Em Cartaz - Um Amor de Filme: Crocodilo Dundee

Hoje a coluna Em Cartaz um amor de filme tem o prazer de apresentar uma das comédias de ação mais divertidas dos anos 80. Com vocês Crocodilo Dundee, um filme australiano e estadunidense de 1986 ambientado no Outback australiano e na cidade de Nova York. O filme foi feito com um orçamento de menos de US$ 10 milhões como uma tentativa deliberada de fazer um filme australiano comercial que atraísse uma audiência americana dominante, mas provou ser um fenômeno mundial de bilheteria. Foi o segundo filme de maior bilheteria daquele ano, depois de Top Gun.

O enredo do filme é basicamente esse: Michael J. Dundee, conhecido como Crocodile Dundee, é um caçador de crocodilos de um lugar isolado da Austrália. Casualmente chegam notícias sobre ele aos Estados Unidos e um periódico de Nova Iorque decide enviar uma jornalista para realizar reportagens sobre este exótico personagem. A filha do editor Sue Charlton, é escolhida para a tarefa. Depois de enviar várias matérias sobre Dundee ao periódico, e saber do êxito que teve, Sue o convence a acompanhá-la até Nova Iorque para que o público o conheça melhor. Na grande cidade tudo resulta em novo e estranho para o caçador australiano, acostumado a viver sem ninguém por perto. E entre Dundee e Sue irão surgir sentimentos que acabam em uma história de amor; sendo que Sue já tem um noivo na cidade.

As aventuras de Mick Dundee pela cidade rendem muitas risadas e muita diversão, a produção é simples, mas o filme é cativante, tanto que devido ao sucesso acabou gerando duas continuações. 

Crocodilo Dundee recebeu uma indicação ao Oscar, na categoria de Melhor Roteiro Original. Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Ator- Comédia/Musical (Paul Hogan), além de ter sido indicado nas categorias de Melhor Filme - Comédia/Musical e Melhor Atriz - Comédia/Musical.

Eu, particularmente amo esse filme e assisto sempre que tenho oportunidade. Paul Hogan, apesar de não ser um galã nos padrões da época, magro, alto, com um físico de um homem comum, mas com olhos de um azul cortante e um sorriso cínico, arrancou suspiros nas moçoilas na época em que o filme foi produzido. Por mim também, é claro.

Uma ótima pedida para assistir numa tarde de domingo, acompanhado por um balde de pipocas e uma Coca-Cola gelada. Diversão garantida.

12 comentários:

  1. Se eu te falar que quando o Paul faleceu nesse ano, eu fui rever esse primeiro filme da trilogia, você acredita?? Nossa, tem uma lágrima aqui. E oh, eu acho que foi por complicações do Covid ;/
    Se minha pouca memória não estiver tão ruim(ela sempre está) foi em Março ou Abril o falecimento dele e me pegou de jeito.
    Crocodilo Dundie marcou a infância e adolescência de muitos de nós e foi impossível não rir muito nesse primeiro filme(por mim, os outros não foram tão bons não)
    Inocente...aquele tipo de filme inocente!
    Deu saudade agora, mesmo que as obras sejam eternas e olha aqui a coluna que amo de paixão só para nos mostrar isso!!!!
    Obrigada mais uma vez, pelas emoções!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Angela, então, deixa eu esclarecer uma coisa. O ator do filme que morreu de Covid-19 não foi o Paul Hogan e sim o Mark Blum que fez o papel de noivo da Sue, em março desse ano.
      Uma notícia triste para os fãs do ator.
      Quanto ao filme, não tem como não fazer uma viagem no tempo, não é verdade?!
      Ah, de nada, é sempre um prazer fazer os posts dessa coluna.
      Bjs

      Excluir
    2. Gente, sério isso???? Eu jurava que era Paul ;/ Não sei se agora fico feliz ou triste. Me lembro sim, do Mark. Eu com certeza absoluta confundi foi tudo. O que sei é que revi o filme rs ao menos isso, tem de bom na minha leseira.
      Obrigada pela correção!!!!
      Beijo

      Excluir
    3. Eu também vi a reportagem na época dizendo "morre ator de Crocodilo Dundee", na hora pensei que tinha sido o Paul, mas foi o outro ator, infelizmente uma vida se perdeu para essa doença, mas a capa da reportagem dá a impressão que o ator do filme seria o astro do filme.
      Acontece da gente pensar logo isso.
      Que bom que você soube agora da verdade, e você não é lesada não, acontece, rsrsrrs
      Bjs

      Excluir
  2. Olá! Eita que a Coca-Cola eu dispendo, pois, minha SII não permite (risos)! Mas o convite é para lá de tentador, esse foi um dos filmes que sem dúvida marcou minha infância, lembro de algumas cenas marcantes, mas confesso que não sabia desses tantos de prêmios que ele ganhou, com direito a indicação ao Oscar e tudo hein, mais que merecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um suco de frutas então, também cai bem, rsrsrs
      Pois é, o filme foi premiado e aclamado na época, fica aí para a gente valorizar não só os filmes americanos, a Austrália também tem muito talento para oferecer.
      Bjs

      Excluir
  3. Ola
    Assistia esse filme na sessáo da tarde
    Pura nostalgia .Um filme simples mas que traz um personagem autentico natural .E traz tantas situaçoes hilarias ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza esse filme traz muita diversão, tem cenas que só de lembrar a gente ri, não é?!
      Adoro!
      Bjs

      Excluir
  4. Leninha!
    Dia desses passou a reprise desse e do segundo filme e pude assistir novamente, dei boas risadas, porque tem muita coisa engraçada e os protagonistas são amravilhosos, mesmo achando que ela nada tinha haver com ele, os dois acabaram dando certo e o filme fiquei maravilhoso.
    Ultimamente tenho só comido a pipoca com suco, tem uns 6 anos que deixei os refrigenrantes de lado, principalmente meu vício favorito que era a coca-cola...kkk
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu peguei essas reprises e assisti, é claro.
      Pois é, eles não tinham muito a ver, mas dera, certinhos, isso é o bom do cinema, casar protagonistas improváveis e brilhar.
      Gosto de pipoca com suco também, coca cola aqui tbm é raro, já foi o tempo em que era bom.
      bjs

      Excluir
  5. Oi, Leninha!
    Sem dúvida Crocodilo Dundee é um amor de filme, as aventuras de Mick na cidade é o ponto forte do filme pra mim, é cada situação que o nosso protagonista se mete rsrs, e nossa, como eu torcia para que o Dundee e a Sue acabasse juntos, não preciso nem dizer que eu detestava o noivo dela, né?! rsrs
    Ah, esse sorriso cínico do Paul Hogan me causou suspiros também, mas como resistir aquele sorriso?! Não tem como, né?! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma delicia aquele sorriso cínico, não é?!
      O filme todo é perfeito, amei o segundo filme também, bom ver Mick em seu território e ver como ele sabe lidar com os perigos do lugar.
      Beijokas, Any

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos