Em Cartaz – Um Amor de Filme: O Rapto do Menino Dourado

Hoje na coluna Em Cartaz – Um Amor de Filme temos o prazer de apresentar um marco do cinema dos anos 1980. Uma comédia de ação, que passa pelo drama e acaba sendo uma fantasia sombria. O filme em questão é O Rapto do Menino Dourado (The Golden Child), lançado em 1986 e estrelado pelo maravilhoso Eddie Murphy. O filme foi um sucesso de bilheteria apesar das críticas negativas. O talento nato de Eddie Murphy para a comédia é quase palpável, adoro suas tiradas e seu sorriso cínico.

O enredo do filme é basicamente esse:
Em um templo remoto do Tibet, O "menino dourado" (J.L. Reate) é um garotinho com extraordinários poderes - que é considerado uma espécie de encarnação de Buda - que foi enviado ao mundo para trazer o dom de compaixão para a humanidade. Mas o Diabo não fica parado e envia seu emissário, Sardo Numspa (Charles Dance), para sequestrar a criança dourada. Sardo foge com a criança e vai para Los Angeles. Lá Kee Nang (Charlotte Lewis), uma bela sacerdotisa tibetana, procura Chandler Jarrell (Eddie Murphy), um detetive e assistente social que se autodenomina "descobridor de crianças perdidas" e estava investigando o caso de uma menina desaparecida chamada Cheryll Mosley. Kee fala para Chandler que ele foi escolhido para salvar a criança mágica dos malfeitores e salvar o mundo do mal. Antes que Chandler pudesse dar sua resposta, ele se vê segurando um punhal mágico e logo está envolvido por diversas aventuras, além de se apaixonar por Kee Nang.

Uma aventura para lá de incrível, com personagens místicos e fantásticos, para não dizer arrepiantes. Além de todo o mistério que cerca o menino dourado, ainda vemos aflorar o amor entre o carismático Chandler Jarrell e a doce e misteriosa Kee Nang, com direito a DR’s e provas de amor. Realmente uma graça de filme nesse quesito.

Ah, só um aparte, para quem não sabe o "Menino Dourado" que dá nome ao filme foi na realidade interpretado por uma atriz, J.L. Reate. Uma bela menina talentosa e fofa que encantou os telespectadores do filme.

Eu super recomendo que todos assistam, certeza que quem não viu vai amar e para quem já viu vai relembrar dos bons filmes dos anos 80. 


7 comentários:

  1. Eu amo muito uma coluna!!!!
    Esse filme é mais um que marcou toda uma geração e um ponto(fora tantos) que sempre me atraiu, é o bom humor. Eu me acabava de rir em alguns momentos e achava isso maravilhoso na época. Pois enquanto todo mundo focava no rapto, no drama, eu ria rs
    Os cenários também são incríveis e até hoje, vale muito a pena ser visto e admirado!
    O cinema de verdade!!!!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eram filmes divertidos na medida certa, sem fugir do teor dramático e de aventura que permeava a história. Tudo na medida certa, cenários, efeitos especiais, sem contar as tiradas do Eddie nos momentos de tensão.
      Um filme para assistir e se divertir.
      Bjs

      Excluir
  2. Olá, Leninha!
    Eu gosto desse filme. O assistia na minha infância na Sessão da Tarde, da Globo! Os filmes com Eddie Murphy no elenco geralmente são bons, na minha opinião. Gosto muito.
    Esse filme ou o título dele me lembra um livro que eu li anos depois, na minha adolescência, de um escritor brasileiro, o Marcos Rey: O Rapto do Garoto de Ouro, que é o sequestro de um pop star. Faz parte da Coleção Vaga-Lume, da Editora Ática. Você conhece? Já leu ou já ouviu falar? :)
    Boa tarde.
    Cartas da Gleize. 💌💕

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foram boas as nossas sessões da tarde, não é verdade?!
      Claro que me lembro do O Rapto do Garoto de Ouro, coleção vaga-lume era m os livros que se lia na minha infância/adolescência.
      Beijokas!

      Excluir
  3. Leninha!
    Mais um delicioso clássico dos anos 80 e claro que já assisti trocentas vezes e ainda assisto quando passa, porque acho atemporal.
    Sem contar que Eddie Murphy é risada na certa, mesmo que o papel dele nesse filme fosse mais de 'protetor', ainda assim, ri muito.
    Boa escolha.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quantas vezes eu assisti? Bota trocentas vezes misso, rsrsrs
      Eddie é top de linha no quesito humor, adoro todos os seus filmes, e ainda o veremos nessa coluna, pode esperar.
      Bjs

      Excluir
  4. Olá! Ahhh que esse eu já assisti (e muito) e não é a toa, porque é simplesmente maravilhoso e mais uma vez prova o quanto os filmes mais antigos dão de 10 a 0 em muitos atuais, mas cá entre nós preciso confessar que fiquei chocada com a informação de que na verdade tratava-se de uma atriz (OMG), é Brasil eu definitivamente fui enganada (risos).

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos