Em Cartaz – Um Amor de Filme: O Segredo de uma Promessa

Já começo esse post pedindo desculpas aos meus seguidores e amigos, acho que estou exagerando na sofrência, não é verdade?! Desde que essa coluna começou a fazer parte aqui do blog eu só trouxe filmes  carregados de drama, que levam às lágrimas e que deixam os leitores à beira de um dilúvio emocional. A meu favor só tenho a dizer que não é culpa minha, a culpa é da época que investia nesse tipo de história porque tinha um público bem seleto e sofredor, e eu fui uma das que trilharam esse caminho e, diga-se de passagem, adorei cada um dos filmes que trago aqui para vocês. 

Então, desculpe o desabafo e vamos a mais uma super dica na coluna: Em Cartaz – Um Amor de Filme.
Claro que O Segredo de uma Promessa não poderia deixar de ser explorado aqui. Esse marcou gerações!

Temos aqui a história de amor entre Nancy McAllister, uma jovem estudante, e Michael Hillyard, um jovem herdeiro de uma empresa de Engenharia. Decididos a se casar eles vão contra todas as adversidades que a diferença social pode causar num relacionamento. Marion, a mãe de Michael é contra o casamento, temendo que com isso Michael desista de assumir as empresas da família sob a influência de Nancy.

Um acidente de automóvel põe fim aos sonhos desses dois jovens, Michael fica em coma e Nancy tem o rosto totalmente desfigurado. Aproveitando desse fato, Marion, joga de todas as suas cartas e faz uma proposta a Nancy, arcar com todas as despesas de reconstrução do seu rosto em troca de ela se afastar de seu filho. Sem outra opção Nancy aceita, confiando que o amor que Michael diz sentir por ela, fará com que ele a procure um dia.

Claro que temos muito mais coisas envolvendo o que acontece em relação ao que é contado a Michael. Com uma mãe dessas quem precisa de inimigos?!
O tempo passa e duas pessoas feridas trilham seus caminhos separadamente, até que um dia...

Não quero contar tudo, não é gente?! Basta que vocês saibam que O Segredo de uma Promessa é lindo, tocante, apaixonante e inesquecível. Tenho-o em filme e também em livro, já que ele foi baseado na história escrita por Danielle Stell, uma famosa romancista que tem uma legião de fãs pelo mundo. Eu particularmente amo essa autora.

O cenário, a música, o enredo, mas principalmente o simbolismo dessa história é o que o faz ser um dos mais lindos que já tive o prazer de assistir. 

O tema musical é uma das mais belas que já ouvi, e por isso a deixo aqui para que você ouça e se apaixone.


Ah, para quem ficou com aquela vontade de assistir, segue o link do filme no You Tube AQUI

5 comentários:

  1. NOSSA AGORA fui surpreendida. EU LI O livro é simplesmente amo esse romance AMO DANIELLA STELL TENHO varios livros dela .EXCELENTE DICA .VOU ASSISTIR ,NÃO posso deixar passar essa oportunidade ibrigada pela dica bjs

    ResponderExcluir
  2. Eu ando adorando toda esta sofrência rsrsrs
    Sou fã demais de cinema, ainda quando sai um pouco dos filmes "modinha" e o treim vai pro lado do cinema de verdade, que só quem viveu nesta época de ouro(as antigas) vai entender!
    Esta canção marcou não somente o filme na época,mas também uma legião de fãs que viajavam no clima que o longa apresentou!
    E oh, adaptações naquela época eram raras!rs
    Super indicação!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sofrência pouca é bobagem, rsrsr
      Que bom que você está curtindo, Angela. Semana que vem tem mais.
      Bjs

      Excluir
  3. Eu concordo em parte realmente a sofrência foi bem grande mas eu conhecia todos os filmes que você indicou menos esse e me lembrou muito um clipe de uma música que me fugiu da memória agora. O filme parece ser um daqueles que faz você desidratar de tanto chorar mas eu fiquei abismada por Nunca ter ouvido falar dele mas assim que eu dei Play para ouvir a música fiquei completamente nostalgia da porque ela era muito familiar eu cresci ouvindo ela e a sensação que ficou no meu corpo depois de apoio nessa música que era uma música que eu não sabia o nome Foi simplesmente bem gratificante. Sem falar que esse filme de tudo que eu gosto um casal apaixonado e alguém que separar eles por um breve tempo antes dele se reencontrarem novamente. Sim, eu amo clichê

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos serão respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos