Os Príncipes Encantados também viram Sapos - Megan Maxwell

Um conto de fadas moderno e apaixonante que tem como cenário as ilhas paradisíacas do Havaí
Kate e Sam se conheceram muito jovens, durante férias de verão na Califórnia, e se apaixonaram à primeira vista. O amor entre eles supera o tempo e a distância e, ao terminarem a faculdade, ele a pede em casamento.
Os anos se passam e o casal parece ter construído a vida perfeita: eles têm uma carreira de sucesso, duas filhas lindas e ainda são apaixonados. Sam, que cresceu em um orfanato, conseguiu com Kate tudo o que sempre quis: uma grande família.
Até que um telefonema muda tudo...

Apesar de ter vários livros da autora Megan Maxwell na minha estante, essa foi minha experiência em seu universo. Sempre tive um pé atrás com livros com o tema “traição” e ainda mais conhecendo a fama da Megan e seu estilo hot bem escrachado, devo confessar que iniciei a leitura com os dois pés atrás. Não sou fã de livros eróticos e meu medo era me deparar com cenas abusivamente explícitas e detalhadas de uma traição conjugal que iria me fazer largar o livro ou pular folhas, mas pensa numa pessoa que quebrou a cara literalmente?! EU!

Megan Maxwell me surpreendeu com uma história deliciosa de ler, sem as tão temidas cenas de sexo, mas com uma clareza nos fatos e uma leveza nos sentimentos que simplesmente me fizeram apaixonar.

Temos aqui um casal e uma família linda — certo que nada é perfeito na vida de um casal —, mas Kate e Sam vivem suas vidas “quase” perfeitas com muita cumplicidade e companheirismo. Até que, um dia, um telefonema mudou tudo. O castelo ruiu, tudo que era tido como verdade se tornou um amontoado de dúvidas e incertezas.

Kate e Sam agora estão separados, uma vida em comum, filhos, sogra, cunhados, tudo se desequilibrou depois do término desse relacionamento. Cada um vai ter que aprender a lidar com o fato de que Sam tinha outra vida, e segredos que Kate não poderia aceitar.

Vão se descobrindo, então, fatos que culminaram em atitudes impensadas e, atos que poderiam machucar, e que não havia como mudar. 

A autora nos brinda com cenários que fazem parte da narrativa, e que leva o leitor a vasculhar o Google para ver com os próprios olhos os lugares paradisíacos que são citados durante a história. Kate e Sam nos envolvem em suas vidas, suas filhas nos encantam e conseguimos visualizar o que aconteceu com a família através de suas perspectivas nos dando um outro prisma. Cada um tem uma opinião, mas para se envolver é preciso antes saber de todos os fatos. E será que todos estão preparados para descobrir que nem só os príncipes viram sapos?

Não tem como não se envolver com tudo que aconteceu na vida desse casal e sua família, muitos não irão entender, outros não conseguirão perdoar, mas, com certeza, alguns irão se colocar na pele dos protagonistas e olhar através de suas dores e culpas, e sim, irão entender e até, quem sabe, perdoar.

A história é completamente envolvente, temos personagens coadjuvantes que fazem a diferença no enredo e que abrilhantam ainda mais o romance. O livro trata muito mais do que sobre traição, como eu disse no inicio da resenha. O livro fala de amor, paixão, brigas, verdades, mentiras, perdão, injustiças, mas acima de tudo sobre um sentimento ainda maior, a esperança.

Passei a admirar a forma da escrita dessa autora que sabe o que faz e que consegue pegar o leitor pela mão e introduzir em sua história. Ainda tenho meus medos com relação a seus livros eróticos, mas se ela escreve tão bem sobre traição e tudo que isso acarreta na realidade de uma família, imagina quando ela escreve sobre o amor e sexo?! Eu adorei e recomendo a leitura.

8 comentários:

  1. Lena, eu pensei em ler esse livro, mas não sei se consigo. Dramas me assustam bastante, então acabo passando longe deles.

    Fiquei curiosa em descobrir que final a autora deu para seus personagens, felizmente você pode me contar, né!

    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como dramas te deixam agitada, mas uma hora vc vai ler um e vai amar, você vai ver.

      Depois te conto em off, rsrsrsr
      Obrigada amore, volte sempre. Beijokas!

      Excluir
  2. Oi Leninha, Megan é ótima, gosto da forma como ela conta suas histórias e envolve o leitor. Este eu ainda não li, mas com certeza vou anotar a dica. Adorei o título, ficou bem a cara da Megan, para quem conhece seus trabalhos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você já é fã da autora com certeza vai amar.
      Depois de ler me diga o que achou tá?!
      Bjs

      Excluir
  3. Eita Leninha!
    Bem, se você foi capaz de ler e gostar...que direi eu?
    Confesso que gosto dos trechos hot, mas me conforme em não vê-los aqui, já que o livro me parece carregado de outro tipo de drama...
    Fiquei curiosa para saber o que acontece com a família!
    “Todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você vai gostar Rudy, você nem vai sentir falta dos trechos hots de tão envolvida irá ficar com a saga dessa família linda.
      Bjs

      Excluir
  4. Oiii Leninha, pelo que vi a Megan soube desenvolver uma história real, ou seja, daquelas em que poderiamos encontrar alguma semelhança num caso de uma amiga, visinha...conhecida. Eu confesso que eu tinha ficado curiosa quando eu vi que iam lançar esse livro mas isso não impede que eu fique com um pé atrás com relação a histórias que envolvam traição. Tem que ter muito cuidado. Por exemplo, quando eu li A falta que você faz mesmo tendo de fato uma traição eu consegui entender e perdoar o protagonista. Já quando li A primeira vez eu fiquei com um gosto amargo, eu não engoli em nada as atitudes do marido traidor desgraçado. Kkkkk
    Eu não sei porque, mais fiquei com a sensação de que o Sam deve ter feito algo muito mais grave do que um simples "caso"... Não sei, acho que esse é um daqueles livros da gente ficar com um gosto amargo na boca... Não sei se gostaria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você gostaria sim Nathalia, com certeza vai sentir as emoções dos personagens e claro, vai entender seu motivos.
      Acho que você deveria ler, até para tirar essa pulga que ficou na sua orelha, não é verdade?!

      Depois me conta!
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Pré-venda!

Lançamentos