Desejo Concedido - Megan Maxwell

Na Inglaterra do século XIV, após a morte dos pais, a jovem lady Megan Phillips, de vinte anos, segue uma vida tranquila, focada na educação e na criação de seus dois irmãos mais novos. Para fugir de um casamento arranjado por sua tia, Megan e a irmã, Shelma, vão para o castelo de Dunstaffnage, na Escócia, onde vive seu avô Angus de Atholl, do clã McDougall. Anos depois, durante o casamento de um de seus primos, Megan – uma mulher aguerrida, pronta a empunhar uma espada pra defender sua família e que não se dobra por nada e nem por ninguém –, conhece o temido guerreiro de olhos verdes Duncan McRae – um homem acostumado a liderar exércitos, mas que nunca esteve preparado para enfrentar o gênio forte de uma mulher.
O destino trama contra (ou a favor de) Megan, que, contra a sua vontade, acaba se casando com Duncan. Conseguirão os dois se entender e seguir a vida como um casal feliz? Ou viverão às turras, como se estivessem num campo de batalha?

Se vocês estivessem olhando para mim nesse momento que termino de ler esse belo romance histórico, veriam um sorriso enorme no meu rosto e no meu respirar a sensação de um instante perfeito. Não tem como não amar uma história tão linda, tão cheia de altos e baixos, tão instigante, envolvente e que deixa o leitor louco por mais e mais.

Desde minha adolescência meu gênero preferido sempre foi o romance, e o romance histórico sempre passava na frente da fila de leitura. Tanto que deixei de lado os contemporâneos por muitos anos e só lia meus históricos fervorosamente. Devo confessar que de uns tempos para cá fiquei meio afastada dos meus queridinhos, até porque as editoras — não incluindo a Harlequin Brasil —, não davam muitas oportunidades aos históricos. Mas eis que agora a Editora Planeta, com seu selo Essência, abri as portas para esse que com certeza, seria um de seus carros chefes, desde que ela investisse nisso, é claro! Se depender dos leitores do gênero, não faltarão compradores para seus livros.

Megan e Duncan são personagens que ficarão por muito tempo na minha lembrança. Eles são fortes, são sensíveis, desafiadores, e quando juntos eles são pura ebulição. Fazia tempo que eu não via um casal para brigar tanto, se amar tanto e se desentender tanto. Nossa, fiquei em total frenesi durante toda a leitura. E o que dizer dessa história...

Megan Maxwell mais uma vez me surpreendeu, já li da autora um drama abordando o difícil tema traição (Os Príncipes encantados também viram sapos), um romance meio de época/guerra (Você se lembra de mim?), e agora esse histórico, o que me dá a certeza que tudo o que ela escreve consegue me impressionar. Só falta dar a oportunidade para seus livros eróticos, mas essa já é outra história. (Risos)

Temos aqui um romance difícil de largar, cada nova página é uma nova e instigante aventura. A autora consegue levar o leitor por diversos campos, e por diversos assuntos. Logo de cara o encontro, o desencontro, depois a aceitação, a discórdia, o amor que floresce, a decepção, a fuga e tantos outros temas abordados e que são muito bem desenvolvidos, bem amarrados e desenrolados de forma excepcional. Com certeza Megan Maxwell sabia o que estava fazendo quando nos presenteou com esse romance.

Isso sem falar no quanto é inspirador ver tantos personagens se digladiando, ainda mais sabendo que alguns deles ainda veremos na Trilogia Guerreiras, que será toda publicada pela Editora Planeta.  Em breve teremos mais aventuras desses personagens que deixam o leitor sempre em suspense e na expectativa.

Nem sei bem o que dizer sobre o enredo desse livro, acredito que cabe ao leitor adentrar nas suas páginas dessa história, se deixar envolver e com certeza se deliciar com esse romance único e inspirador. Até porque, um Duncan e uma Megan a gente não encontra em qualquer história que se lê por aí não. (Risos)

Então vai lá, pega o seu exemplar e apaixone-se por esse histórico delicioso!
Super recomendo a leitura.

10 comentários:

  1. Também acabei de ler e amei, Leninha, delícia de leitura, envolvente e sem enrolação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza esse entra na minha lista de favoritos. Bjs Noemi.

      Excluir
  2. Capa diferente! Nunca iria imaginar se tratar de um romance. Acho que me interessa...;) bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se você curte romances históricos, mas se curte esse é com certeza uma ótima pedida. Leia!
      Bjs

      Excluir
  3. Leninha!
    Romance épico já é bom e se vem carregado de muita aventura e amor, fica imperdível a leitura, né?
    Adorei!
    “A simplicidade representa o último degrau da sabedoria.” (Arthur Schopenhauer)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de OUTUBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  4. Eu queroooo.
    É só ler a sua resenha para querer desfrutar da leitura.
    Suas resenhas são tão boas que me instiga.

    ResponderExcluir
  5. Confesso que li dela apenas os primeiros eróticos. O Peça-me o que quiser e apesar de ter gostado, não me entusiasmei para ler outro. Adoro romances de época e esse não me chamou tanto a atenção, principalmente pela capa. Entretanto, depois da sua resenha, vou adicioná-lo para futuras leituras.Adorei!
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade esse livro é um histórico, o que foge um pouco dos romances de época que estamos acostumados. Com certeza vale a pena a leitura.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos