Realidade Oculta – Tito Aureliano

Realidade Oculta é sobre muita coisa, de modo que é, ao mesmo tempo, fácil e difícil falar sobre ele. Fácil porque é uma bíblia de referências cinematográficas e literárias, uma mistura de narrativas que nos levam a criar um mundo semelhante a Jurassic Park e que nos conduz por narrativas de mestres da ficção científica; difícil porque ele é, também, absolutamente original – uma experiência de leitura que precisa ser vivenciada, de modo bastante particular, por cada leitor.

Brasileiro, ambientado no Maranhão, o livro de Tito Aureliano nos leva por uma aventura aos olhos de uma jovem paleontóloga, pesquisadora de uma universidade e que, certo dia, é convidada por seu professor para ajudá-lo em uma pesquisa de campo no Maranhão. Ela parte, junto a um amigo, seu irmão e sua namorado, em busca de tentar entender o motivo de sua presença ser solicitada.

Chegando lá é conduzida até uma ilha erma, em um clima que já introduz o leitor na atmosfera desconhecida que o autor, posteriormente, criará e explorará. Pois bem, parte ela levando consigo temores e o leitor: o que será que a espera na ilha?

Não apenas o que espera, ela encontra – ou seria melhor dizer o contrário – o professor desaparecido. E ela mesma se vê, misteriosamente, após uma batida de barco (uma batida em uma luz, é verdade) transportada para um período precedente a existência dos humanos: está agora, vivendo os perigos do cretáceo, tendo que viver à sombra de um medo iminente.

Daí até o fim são infinitas aventuras e conspirações. Suspeita de ataques alienígenas, doenças amedrontadoras e cenários que, de tão realmente descritivos, são capazes de saltar das páginas para o leitor. 

Confesso que a leitura foi um verdadeiro achado e uma surpresa. Há muitas reviravoltas em todo o enredo, o tempo todo. O autor cria uma aura de desastre imediato que faz a narrativa fluir em fluxo constante, com personagens bem incorporados e identificados, cheios de complexidades próprias.

Se, por um lado, por vezes essa mesma narrativa se mostre excessivamente detalhista, por outro esse mesmo excesso serve ao leitor como campo vasto dele próprio criar as imagens de cenários e dinossauros.

Temos muitos, muitos dinossauros. Como falei, é um livro que parece fazer uma justa homenagem a Jurassic Park e seus sucessores do jeito mais brasileiro possível – com essa originalidade de cenários e personagens.

E o final... ah, que final surpreendente também! De um modo inesperado e pensado exatamente para se encaixar com o começo da história, tudo pensado para que não sobre ao leitor qualquer insatisfação quando o livro for fechado – não com o final, pelo menos.

Então se você gosta da temática e ainda quer apreciar uma boa narrativa brasileira, está aí uma sugestão. Divirta-se e não se deixe devorar.
Boa leitura!

Um diário de uma velha senhora do século 19, recuperado de um antigo manicômio, revela uma aventura fantástica de viagem no tempo, em que um grupo de cientistas é acidentalmente transportado ao Período Cretáceo. Eles são obrigados a encontrar uma rota de fuga, tentando interpretar o fenômeno que os levou até ali, enquanto sobrevivem em meio a dinossauros e outras ameaças de um mundo extinto.

3 comentários:

  1. Nossa literatura nacional mostrando mais um grande motivos para ser admirada!!Eu gosto demais desse cantinho aqui, tá, tem tantos outros motivos, mas esse de incentivar sempre a nossa literatura é maravilhoso.
    Ainda não conhecia o livro e apesar de não ter muita intimidade com o gênero, isso do diário, manicômio e afins, me agrada muito.
    Ah, viagem no tempo também!!!
    Já vai pra lista de desejados!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O vazio na flor

    ResponderExcluir
  2. Olá! Confesso que não conhecia o livro, mas adorei saber que a viagem no tempo vai bem além do que normalmente eu estava acostumada! Dinossauros... eita eita eita, depois de uma aventura dessas parar no manicômio não me surpreende (risos).

    ResponderExcluir
  3. Ronaldo!
    Confesso que nunca tinha ouvido falar do livro, mas gostei da temática porque além de trazer os lendários Dinossauros,achei todas essas reviravoltas interessantes, trazendo muita aventura e surpresas, adorei.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos