Como um Mar de Rosas - LK Farlow

Esse livro já me pegou pela delicadeza da capa. Adoro capas doces com casais e filhos, bem comum nas antigas capas de romances de banca, aqueles bem florzinhas. O que difere dos romances de banca a que me refiro é que aqui temos uma mocinha independente e um mocinho com um trauma devido a uma desilusão amorosa.

Vamos conhecer a história de  Myla e Cash, ambos passando por situações complicadas e saindo de problemas em seus relacionamentos. Myla ficou grávida de seu namorado, um cara sem compromissos e que ao saber da gravidez simplesmente some do mapa. Ela sabe que precisa seguir sozinha e sem nenhuma perspectiva de ter alguém ao seu lado para enfrentar a barra de ser mãe solteira, até porque ela não precisa de um príncipe encantado, ela se garante sozinha.

Cash acaba de passar por uma decepção enorme, sonhava com um futuro ao lado de sua namorada até descobrir que era traído há anos. Isso quebra qualquer coração, e deixa uma pessoa dura e sem esperanças para um novo amor.

Dois corações quebrantados, sofridos, e que se encontram para viver um grande amor — mesmo que eles não percebam isso —, apesar de que até chegar ao final feliz eles passam por muitas coisas, inclusive a falta de confiança.

Um dos pontos fortes da trama é a atração entre nossos protagonistas, ela é quase palpável, porém os fantasmas que assombram os dois ficam presente por quase toda a narrativa. 

Amei a forma com que a autora desenvolve a trama de maneira leve e sucinta, sem grandes percalços, simplesmente levando a leitura de maneira simples e coerente. Palmas para os personagens secundários da trama e suas personalidades cativantes e inspiradoras, espero vê-los nos outros livros da trilogia. É isso mesmo, esse é o primeiro livro de uma trilogia, porém cada livro narra a história de personagens diferentes, então não se preocupe, Como um mar de rosas tem começo meio e fim. 

Não deixe de ler essa história leve e fluida. Super indicada para quem gosta de histórias fofas e meigas e que deixam um gosto bom de quero mais.
Recomendo a leitura.

Como Um Mar de Rosas é um conto de fadas moderno, cheio de surpresas.
Myla Rose McGraw pode ter somente vinte anos, ser solteira e estar grávida, mas não é uma donzela em perigo. Ela não precisa de um homem em sua vida. Afinal, sua avó lhe ensinou que quando o destino lhe der limões, você deve fazer uma limonada.
Então ela conheceu Cash Carson, que se recuperava de uma traição. Para ele, jurar amor eterno a uma mulher não levou a nada além de dor e infelicidade, o que o obrigou a seguir em frente sozinho.
Até que uma linda ruiva do sul surge em sua vida.
Se a melhor escolha era fugir do amor, por que seu coração batia mais rápido toda vez que Myla Rose sorria com tanta doçura?
Ele não era um cavaleiro de armadura, e ela não precisava ser salva.
Mas... caramba, Cash queria tentar, de qualquer maneira.

11 comentários:

  1. Também gosto demais desse estilo de capa, que remete ao antigos romances de banca, com famílias felizes!
    Aliás, o enredo do livro é bem assim, uma família. Não feliz logo de início, mas sim, com personagens que apesar das marcas duras da vida, decidiram dar uma chance ao sentimento.
    O capricho de Editora vem alcançando uma legião de fãs e claro que preciso deste livro!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
  2. Oi Leninha, esta capa é mesmo um doce, daquelas que dá vontade de ficar admirando... Nossa, que protagonista forte esta Myla, mesmo com a pancada do destino, decidiu seguir em frente com muito amor pra dar ao seu neném. Tenho medo desses protagonistas masculinos que vêem de um relacionamento quebrado, eles costumam fazer as mocinhas sofrerem, será que o Cash é assim?

    Beijo amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai se surpreender com o Cash, leia e depois me diga.
      Beijos!

      Excluir
  3. ola bom dia
    um romance fofo que traz personsgens que sao tao proximos da nossa realidade
    muitas mulheres ficam gravidas e sáo abandonadas e muitos homens sofrem desilusoes amorosas
    nao digo que vou ler o livro nesse momento porque estou com muitos livros para ler mas a dica ja esta anotada bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá! Fui fisgada por esse livro, justamente por essa capa fofa e que já nos deixa suspirando sem ao menos começar a leitura. Por isso o livro já faz parte da minha meta (mesmo não tendo meta), espero poder acompanhar a história desses dois o mais breve possível, mas confesso que levei um sustinho ao ler a palavra trilogia, mas graças aos deuses, cada livro é independente (ponto positivo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A palavra Trilogia assusta mesmo, mas cada livro com personagens diferentes a gente encara, não é?!
      Beijokas, Elizete.

      Excluir
  5. Ai Leninha!
    Precisando ler um romance assim com algum drama, traumas do passado, um bebe que deve ser fofo e um final feliz!
    A capa é tão enternecedora e linda.
    Bom saber que as personagens secundárias também tem papel primordial e quem sabe poderão ser os protagonistas principais dos próximos volumes da trilogia.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Eu acho que esse livro da uma Lapada no conceito de família tradicional brasileira. A história é fofa do início ao fim não tem como não se apaixonar pelo casal e não tem como não se apaixonar mais ainda pelo bebezinho quero ver os próximos volumes da trilogia urgentemente

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos