Tarde Demais - Colleen Hoover

Para proteger o irmão, Sloan foi ao inferno e fez dele seu lar. Ela está presa em um relacionamento com Asa Jackson, um perigoso traficante, e quanto mais os dias passam, mais parece impossível enxergar uma saída. Imersa em uma casa incontrolável que mais parece um quartel general, rodeada por homens que ela teme e sem um minuto de silêncio, também parece impossível encontrar qualquer motivo para se sentir bem. Até Carter surgir em sua vida.
Sloan é a melhor coisa que já aconteceu a Asa. E se você perguntasse ao rapaz, ele diria que também é a melhor coisa que já aconteceu a Sloan. Apesar de a garota não aprovar seu arriscado estilo de vida, Asa faz o que é preciso para permanecer sempre um passo a frente em seu negócio e proteger sua garota. Até Carter surgir em sua vida.
A chegada de Carter pode afetar o frágil equilíbrio que Sloan lutou tanto para conquistar, mas também pode significar sua única saída de uma situação que está ficando insustentável.

Puta que pariu.
Acho que meu emocional ficou descompensado de vez. 
Como assim esse livro é essa danação toda?
E por que eu insisto em arregaçar meu equilíbrio interior com histórias que só servem pra destrambelhar a placidez da alma?

Tarde demais é difícil de ler.
Uma merda.
Toda hora você fica tenso porque tem alguma desgraça iminente ou a desgraça acontece mesmo e só te resta a cara de “essa porra tá acontecendo de verdade?” e com isso você se joga no chocolate pra aguentar o tranco.
Engordei.

Tarde demais é desconfortável, muito. 
Você sente empatia, depois emputece, manda pro caralho, depois quer pegar no colo, cria ranço, depois tá de boa, fica com raiva de mocinho, mocinha, vilão, que todos morram, depois entende o lado, aí procura um troço pra comer porque o chocolate já era, volta pro livro, mais tensão no lombo, mais situação pra escangalhar a saúde e tudo vai indo num ciclo perturbado que te fode até acabar o livro.

Não vou falar nada do enredo.
Nem um naquinho porque o cérebro arriou. 
Só vou dizer que é uma história forte, pesada e sei lá, quem gosta de coisa mais leve pode não dar conta.

E, claro, preciso mencionar que a mocinha é muito burra/sonsa porque acreditou fácil numas paradas lá e, por isso, teve que aguentar satã por dois anos; o mocinho precisa mudar de profissão com urgência e o vilão... o que posso dizer de Asa?
... 

E outra: achei MUITO desnecessária a cena em que os mocinhos fazem uma parada lá com Asa. Não posso mencionar, mas foi tosco. Vou entender como insanidade temporária dos dois porque gente normal não pode fazer aquela merda. Ou pode? Sei que tô abstrata, mas tenho de ser se não solto spoiler.
Ficou curioso? Pois é, curiosidade é uma vadia.

Aí você pensa: então, é um livro bosta.
Né não, é ótimo.
Tô sendo contraditória depois de reclamar baldes?
Não, é destempero mesmo. Ler Tarde demais deixa a gente meio sei lá no final.
Vou ter que ler um livro bem levim agora.

Tinha 405986868 coisas a mais pra falar, mas tô chafurdada na preguiça.
Recomendo?
Muito mesmo, credita?
;)

3 comentários:

  1. Credito sim!rsrsrsrs
    Foda suas resenhas. Fato.
    Acabei tendo que comprar este livro neste final de semana(só não chegou ainda), mas não vejo a hora de poder conferir ele.
    Pois sua resenha acaba de certa maneira, resumindo tudo que já andei lendo.
    Adoraram, odiaram, renegaram, recomendaram. Um misto de sentimentos aos conhecerem a fundo os personagens sofridos e sofríveis deste enredo mirabolante de Colleen.
    É sem sombra de dúvidas, um dos livros mais comentados dos últimos.
    Lerei!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oii Tícia!!
    Amo teu jeito de escrever as resenhas! kkkkkk
    Eu li só coisa mto uim sobre esse livro, mas qro ler kkkkkk
    Preciso mto ler e sentir essas sensações que todo mundo anda flando...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Tícia!
    Uma pena ver que o livro é doloroso e vive acontecendo coisa ruim, mas é Colleen Hoover e sempre escuto coisas boas dela, mas esse livro não foi tão unânime.
    Parece aquele tipo de livro que traz uma montanha russa de emoções.
    Quero poder conferir.
    Desejo um mês abençoado e uma semaninha de luz e paz!
    “Sede felizes; os amigos desaparecem quando somos infelizes.” (Eurípedes)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos