Feitos de sol – Vinícius Grossos

O ano é 1990. O cenário é algum lugar que poderia ser qualquer lugar. As rádios tocam É o tchan! As locadoras de filmes são as melhores formas de ter acesso ao cinema. E o mundo está para acabar, você acredita? Os garotos Cícero e Vicente, protagonistas do novo romance de Vinícius Grossos sim, e é por isso que chegamos até aqui.

Capítulo a capítulo, vamos conhecer a vida do Cícero, um garoto criado apenas por sua mãe e que tem em Karol, sua melhor e mais confidente amiga, um refúgio para todas as suas confusões (quando não é ela mesma que as ajuda a criar) de ter apenas 15 anos e estar se descobrindo. Ele adora alugar filmes e é fã de uma HQ chamada UnderHero.

E é por causa dela que ele conhecerá Vicente. Os caminhos dos dois se cruzam quando ambos descobrem que a banca que eles compravam a revistinha fechou sem tê-los dado a chance de saber o desfecho da saga desse herói que mudou suas vidas. Então os dois se conhecem. E começam a desenvolver uma amizade forte. E... o amor.

A partir disso muita coisa acontece. Dedicados a saber o que afinal aconteceu com o último número da HQ, eles embarcam em uma aventura a caminho de um festival de cultura alternativo. E no meio de tudo isso, enfrentam seus medos, suas limitações e se descobrem no meio de uma espiral que não se sabe para onde irá leva-los.

Esse foi meu primeiro contato com a obra do Vinícius e, sem dúvidas, foi um ótimo começo. Sua escrita é fluida, envolvente e altamente sensível. Tocando em assuntos tanto importantes quanto necessários, o autor revela, página a página as complexidades humanas de seus personagens. Ele parece captar como ninguém essa vivência jovem de buscar seu lugar no mundo.

E acho, afinal, que toda essa estória gira em torno do adolescente deslocado, daquele que precisa de ajuda, daquele que, muitas vezes se sente sozinho. Vinícius, com uma sensibilidade impressionante, aproxima seu leitor dos dramas vivenciados pelo Cícero e pelo Vicente.

Ambos são personagens aparentemente diferentes. Completamente, eu diria. Enquanto o Cícero, que narra a estória, tem mais liberdade (claro que dentro de algumas limitações), Vicente foi criado por uma família conservadora cristã que poda sua existência de diferentes maneiras. Mas o mais legal desse envolvimento dos dois é eles perceberem que, no fundo, são bastante parecidos: vivenciam o mesmo drama, os medos, as angústias e as ânsias inerentes a essa fase da vida.

Sem contar que eles acreditam piamente no fim do mundo (sim, você também vivenciou ou já ouviu falar das teorias de que o mundo acabaria na virada para os anos 2000, não é?). Para o Cícero o fim chegará por causa de um bug nos computadores; já o Vicente acredita que o apocalipse acabará com tudo. E isso é só um plus divertido no livro!

E ah, eu não poderia deixar de falar da dona Emir, avó do Vicente. Ela é uma senhorinha que - por Deus, obrigado, Vinícius, por tê-la criado! Ela dá um toque de diversão e ensinamento no livro incomparável.

Enfim, leiam Feitos de Sol! Ele tem o gostinho de ser adolescente, tem o divertimento da fase e do tempo e lida com muitas questões de vida e sexualidade realmente importantes. Deem esse livro de presente para os adolescentes, façam eles lerem. Você mudará o mundo um pouquinho – e o livro mudará o mundo de quem o ler, não apenas um pouquinho.

Boa leitura, semana que vem a gente se vê por aqui de novo!

E se você soubesse que o mundo está prestes a acabar, qual seria o último momento que você gostaria de guardar para sempre? E se fosse sua última chance de seguir seu coração e descobrir um mundo novo de possibilidades? E se você encontrasse o verdadeiro amor prestes a enfrentar o bug do Milênio?
Essas eram algumas das dúvidas que Cícero tinha em mente, no auge de seus 15 anos e prestes a vivenciar a virada dos anos 2000. Mas tudo isso mudou no instante em que Vicente atravessou o seu caminho e colocou tudo de pernas para o ar.
Neste romance, vamos acompanhar os planos finais de dois meninos que viram suas vidas se entrelaçarem quando um grande desastre estava prestes a acontecer. Vicente, um jovem reprimido por uma família extremamente religiosa e conservadora. Cícero, um garoto criado apenas pela mãe com muito carinho, mas com enormes dúvidas quanto ao seu papel no mundo.
Unidos pelo destino em busca da última edição de uma revista da qual eram fãs, Vicente e Cícero vão descobrir o valor da amizade e do primeiro amor, o peso do ódio e do preconceito, e meio a momentos inesquecíveis em uma das décadas mais fantásticas: os anos 90. Um a história delicada e divertida sobre o primeiro amor e suas consequências.

5 comentários:

  1. Que resenha mais linda!
    Amei amei amei!
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Quem não viveu esse "bug" dos anos 2000 né? rs
    Eu me diverti com todo mundo esperando esta noite fatídica e? Nada!
    Mas voltando ao trabalho, todo o trabalho que a Editora e o próprio autor fizeram na Bienal e bem antes dela, fizeram com que este livro ficasse entre os mais vendidos e sim, elogiados!
    Mesmo só conhecendo um livro do autor(1+1, A Matemática do Amor) me apaixonei por sua maneira sutil de desenhar histórias de amor mais leves e sendo assim, mais bonitas. Gosto deste jeito dele de colocar o amor juvenil, onde dois jovens sempre acabam se encantando e aí, surgindo o sentimento!
    Falar do amor é sempre válido, independente de sexo, raça ou afins!!!
    E oh, dizem que a trilha sonora desta obra é maravilhosa. Afinal é anos 90 né? rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Olá! Pelo últimos acontecimentos no nosso país e no mundo fico aqui me questionando porque esse meteoro foi passar longe #sóacho #vergonhaalheia #segueobaile. Mas voltando a resenha, ainda não tive contato com a escrita do autor, mas pelo jeito não vai ser por muito tempo (risos). Que história encantadora, sem dúvida deve sim ser lido por todos, principalmente os adolescentes, por isso, já vou dar a dica para a professora da sala de leitura da escola em que trabalho. Vai ser bem divertido acompanhar essa aventura em busca do desfecho da HQ e das descobertas que nossos protagonistas farão juntos com a gente.

    ResponderExcluir
  4. Ronaldo!
    Já li dois outros livros do Vinícius e sempre traz temáticas mais jovens, porém que devem ser tratadas.
    Aqui deu para notar que ele mostra a visão de duas famílias e adolescentes diferentes, porém com as mesmas preocupações e problemas e isso é fascinante, porque mostra que não tem classe social ou crença para que as opiniões, ideias, vontades, desejos se sobresaiam.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Olá ♡ Achei muito legal o fato de a história poder se passar em qualquer lugar dos anos 90. Não passei tanto por essa fase de ir a locadoras, mas lembro que era bem legal alugar vários DVD's e passar o final de semana assistindo.
    Gostei bastante que como os personagens são adolescentes, o autor aborda essa fase de descobrimento, de perceber do que gosta ou não, de saber quem realmente é.
    Achei tão legal que os personagens se conhecem por causa de uma HQ, é bem original.
    Gostei também que antes de ter um relacionamento, os garotos se tornam amigos, gosto quando o amor nasce de uma amizade. É bacana acompanhar a amizade ir se tornando algo mais até o ponto em que os personagens percebem que estão apaixonados um pelo outro, é um clichê que acho muito difícil não funcionar, no entanto que é um dos meus favoritos ♡
    Ao ler essa resenha, minha vontade de ler algo do autor só aumentou, já que ele tem uma escrita sensível e fluída, uma ótima combinação ♡ Acho tão importante que ele aborde temas tão necessários em Feitos de Sol, ainda mais sobre sexualidade.
    Apesar de eu não ter nascido nessa época, já ouvi muito sobre essa teorias de fim de mundo kkkk. Deve ser bem divertido ver os garotos falarem sobre como acham que o fim do mundo será.
    Fiquei curiosa para conhecer a dona Emir, já que ela parece uma personagem tão maravilhosa e espirituosa, aquele tipo de personagem que a gente deseja que fosse real.
    Quero muito ler esse livro para conhecer a escrita do Vinícius Grossos e acompanhar a jornada dos protagonistas!
    Muito obrigada pela indicação! Beijos ♡

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos