Em Cartaz - Um Amor de Filme: Curtindo a Vida Adoidado

Curtindo a Vida Adoidado, originalmente Ferris Bueller's Day Off, é um filme norte-americano de 1986, dos gêneros comédia adolescente e aventura, e com certeza um clássico que já foi visto por milhões de pessoas, e eu duvido que alguém não tenha gostado.

O filme, cuja história trata de um jovem que, para aproveitar a vida, finge estar doente para matar aula junto com sua namorada e o melhor amigo, é visto pela crítica moderna como um clássico e um paradigma do cinema da década de 1980, notável por ser uma obra cinematográfica que o espectador não se cansa de rever.

A interpretação de Matthew Broderick foi fundamental para o sucesso do filme, seu carisma, seu jeito divertido de agir leva o público ao delírio, principalmente numa das cenas mais perfeitas do filme, quando Ferris canta em plena parada alemã, e faz toda a cidade dançar ao som de Twist and Shout dos Beatles, sendo inclusive filmado e visto na TV. 

Escolhido pessoalmente pelo diretor John Hughes para o papel, e posteriormente indicado ao Globo de Ouro de 1987 na categoria de melhor ator em comédia / musical pelo seu trabalho que é considerado como o melhor de sua carreira. 

Em 2006, a revista brasileira Veja, ao comentar o lançamento do DVD do filme, vinte anos após sua estreia, disse ser uma obra definitiva e insuperável no estilo, e que não envelheceu: todo o tempo festeja a alegria de viver, em cenas antológicas. As cenas de sala de aula justificam o preço do ingresso: fazem-no lembrar os tempos de escola, quando todos enfrentam aulas chatas e professores enfadonhos.

O filme não se baseia apenas na diversão de Ferris com os amigos,  mas ele traz também uma lição que pode até passar despercebida pelo telespectador, que é o amadurecimento dos personagens ao longo de apenas um dia. A diversão é só um dos pontos altos da trama, ver o quanto Ferris e seus amigos, sua irmã e até mesmo seu professor (que o persegue o dia inteiro) amadurecem durante um dia tão incomum é o que faz desse filme um dos melhores no gênero comédia musical.


11 comentários:

  1. ola
    ASSISTI esse filme tantas vezes é simplemente inesquecivel
    a autuaçao do MATTHEW é maravilhosa
    SAUDADES de filmes assim
    bjs

    ResponderExcluir
  2. É tão gostoso sempre de assistir!
    Bjbj

    ResponderExcluir
  3. Eu amo esse filme, já assisti inúmeras vezes!!! Seu blog esta maravilhoso... Estou retornando ao meu: diarios-do-anjo.blogspot.com
    Passa lá para uma visitinha, estou postando um Conto chamado Haziel.
    Aguardo sua visita! Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Anjo, depois darei uma passada lá sim, me aguarde.
      Bjs e seja sempre bem-vinda.

      Excluir
  4. Este filme é um dos grandes clássicos, que pode passar o tempo que for, sempre é citado como indicação, principalmente aos mais jovens que não acompanharam toda essa rebeldia descrita no longa!
    E realmente, em um dia, há de tudo! Desde a amizade mais límpida, o romance ali, bonitinho, a escola, o fugir das regras, a família e também este crescimento dos personagens, o amadurecimento de cada um deles!
    A trilha sonora é outro detalhe à parte e merece destaque!!!
    Aliás, seguindo essa linha de indicações de grandes filmes mundiais, deveria ter aqui no blog também, um post com trilhas sonoras clássicas! rs(iria adorar)
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com tudo que você disse, Angela. E amei a dica, vou pensar no assunto com carinho.
      Bjs

      Excluir
  5. Agora deu saudades das tardes de sessão da tarde, bons tempos!
    Eu vi esse filme tantas e tantas vezes, curti junto com o Ferris cada momento, ri horrores. Sem dúvidas nenhuma é um clássicos!
    Cofesso que aquele professor me dava arrepios...kkkk Eu era xonada no Matthew Broderick, suspirei muito olhando para aquela carinha sonsa dele fingindo que estava doente.

    Bjs.
    Ronevia Novaes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Ronevia, eu suspirei pelo Camerom e pelo Charlie Sheen que aparece em sua melhor perfomance badboy, no final do filme.
      Boas lembranças, com certeza.
      Bjs, bom te ver.

      Excluir
  6. Eu acho que eu não preciso fazer um textão para escrever eu com precioso esse filme é para o cinema clássico. Foi um dos primeiros filmes que eu lembro de ter assistido e eu gosto do simples e direto ele retrata as peripécias da adolescência afinal de contas que criança nunca fingiu estár doente para faltar um dia de aula?
    (Ou foi só eu? :D Em minha defesa meu hamster tinha morrido No dia anterior e eu não queria ir para a escola)

    >_<

    Pô times clássicos conseguem ter uma trilha sonora tão Marcante em sua filmografia. Curtindo a Vida Adoidado e o clube dos cinco são dois filmes que não importa qual música Toque vai me trazer aquela nostalgia sabe? Eu nasci em 1999 13 anos após o filme ser lançado mas escutar as músicas me dá uma nostalgia tão grande de uma época que não Vivi e eu acho isso incrível no filme

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos