?! Espere muito, porém nada irá prepará-lo para as surpresas, as dores, os medos e angustias que encontrarão nesse livro. 

A narrativa transita entre o presente e o passado de uma maneira que as coisas vão sendo reveladas aos poucos. De acordo com que a narrativa se desenvolve entra um flash back para esclarecer o fato disposto, tanto pela visão de Ally, quanto na de Charlotte. Esse é um dos diferenciais na escrita de Dani Atkins. Amei isso!

Foi um prazer conhecer personagens complexos e que vão se desnudando ao longo da narrativa. Ally, David, Charlotte e Joe, como não amá-los?! Com ressalvas, porque odiei alguns deles ao ponto de desejar torturas e morte com requintes de crueldade. (Desculpe o surto) 

Me impressionei com o quanto essa história foi bem construída e apesar do seu desenrolar não tenha me agradado em certos desfechos — que eu reescreveria mudando quase tudo —, cada fato se encaixa com riqueza de detalhes, o que torna o livro num verdadeiro achado. Porém ainda persiste a dúvida em mim: amei ou odiei?! Não o livro todo, é claro, mas o desfecho da trama.

Me faltam palavras para descrever todas as sensações, emoções, neuras e conflitos que passaram por mim ao longo da leitura. Quando um livro mexe com o emocional, fica quase impossível descrever tanta coisa que passa pela cabeça, na hora que sentamos para escrever a resenha do mesmo. Estou assim, espero que entendam!

Uma história que fala sobre perdas, mágoas, superação, amizade, perdão, mas principalmente amor. Emoções que podem viver durante anos presos na alma e que precisam ser exorcizadas e superadas. 
Conheça a história de Ally e Charlotte e entenda o que estou falando. Permita-se amar ou não esse livro.

Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte.
Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam.
Com a delicadeza tão presente em seus livros, Dani Atkins mais uma vez nos traz uma história de emoções à flor da pele, um drama familiar comovente que não deixará nenhum leitor indiferente.

2 comentários:

  1. Já li o livro Uma curva no tempo da autora, e espero que A história de nós dois, seja minha próxima leitura, e admito que pela carga emocional abordada em suas estórias, acredito que será uma leitura bastante agradável. Agora falando sobre o título Nossa música, que é notório o quanto te envolveu emocionalmente, fazendo com que você sentisse empatia pela situação em que os personagens terão de enfrentar. Além de que a forma como a trama foi desenvolvida em alguns momentos lhe despertou raiva, mas mesmo assim de uma forma geral, como um todo, o desenvolvimento da estória muito bem construída, tornando a leitura envolvente e cativante, ao ponto de ter uma ressaca literária. Espero em 2018 poder adquirir esta obra, e poder me aventurar nesta leitura tão incrível.

    ResponderExcluir
  2. Leninha!
    Quando gostamos muito de uma autora e já sabemos a dinâmica de sua escrita, ficamos mesmo com medo de ler um livro que traz uma premissa diferente, porque não sabemos o que virá.
    E que bom ver que mesmo trazendo duas famílias ligadas pelo passado e com seus problemas a serem resolvidos no presente, a autora soube conduzir a trama com maestria.
    Uma semaninha abençoada na paz do Senhor e FELIZ NATAL!
    “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos