Segundas Intenções - Bia Carvalho

Estou cada vez mais encantada com tudo que tenho tido o prazer de ler escrito por autores nacionais. Eles conseguem trazer para suas histórias a realidade que está lá fora, e passam emoções e sensações que fica difícil não levantar e aplaudir de pé suas perspectivas e a descrição dos cenários que batem em nossa porta todos os dias. 

Devo confessar que Segundas Intenções já me ganhou pela capa. Quem não ama um belo Cowboy com um peitoral definido e um chapéu escondendo o olhar?! Eu, particularmente amo. Mas daí eu li a sinopse e não tive dúvidas: precisava ler esse livro. E posso afirmar com toda a certeza que a história foi bem mais do que eu esperava. 

Eu já imaginava que teríamos um drama bem tocante, mas nada me preparou para a história de Suzanna, uma mulher que deixou de viver sua vida por puro medo, medo de um homem obsessivo que jura lhe amar, mas que a aterroriza com chantagens, ameaças, violência psicológica e física. 

Nossa protagonista encara um dos piores medos de toda mulher: um homem que amedronta e usa o “amor” como alimento para sua obsessão. 

Mas, eis que a esperança surge na vida de nossa mocinha, e ele se chama Nicolas, um Cowboy de coração, um homem que decidiu voltar à suas raízes deixando para trás o trabalho num escritório para retornar a sua fazenda e cuidar da terra que tanto ama. 

Suzanna e Nicolas são personagens apaixonantes que transbordam fogo e paixão, mas que precisam enfrentar obstáculos quase intransponíveis para se amarem.

Segundas Intenções me deixou durante toda a leitura em um estado de suspense e numa expectativa além do normal. Foi difícil ver nossa protagonista enfrentar os abusos pelo qual passou nas mãos de César, o antagonista da trama, e que passei a odiar com todas as minhas forças.  César é a perversão em forma de homem, e sabe ser cruel sem nem mesmo usar a força. Ele é vingativo, rancoroso, invejoso e obsessivo ao extremo. Não tem como não temer um homem assim. 

Nossos protagonistas irão passar pelas piores situações em busca de seu final feliz, um final feliz que talvez nunca chegue, e esse suspense prende o leitor em toda a trama. Ficamos hipnotizados, sedentos por um desfecho aceitável, já que o vilão da história faz parte da família. 

Bia Carvalho soube levar o leitor por uma trilha inusitada, nos fez ver como acontece uma relação abusiva e como lidar com ela, mesmo que nossa mocinha tenha tropeçado e caído ela soube se erguer com a força da família e, claro, do amor. É perceptível a relação que se cria entre leitor e personagens, tanto que fica difícil desapegar depois. To me sentindo meio órfã!

Uma história única que fala de amor, amizade, superação, luta por justiça e com um final eletrizante, regada com cenas para lá de sensuais entre nossos mocinhos. Cenas muito bem descritas e que elevam a imaginação de quem lê. 
Eu recomendo a leitura para ontem. 

Tudo que eu esperava quando decidi retornar para a minha cidade natal era deixar de lado o trabalho dentro de um escritório e abraçar a vida na fazenda.
O que eu não esperava? Me apaixonar... muito menos pela garota misteriosa que todos diziam ser proibida para mim e que fugia cada vez que eu tentava me aproximar.
Curioso e intrigado, fui atrás da verdade e descobri que ela vivia à sombra de um homem obcecado, que a vigiava, espreitava e controlava. E o pior: este homem era meu próprio irmão.
Quando também roubei seu coração para mim, tudo se transformou em caos, e eu me vi pronto para entrar em uma guerra por amor, antes que a mulher por quem me apaixonei fosse arrancada de mim para sempre.

10 comentários:

  1. Leninha, sua linda, que resenha! Fiquei emocionada aqui lendo. Muito obrigada.
    Acompanho seu blog há muito tempo e é uma honra pra mim que tenha gostado do meu livro.
    Beijos mil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço pelo imenso prazer que foi ler sua história.
      Beijos mil!

      Excluir
  2. Olá! Tão bacana ver cada vez mais o trabalho dos autores nacionais em alta e não é para menos neh, tem cada livro maravilhoso, que o difícil mesmo é conseguir manter a leitura em dia e a famosa listinha na ordem certa (risos). Esse eu ainda não conhecia, mas em se tratando de caubóis já estou dentro, brincadeiras a parte, já deu para perceber que a autora trouxe um tema bem pesado, e infelizmente, bem atual que faz parte do dia-a-dia de milhares de mulheres, por isso, acredito que várias leitoras irão se identificar, e porque não tirar algumas reflexões e força que as coisas podem ser melhores, fiquei curiosa em conhecer a maneira como ela abordou isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vaia amar Nicolas, um Cowboy de coração. O fio condutor da trama é forte, mas a autora soube levar com leveza apesar de tudo e nos brindou com uma bela história. Vale a pena conferir.
      Bjs

      Excluir
  3. Eu falo e repito milhares de vezes: Nossa literatura nacional é incrível e bobo é quem torce o nariz!
    Mesmo sem conhecer as letras da autora, já estou de queixo com essa capa e essa premissa.
    Até eu já quero um cowboy assim, eita lelê!!!!
    Mas brincadeiras à parte, duas pessoas marcadas tentando um recomeço e pelo que entendi, perrengue é pouco que terão que enfrentar.
    Já torcendo por um final feliz(que de boba só tenho a cara)
    Listinha de desejados!
    Beijo

    Angela Cunha Gabriel/Rubro Rosa/O Vazio na Flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Angela, você vai curtir demais esse livro, apesar do tema forte e o suspense que paria em toda a trama essa é uma daquelas histórias que marcam a gente.
      Vale a pena ler.
      Bjs

      Excluir
  4. Ai Leninha!
    Me deixou bem instigada pela leitura.
    Fala de tema importante como abuso psicológico e físico e fiquei pensando como a protagonista conseguiu se desfazer desse ser desprezível que se dizia seu marido. E se é tão rancoroso e vingativo, como ele permitiu um novo romance da ex? Fiquei bem intrigada.
    A capa é tudo de bom mesmo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade César se considerava o dono de Suzanna, o que torna ainda pior a obsessão.
      Você precisa ler, Rudy. Só assim você vai entender a proposta da autora.
      Bjs

      Excluir
  5. Bom dia
    E muito bom ver os autores nacionais fazendo sucesso
    confesso que li pouco ate agora e infelizmente esses romances nacionais nao se encontra em minha cidade
    tomara que isso mude
    a autora pelo que voce resenhou trata de um tema doloroso e que precisa ser constantemente debatido aue e a violencia contra as mulhetes
    chega de ver tanto abuso fisico e moral contra as mulheres
    embora seja um romance acredito que a obra nos traz importantes reflexoes .
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha Eliane, recomendo para você um Kindle. Só assim você vai poder ler tudo que desejar por um preço acessível e rápido. Kindle é de Deus, mulher.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos