Amigas para Sempre - Kristin Hannah

Tully Hart tinha 14 anos, era linda, alegre, popular e invejada por todos. O que ninguém poderia imaginar era o sofrimento que ela vivia dentro de casa: nunca conhecera o pai, e a mãe, viciada em drogas costumava desaparecer por longos períodos, deixando a menina aos cuidados da avó. Mas a vida de Tully se transformou quando ela se mudou para a alameda dos Vaga-lumes e conheceu a garota mais legal do mundo. Kate Mularkey era inteligente, compreensiva e tão amorosa que logo fez Tully sentir-se parte de sua família.
Ao longo de mais de trinta anos de amizade, uma se tornou o porto seguro da outra. Tully ajudou Kate a descobrir a própria beleza e a encorajou a enfrentar seus medos. Kate, por sua vez, a ensinou a enxergar além das aparências e a fez entender que certos riscos não valem a pena. As duas juraram que seriam amigas para sempre. Essa promessa resistiu ao frenesi dos anos 1970, às reviravoltas políticas das décadas de 1980 e 1990 e às promessas do novo milênio. Até que algo acontece para abalar a confiança entre elas. Será possível perdoar uma traição de sua melhor amiga?

Sempre que inicio a leitura de um livro da Kristin Hannah já preparo um lugar confortável para relaxar, lencinhos para o momento das lágrimas e principalmente, previno meu coração para fortes emoções. A autora tem o dom de me dilacerar com suas histórias, ela aborda temas fortes e profundos relacionamentos familiares, foi assim com O Caminho para casa e Quando você voltar, lidos já há algum tempo.

É notável o dom que a autora tem de nos transportar para dentro da história, não tem como não se envolver, tomar partido, torcer pelos personagens. Nesse livro em particular, ficou claro para mim o poder que Kristin tem em fazer com que a passagem do tempo seja perceptível. Ao longo da leitura, e de acordo com que o tempo passa, você vai percebendo o crescimento dos personagens, eles se tornam familiares queridos. E quando, lá no final do livro, um ou outro relembra momentos do início da história, é como se o tempo tivesse realmente passado, você lembra-se dos fatos como se fosse possível que os 20 ou 30 anos tivessem sido vividos enquanto você lia.  Não sei se fui clara ao tentar explicar esse aspecto sobre o tempo, mas acredito que lendo o livro vai ficar claro o que eu quis dizer.

Mas vamos falar de Tully e de Katie, duas amigas que se completam, almas gêmeas em suas imperfeições. Não tem como não gostar dessas meninas frágeis e, ao mesmo tempo, tão fortes.

Kate é a garota que se sente excluída na escola, sem amigos e sempre reclusa. Ela encontra em seus livros e em seu quarto o lugar perfeito para passar despercebida pela vida. Tully é a garota nova que se muda para o fim da rua de Katie, ela é linda, descolada, mas carrega em seu coração uma história de abandono e solidão. Ela mascara através de sua exuberância e autossuficiência um lado triste e solitário, porém juntas elas se descobrem e terão o mundo a seus pés.

Duas adolescentes cheias de sonhos, que se completam e se incluem nos sonhos uma da outra fazendo assim com que ao longo de suas vidas, elas criem laços inseparáveis de amor, companheirismo e amizade.

Em certos momentos da história tive ganas de bater na Tully, e em outros momentos vontade de dar umas sacudidas na Katie. Porém suas histórias são perfeitas em suas imperfeições, tudo é plausível e tão lógico que quase se torna real. É tão delicioso descobrir seus medos, compartilhar suas vitórias e sofrer com suas dores e desilusões. Elas nos levam pelas mãos e nos contam suas vidas de forma que nos faz parecermos membros da família.

E claro, não tem como não se desmanchar em lágrimas diante da dura realidade do final da história, num livro que abre uma janela imensa de possibilidades e muitas delas que só serão desvendadas e finalmente apaziguadas em sua sequência, no livro Por toda a Eternidade.

Acredito que essa duologia precisa ser lida sem pausas, para que não fiquem brechas a serem fechadas, nem dores a serem sanadas.

Nesse caso então vale a dica: Não se aventure na leitura fora de ordem e, não leia a sinopse do livro seguinte Por Toda a Eternidade, senão você vai ler um spoiler imenso e que pode tirar todo o brilho do “descobrir e desvendar”, impregnado no livro Amigas para sempre.

Eu sou suspeita em recomendar os livros da Kristin Hannah, ela é capaz de chocar, encantar e deixar o seu leitor sempre ansioso por seus livros. Esse é mais um dos que entra para o rol dos meus preferidos, e que indico para aqueles que gostam de histórias repletas de dramas e emoções e com um desfecho de cortar o coração.

Leia, se deixe conduzir, se emocione e chore, com a história de TullyeKate, duas amigas que passarão a fazer parte da vida do leitor e que com certeza deixarão saudades.

10 comentários:

  1. Quero muito ler os livros!
    Todos estão fazendo ótimas recomendações. E já vi que vou ficar de #mimimimimi
    haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro vale muito à pena, leia e depois volte para me contar o que você achou!
      Beijokas.

      Excluir
  2. Ei Lena

    Vc precisa ler Jardim de inverno também, é ótimo.
    ah eu amo a autora, vou ler este logo.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah eu mandei pelo twitter, mas acho que vc não viu. Vou à Brasília na quarta a trabalho, pena que é corrido, volto na sexta. Como está o tempo ai? rsrs
      bjs

      Excluir
    2. To reservando ele para quando não tiver nenhum drama para ler, acredita?!
      Deixa comigo que irei ler em breve.
      Bjs

      Excluir
    3. Massa Nanda!
      Brasília ta um tempo fresco, mas está chovendo todo dia, então pode trazer roupas leves, mas não esqueça um casaco e calças jeans.
      Vou mandar meu número de telefone por DM, me liga, se der a gente se vê!
      bjs

      Excluir
  3. Oi Leninha, acabei lendo Por Toda a Eternidade antes deste livro, e pelo visto a Kristin tem o dom de nos levar às lágrimas, pois elas também caem facilmente neste outro volume. Agora me resta conhecer o que afastou estas amigas tão grudadas e claro derramar mais algumas lágrimas.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, vc leu o segundo livro primeiro?! To lendo ele e olha, acho que se eu não tivesse lido Amigas para sempre antes, teria ficado completamente perdida.

      Que bom que não aconteceu isso com você... de ficar perdida. E é bom saber que dá para ler o segundo primeiro.
      Acho que você vai amar o livro.
      Beijokas Rose!

      Excluir
  4. Oiii Leninha,

    Quando começaram a falar do lançamento de Amigas para sempre e Por toda a eternidade que poderiam ser um continuação do outro eu fui verificar se realmente era, e eis que leio a sinopse dos dois, e sim era uma duologia, e eu sem querer peguei o imenso spoiler que você citou acima, mas no decorrer da leitura de Amigas para sempre fui me envolvendo tanto que até aquilo que já sabia que iria acontecer me pegou de um jeito que não teve como evitar as lágrimas, nunca tinha lido nada da Kristin, mas já me tornei fã e logo irei ler os outros que você já leu, assim como também lerei Jardim de Inverno. Kristin Hannah consegue nos deixar com o coração dilacerado. Em breve irei ler a continuação, mas não quero sofrer tanto dessa vez.
    Parabéns pela resenha.

    Beijos!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Janna, ler a sinopse do segundo livro é um baita spoiler mesmo, porém depois de lido não tem mais o que fazer. Mas ler o livro mesmo sabendo o desfecho não nos prepara para a maestria da escrita tocante da autora, é realmente um primor o livro.

      Espero publicar a resenha do segundo livro na próxima semana, mas só para adiantar, estou dilacerada.

      Beijokas!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos