O Céu vai ter que esperar! - Cally Taylor

Lucy Brown nunca esteve tão feliz. Ela está prestes a se casar com o homem dos seus sonhos — o belo, gentil e inteligente Dan — e tudo o que sempre quis está finalmente ao seu alcance. Só que, na véspera do seu casamento, Lucy sofre um acidente fatal. Ela tem de fazer uma escolha: aceitar uma vida inteira longe da sua alma gêmea e ir para o céu ou ficar com Dan para sempre... e se tornar um fantasma! Para Lucy, só há uma opção — deixar Dan está fora de cogitação. Mas nem tudo é tão simples assim. Para se tornar um fantasma, ela precisa encontrar o amor verdadeiro para um completo estranho...
E, quando descobre que a sua "grande" amiga Anna está determinada a conquistar o devastado e vulnerável Dan, a pressão fica bem mais forte...

Ao iniciar essa resenha preciso citar o motivo da escolha desse livro para leitura no blog. Eu já conhecia a escrita da autora e, claro, havia me apaixonado por seu estilo. Cally Taylor consegue mesclar humor e cotidiano de maneira única. Durante a leitura de seus livros é recomendável que o leitor esteja sempre preparado para dar uma boa gargalhada em lugares públicos e, claro, disfarçar, porque quando menos se espera lá estamos nós passando vergonha no meio do povo (risos). Diversão garantida, preciso de um motivo melhor para ler os livros da autora?!

Eu passei por isso durante a leitura de “Em casa para o Natal”, e classifiquei o livro como o mais engraçado que já li. E agora com “O Céu vai ter que esperar!” não podia ser diferente, temos aqui um tema bem inusitado, surreal, algo inesperado que nos é apresentado e que a autora trata de maneira leve e ao mesmo tempo cheio de surpresas e emoções.

Coloque-se no lugar de Lucy, nossa protagonista; uma mulher feliz, apaixonada, às portas de realizar o maior sonho de sua vida que é casar com o amor de sua vida Dan, e de repente, do nada, morre! Acho que lidar com uma situação assim não é para qualquer um, acordar desse momento fatídico e estar no Limbo, diante de São Bob e de duas opções: ir definitivamente para o céu e rever seus pais já falecidos ou ficar na terra como fantasma e nunca mais se separar de seu grande amor. Complicado, não é?! Só que sua decisão se torna ainda mais difícil quando lhe é destinada uma missão, uma condição para se tornar um fantasma: conseguir encontrar um amor para um cara que jamais se apaixonou.

Começa aí, então, o X da questão. Realizar essa tarefa não vai ser das mais fáceis, ainda mais com um prazo tão curto e com a saudade que Lucy sente de Dan, sem poder se comunicar com ele. E mais, sua melhor amiga Anna cismou de querer conquistar seu noivo, pode uma coisa dessas?! Então, nos vemos diante de uma história que abrange vários outros personagens tornando a narrativa engraçada, leve, alegre — apesar do tema meio mórbido —, e que me encantou deveras.

Eu não esperava me divertir tanto — ou esperava, sei lá —, definitivamente a autora tem esse dom; transportar-nos para dentro da história, nos fazendo torcer por seus protagonistas, nos divertindo com suas aventuras, e deixando para o final um desfecho inusitado, inesperado, e a meu ver, perfeito.

Eu fiquei superempolgada com toda a trama, sofri com a impossibilidade de Lucy de se comunicar com seu amado Dan, com sua aflição em não ter a tempo e hora suas vontades realizadas, e o pior, ainda tendo que criar alternativas para cumprir sua missão e ainda ajudar seus novos amigos a cumprirem as deles. Esse lado humanitário de Lucy foi o que mais me tocou, ela não é egoísta em nenhum momento, sempre pensando nos outros até mesmo se privando de algumas coisas.

Com certeza o livro além de nos trazer momentos de distração também nos dá lições de amizade, amor e companheirismo. Cally Taylor tem realmente o poder de nos encantar com suas histórias sempre tão leves e divertidas e com finais sempre tão gostosos de ler.

Rendo elogios à Editora Bertrand pelo primor dessa capa que ficou realmente fantástica. Um céu de glitter, a escada rolante que tem tudo a ver com o enredo do livro e que nos transporta fielmente para a cena inicial da história. Acho que não preciso dizer mais nada, não é?!

Fica aqui o meu conselho: leia, se divirta e apaixone-se!

9 comentários:

  1. Oi Leninha,

    Só de ler a sua resenha fiquei encantada com o livro. Deu muita vontade de conhecer a historia bem detalhadamente. Também gostei da capa, simples e bastante colorida, acho que transmitiu alegria.

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Kênia, a capa é um atrativo a mais para empolgar na leitura, mas depois que vc começa a ler percebe que tem muito mais em toda a história.
      Leia e se divirta!

      Bjs

      Excluir
  2. Gente mas que livro é esse que eu não conhecia?? Me encantei com a resenha, amei a premissa e o fato dele ser divertido e me fazer rir só me deixou com mais vontade de ler. Adoro quando o livro me prende tanto que eu começo a ter as mesmas emoções que a personagem. Livros que me fazem gargalhar ganham meu coração na hora.
    A capa é realmente linda, amei o título, já dá um gostinho da leveza e descontração que está por vir.
    Foi pra minha wish list com toda certeza!!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza essa leitura é diversão garantida!
      Leia e depois me conta o que achou.
      Bjs

      Excluir
  3. Ei Lena

    Este livro é muito fofo, também gostei da leitura. Acho que só li este dela... pelo menos que estou lembrando rsrs.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Nanda, você não leu Em casa para o Natal? Menina, pensa num livro hilário? Vale à pena cada gargalhada.
      Leia e depois me diz!

      Bjs

      Excluir
  4. Também me encantei com o livro só de ler a resenha, já fui ler a resenha do outro livro, Em Casa Para o Natal. Não conhecia a autora, agora vou procurar os livrinhos, porque estou precisando de ler algo para me fazer feliz e dar boas risadas.
    Bjs e obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses dois livros garantem boas risadas com certeza.
      Você vai adorar.
      Bjs

      Excluir
  5. Leninha!
    Não conhecia o livro e nem a autora, mas se é uma leitura hilária e que me fará rir, tô dentro. Sem contar com a variedade de outros temas abordados que são bem interessantes.
    Gostei do " estar no limbo diante de São Bob", demais...kkkk
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos