Em Cartaz – Um amor de Filme: A Garota de Rosa Shocking

Quem nunca assistiu ao filme A Garota de Rosa Shocking precisa urgentemente tirar esse atraso. Poucos filmes retratam o amor de maneira tão doce, tão inocente e ao mesmo tempo tão apaixonante. Claro que não podia ser outro gênero se não a comédia romântica. Voltado para o público adolescente, porém abordando também temas adultos, como o desemprego e o alcoolismo. O filme é de 1986 e tem como tema principal o retrato das diferenças sociais nos Estados Unidos.

A trilha sonora do filme foi escolhida uma das mais marcantes do cinema moderno. A canção "If You Leave" do grupo Orchestral Manoeuvres in the Dark, executada de forma proeminente durante a emotiva cena final, se tornou um grande sucesso internacional e alcançou a posição #4 na Billboard Hot 100 em maio de 1986.

Em A Garota de Rosa-Shocking temos a maravilhosa Molly Ringwald interpretando Andy Walsh, uma estudante de 17 anos quase independente, que mora com o pai desempregado, trabalha em uma loja de discos e que, ao ganhar uma bolsa de estudos, enfrenta a barra de ter que estudar em um colégio frequentado por alunos, em geral, ricos e fúteis. Seu único amigo na escola é o divertidíssimo Duckie, Phil Dale, interpretado por John Cryer, que tem uma quedinha por Andie, e que junto com Iona, a colega de trabalho de Andie, dão todo o toque de comédia ao filme.

Andie se apaixona pelo rico e popular Blane McDonough (Andrew McCarthy), amigo do vilão Steff, interpretado pelo eterno canalha James Spader, que dá em cima de todas as garotas do colégio, namora com a mais popular, e quer de qualquer forma seduzir a garota mais pobre e estranha da turma só para tirar um barato. 

Uma das cenas mais engraçadas e inteligentes do filme é a que Andie dá um fora sensacional em Steff, que ao falar: "Sabe, tenho saído com um monte de garotas desta escola. Não consigo entender o que faz você tão diferente." e ouve de Andie: "Eu tenho bom gosto." Quer dizer, por ter bom gosto não sairia com ele de forma alguma.

Blane, porém, é totalmente diferente do "amigo" que por várias vezes tenta separá-los. É sensível, honesto, legal, e também se apaixona por Andie, sofrendo somente a pressão da turma por se interessar pela alternativa e completamente maravilhosa Andie.

Pronto, já falei demais sobre o enredo do filme. Agora faça um favor a si mesmo e vá correndo procurar esse filme para assistir. Chame uma turma legal, escolha um canto confortável, pegue a pipoca e o guaraná e se delicie com esse clássico dos anos 80.

Sinta um gostinho do que te espera!

3 comentários:

  1. Já estava com saudade dessa coluna!!! Amo isso de resgatar os grandes clássicos do cinema mundial e sem sombra de dúvidas, este filme só não nos embalou pelo enredo todo angelical e doce(sessão da tarde total),mas também pela trilha sonora que na época foi um sucesso enorme também.
    Perdi as contas de quantas o vi e a parte que identifica o nome do filme é maravilhosa e ai ai, suspira!!!
    E acredito que tenha esse filme no Youtube!!!
    Vou rever..rs
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demorei mesmo para postar, tava cheio de divulgação para fazer e infelizmente caíram nos dias da coluna, mas prometo não demorar demais a próxima. Já sei até que filme quero relembra, aguarde!
      Também perdi as contas de quantas vezes assisti esse filme, adoro a simplicidade da Andie, ela mostra que não precisa ser linda, rica e popular para ser amada.
      Beijos!

      Excluir
  2. Olá! ♡ Ah, o que falar sobre esse filme?! Ele é um daqueles filmes que te prendem do início ao fim. É tão fofo, romântico, divertido e ainda conta com personagens cativantes.
    Andie é um espetáculo de garota, ela sempre é tão segura de si e gosto muito que ela não tenha visto necessidade em mudar quem é apenas para agradar os outros, para ser aceita entre os estudantes ricos. Adoro a personalidade dela. Molly Ringwald ficou perfeita para o papel, assim como Andrew MacCarthy e John Cryer (adoro o Dickie ❤).
    O fato de o filme abordar o desemprego e o alcoolismo, mesmo sendo um filme para adolescentes, é mais um ponto positivo sobre a trama.
    O romance entre Andie e Blane é uma fofura, mesmo com as dificuldades que surgem por eles serem de classes sociais diferentes. A parte do beijo entre eles na frente do carro de Blane no final, é uma das minhas favoritas.
    Preciso assistir esse filme novamente, já que faz um tempo desde que o assisti pela última vez.
    Beijos ♡

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos