Preciso Saber – Karen Cleveland

Recebi a prova desse livro da Editora Planeta há algum tempo e pensei: Oba, mais um super suspense para me tirar da minha zona de conforto. Definitivamente acabou que foi isso, ou quase isso.
O fato de nossa protagonista ser uma agente do departamento de contrainteligência da CIA já encheu meus olhos, e a difícil decisão entre lealdade e amor à família já era outro ponto positivo, mas para isso é claro que eu esperava uma mulher forte, destemida, que se impusesse e que se tornaria uma inspiração para mim. Porém acabou que não foi bem assim, me deparei com uma mulher frágil, indecisa, e capaz de viver em busca da aceitação dos outros. Sério que temos aqui uma agente da CIA? 

Bora ter mais autoestima mulher?! Como admirar uma pessoa que não se dá o direito de ser admirada, que se sente infeliz não só no trabalho como na vida pessoal, e que não ergue uma palha para ser um exemplo de boa mãe e esposa?! 
Essa, em minha humilde opinião, foi uma das grandes contradições da história.

Porém, temos um cara em quem nos espelhar: Matt. Um homem que merece admiração por ser um marido perfeito e pai amantíssimo. Mas será que podemos confiar em tudo que ele quer nos passar com essa perfeição?! Temos aqui um personagem que merece nossa atenção. 

A história tem um enredo muito bom e te pega já no inicio com uma revelação de tirar o fôlego, difícil não ficar vidrado na história. Porém, ela vai esfriando até que nos deparamos num texto meio morno e no estilo romance com suspense, faltou aquela ação para transformar a trama no Thriller que tanto esperávamos.

O final não foi uma grande surpresa, eu já meio que aguardava um desfecho tipo “ah, imaginei isso mesmo”, porém nada me preparou para o epílogo, que literalmente me deixou de cara, fiquei sem entender, sem saber o que fazer: se ia ali me atirar da janela ou se arremessava o livro pela mesma janela, só lendo mesmo para entender.

Se recomendo a leitura?! Bem, claro, você tem que ter sua própria opinião sobre tudo, você precisa saber! (Risos).

O thriller do ano: uma analista da CIA deverá escolher entre o amor de sua família e o juramento feito a seu país.
Vivian Miller é uma agente do departamento de contrainteligência da CIA, e sua tarefa é desvendar células infiltradas de inimigos russos em solo americano. A dedicada analista está muito próxima de receber a tão esperada promoção, depois de desenvolver um método revolucionário para ajudar na identificação de agentes secretos da Rússia. Ao conseguir acesso ao computador de um potencial agente russo, Vivian descobre uma pasta de conteúdo altamente confidencial: os inimigos estariam, de fato, vivendo em pleno solo dos Estados Unidos, passando-se por cidadãos comuns. Clique após clique, no entanto, Vivian se depara com uma verdade de consequências avassaladoras, capaz de colocar em xeque tudo o que ela mais ama. Entre a promessa de defender seu país e o desejo de proteger sua família, Vivian é uma mulher dividida. Terá, enfim, de decidir entre a lealdade e o amor? E, diante de uma escolha como essa, em quem ela pode confiar?

8 comentários:

  1. Realmente a sinopse nos passa um ar de suspense e uma vontade louca de começar a leitura imediatamente, mas que pena que o livro não conseguiu manter essa história no auge até o fim.
    Não da mesmo pra entender como a Vivian sendo esse mulherão que trabalha pra CIA e desvenda os maiores mistérios russos não consegue se achar boa o suficiente e fica buscando a aceitação dos outros o tempo todo. Por outro lado talvez ela possa estar com problemas em ter que decidir entre a família e o trabalho, acho que são duas coisas que ela ama muito e não conseguiu achar um mode de conciliar isso.
    Sobre o Matt fiquei com o pézinho atrás porque sempre que acredito que um personagem é tudo de bom ele me decepciona kkkk, espero que com ele seja diferente.
    Com certeza quero fazer essa leitura pra tentar descobrir um pouco mais sobre esses dois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas essa foi minha opinião sobre o livro, Luana. Muita gente amou. Eu recomendo a leitura, acho que entrar com muita expectativa pode decepcionar, mas se entrar apenas para ler e se distrair o livro pode ser um achado.
      Leia e depois me conta.
      Bjs

      Excluir
  2. Leninha!
    Bem intrigante mesmo, trazer uma protagonista que faz parte da Cia e que a princípio deveria ser forte e obstinada, porém é uma mulher insatisfeita e sem coragem de se erguer e mudar o jogo.
    Mesmo que o enredo seja bom e o protagonista masculino seja um crush, e ainda tendo um final sem impacto, curiosidade mata, né? E quero poder ler.
    Desejo uma ótima semana!
    “Se você realmente quer algo na vida, tem que lutar por isso.” (Homer Simpson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois de ler e refletir muito acho que Vivian era para ser mesmo do jeitinho que ela é, até para dar aquele clímax no final. Leia, Rudy, e depois me diga o que você achou.
      Bjs

      Excluir
  3. Então..rs
    Acho que este livro é tipo propaganda enganosa. Pois a gente acredita que será um suspense daqueles de tirar o fôlego e acaba que ficamos ali, sem saber direito o que pensar.
    O enredo tinha tudo para ser dos bons, mas a autora acaba se perdendo e no fim, quem não precisa saber de nada, somos nós!
    Mas mesmo assim, ainda acredito que deva ser lido sim, principalmente para quem não espera muita coisa.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser lido sim, Angela. Acho que cada leitor terá uma opinião formada depois do término da leitura.
      Depois me conta.
      Bjs

      Excluir
  4. Olá Leninha,
    Então, não é bem essa protagonista que a sinopse passa, e eu imaginei que a história seria bem focada nas escolhas de Vivian, nesse impasse de família e trabalho, é uma pena uma personagem que deveria se destacar tanto, decepcionar!
    Eu nunca, nunca confio nos maridos nesse gênero de livro, eles sempre fazem, ou "são" a própria merda..
    Eu também acho a história boa, chamativa, e com um enredo que aparentemente é de tirar o fôlego, maaas, sei lá, depois de algumas resenhas, não me surpreendi mais!
    Se eu vou ler? Com certeza, sempre gosto de tirar minhas conclusões, mas quando várias opiniões tem seus pontos negativos, bem, já fico com o pé atrás.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro leitores de opinião, que mesmo diante de uma resenha não tão positiva de um livro, quer ter sua opinião sobre ele. Também sou assim, rsrsrs
      Quando vc ler volta para me contar sua opinião, tá?!
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos