Analisando a música: Amor e Sexo - Rita Lee


E mais uma vez trago um Analisando a música para deleite dos que curtiram a nova coluna. Sempre que eu achar que uma música, a letra de uma canção deve ser debatida, a coluna entra em ação. Hoje trago uma música da diva maravilhosa Rita Lee. Uma das letras mais poéticas e verdadeira que já ouvi e li. Estou falando de Amor e sexo.

O título já é bem polêmico, imagina na época de sua apresentação ao público?! Rita faz uma comparação entre o amor e o sexo de forma poética e bastante sensível.

Lançada em 2003, no álbum da cantora chamado Balacobaco, a música foi indicada ao Grammy Latino, na categoria Melhor Canção Brasileira. Merecia ter ganhado!
Vamos à letra e a minha análise:

Amor e sexo – Rita Lee

Amor é um livro
Sexo é esporte
Sexo é escolha
Amor é sorte
 
Aqui já se vê que mesmo simples, a letra tem profundidade. Comparar o amor a um livro é o mesmo que dizer que o amor é uma história, com começo, que dura e que pode ter um fim. Já o sexo é fácil, rápido, agil, como praticar um esporte. Que se escolhe fazer sexo, e que ter um amor é sorte. Concorda?

Amor é pensamento, teorema
Amor é novela
Sexo é cinema

Amor ser novela seria porque dura um bom tempo e a gente lembra com saudade?! Sexo ser cinema porque dura a eternidade de no máximo 2 horas?!


Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa
Sexo é poesia

Comparar o amor e o sexo a prosa e poesia é o mesmo que dizer que ambos são simples, e que nos sensibiliza, cada um a sua maneira.


O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos

Os apaixonados podem ser vistos como patéticos, imagine a loucura do sexo numa convulsão epilética?!

Amor é cristão
Sexo é pagão (Digamos que sim, com ressalvas)
Amor é latifúndio
Sexo é invasão (Será?)
Amor é divino
Sexo é animal (às vezes é bem o contrário)
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval (Calmaria e adrenalina)

Amor é para sempre
Sexo também 
Sexo é do bom
Amor é do bem (concordo)

Amor sem sexo
É amizade (nem sempre, existe amor sem sexo em relacionamentos bem duradouros)
Sexo sem amor
É vontade (ou oportunidade)


Amor é um
Sexo é dois 
Sexo antes
Amor depois

Um comunhão de almas, amor dura para sempre, sexo dura um momento para ser lembrado.

Sexo vem dos outros
E vai embora
Amor vem de nós
E demora 

Quando se diz que sexo vem dos outros imagino que seja porque o sexo vem da oportunidade, da química de quem chega, mas passa. Já o amor vem de nós quer dizer que ele nasce da convivência e permanece enraizado na alma dos amantes apaixonados.


Amor é cristão
Sexo é pagão
Amor é latifúndio
Sexo é invasão
Amor é divino
Sexo é animal
Amor é bossa nova
Sexo é carnaval
Amor é isso
Sexo é aquilo
E coisa e tal
E tal e coisa

Ai o amor (suspiros)
Hmm o sexo, ahh (calor, tesão)


Rita Lee nos brinda com uma letra cheia de trocadilhos, de pegadinhas, mas que encaixa perfeitamente com os dois personagens citados. Não tem como ouvir e não concordar com cada palavra, cada expressão. Ao comparar o amor e o sexo com atitudes, pensamentos, ações  é o mesmo que dizer que arroz e feijão só se come junto, porque isso nem sempre acontece. Um brinde aos compositores dessa canção que nos faz pensar, e concordar ao discordar de algumas coisas. Perfeito!



Música: Amor e Sexo
Interpretada por: Rita Lee
Compositores: Arnaldo Jabor / Rita Carvalho / Rita Lee Jones Carvalho / Rita Lee Jones De Carvalho / Roberto Zenobio Affonso De Carvalho


Então é isso, espero que todos tenham curtido essa pequena análise de uma bela canção que fala de amor e sexo. 

7 comentários

  1. Amor é sorte!!!
    Uma das músicas que mais amo no nosso cenário nacional. Sou do rock, sou fã da maravilhosa Rita, sou fã da boa música nacional.
    E li tudo devagarinho, depois abri o clip e estou cá, escrevendo ao som dela no fundo.
    Amor é sentir...sexo é sentir.
    E ela conseguiu fundir os dois em único sentir.
    E nós?? Vivamos o amor para sempre, o sexo para sempre, o amor bom e o sexo, bem!!!

    Beijo e obrigada por esse momento tão especial!!

    Angela Cunha/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí a Angela vem comentar e quase faz poesia, quase não, faz poesia. Gostei!
      Bjs

      Excluir
  2. Olá! Mas mulher como você coloca que ela perdeu, mas não diz para quem! A curiosa que habita em mim, nem me deixou prosseguir com a resenha, sem antes ter essa informação (risos), caso tenha alguém tão curiosa quanto eu, perdeu para “A Festa" de Milton Nascimento e interpretada por Maria Rita, voltando a essa música, confesso que entre os concorrentes minha torcida seria pelo Caetano (mais informação extra), agora realmente voltando a essa música, posso sim me considerar fã da Rita e é incrível como em versos tão simples ela consegue transmitir uma mensagem tão bacana e reflexiva.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Elizete, obrigada pela informação. Nem fui atras de saber que ganhou, já que a Rita é que merecia ganhar, rsrsrs
      Obrigada pelo adendo, rsrsrs
      Bjs

      Excluir
  3. Leninha!
    Adoro ver essa análise das letras.
    Simpleesmente sou da geração do rock e não tem como não amar Rita Lee e adoro essa canção porque concordo com muitos trechos.
    "Amor é prosa
    Sexo é poesia" - acredito que quando ela diz que amor é prosa, é porque é mais demorado e a poesia porque é uma leitura mais rápida, mas vendo pelo lado romântico, amor também é poesia pela delicadeza...
    Acredito que a interpretação fica bem aberta para cada pessoa, na minha opinião, acredito que as colocações que ela faz sobre o amor, dizem respeito a longevidade do sentimento, que para mim é 'para sempe, enquanto dure', e, em relação ao sexo, acredito que ela fala sobre o sexo passageiro, aquele de um dia e não ao sexo relacionado a um relacionamento mais profundo.
    Minha opinião.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua opinião e eu concordo com ela.
      Essa canção é sempre vista por um prisma diferente cada vez que a ouvimos e paramos para nos deliciar.
      Bjs

      Excluir
  4. ola
    realmente essa letra causou polemica .
    Uma musica nua e crua ,simples e direta ,sem rodeios ,sem bla. bla bla
    e Rita Lee marcou toda uma geração .cantava muito .

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!