Transcendence - Shay Savage

Dizem que as mulheres e os homens são de dois planetas diferentes quando se trata de comunicação, mas como eles podem superar os obstáculos de tempos pré-históricos, quando um deles simplesmente não têm a capacidade de compreender a linguagem?
Ehd é um homem das cavernas vivendo por conta própria em um deserto áspero. Ele é forte e inteligente, mas completamente sozinho. Quando ele encontra uma bela jovem em sua armadilha, é óbvio para ele que ela é para ser sua companheira. Ele não sabe de onde ela veio; ela está vestindo alguma roupa muito estranha e ela faz um monte de barulhos com a boca, que lhe dão uma dor de cabeça. Ainda assim, ele está determinado a cumprir o seu propósito na vida – sustentá-la, protegê-la e colocar um bebê dentro dela.
Elizabeth não sabe onde ela está ou exatamente como ela chegou lá. Ela está confusa e angustiada pela sua situação e há um homem das cavernas puxando-a de volta à caverna dele. Ela não está de toda interessada nos avanços primitivos de Ehd e ela simplesmente não consegue fazer com que ele ouça. Não importa o quanto ela tente, tentando fazer seu ponto de vista a este primitivo, mas bonito, homem em uma constante - e muitas vezes hilariante - luta.
Com apenas um ao outro para companhia, eles devem confiar um no outro para lutar contra os perigos da vida selvagem e se preparar para os meses de inverno. Enquanto eles lutam para coexistir, isso se torna uma história de amor que transcende a linguagem e tempo.

Por que eu demorei tanto a ler esse livro?
Como pude?
Hein? 
COMO PUDE?!?

Diante de tamanha leseira, geral tem a obrigação moral de me esculhambar por essa patifaria literária. Onde já se viu passar tanto livro medonho na frente de Transcendence? HUM??

Aí está um dos livros mais lindamente escritos, uma das histórias de amor mais sensivelmente contadas e um dos mocinhos mais apaixonantes de todos os tempos. 
Ehd... Como falar sobre? 
Bloqueio define.

Transcendence é uma história de amor entre um homem das cavernas e uma mulher da atualidade. Elisabeth, ou Beh, é a mocinha que viaja pelo tempo, há milênios e milênios antes da sociedade como conhecemos. Sabe a época em que faziam deseinhos na parede e arrastavam a mulherada pela cabeleira? 

Ehd e Beh então se encontram e ele a leva para sua caverna porque entende que Beh será sua companheira. Bom, se antigamente a coisa funcionava nesse esquema, faço questão de que Giulio Berruti e eu sejamos mandados praqueles tempos rapidim. Vocês não fazem ideia do quão bárbara eu posso me transformar.

Bem, depois deste primeiro encontro entre Ehd e Beh, a história se desenvolve na construção da vida e do amor entre os mocinhos havendo, claro, os esperados conflitos e problemas entre duas pessoas de épocas tão diferentes. 

Não vou falar mais nada, a beleza do livro está em você ler as palavras de Ehd porque os acontecimentos são contados através do seu ponto de vista.
Claro que estou resumindo muito e falando de maneira muito prática, mas tudo é narrado com tanta sensibilidade, de uma maneira tão linda e singela que toda palavra que eu tentar esboçar chega a ser uma afronta à história.

Se chorei? Copiosamente e em vários trechos. Mas apenas porque Transcendence é cheio de partes choravelmente perfeitas e não porque tem final desgraçado. Sim, eu procurei saber antes de ler e, pra garantir, ainda fui até as últimas páginas conferir se estava tudo bem com os mocinhos.

Minha cara não queima e admito isso na boa. Melhor esse spoilerzão do que um infarto caso um dos dois morresse ou acontecesse uma merda parecida.

Se já foi publicado no Brasil?
Não, porque as editoras provavelmente não tem QI suficiente para reconhecer algo tão lindo.

Recomendo? 
Desesperadamente.
Com todas as forças.

;)
P.S.: Para quem não sabe a Tícia criou uma página lá no face, passa lá.
Link AQUI.

5 comentários:

  1. Ticiaaaaa mulher.... ESSE LIVRO É UM ESPETACULOOOOOOOO.... Mesmo essa capa que é meio tosca fica em decimo plano perto do que é Ehd e Beh.... Tamu junta no amor, no choro, porque esse livro é realmente digno de qualquer lágrima e emoção.... rs

    Bjão
    Ana Paula
    Paixão por Leituras

    ResponderExcluir
  2. Ticía!
    Adoro livro de amor que envolvem viagem no tempo, deve ser uma leitura fabulosa!
    E se faz chorar, aí que quero mesmo conhecer esse homem das cavernas e uma mulher da atualidade.
    “Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Fiquei aqui tentando imaginar uma situação destas, te juro.rs Um ogro só vendo a mocinha como uma maternidade ambulante, não entendendo nada do que ela provavelmente estava falando ou vestindo e mesmo assim, o amor nascendo em ambos.rs
    Daria roteiro de filme, sem sombra de dúvidas( e eu assistiria na boa)
    A capa é uma coisa à parte, pois a gente não consegue definir o nível de "tosquice".rs
    Mas com certeza, se fosse lançado no nosso Brasil, eu leria com certeza. Ah, e gostaria.rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Certo eu preciso dizer uma coisa eu realmente não sou fã de livros desse gênero mas meu Deus do céu que sinopse intensa é essa? fiquei completamente apaixonada eu vou procurar ele já para adicionar na minha lista de leituras do Skooy.
    Só fiquei com uma dúvida se este livro tem em formato físico ou apenas em e-book. A criatividade foi longe da autora gostei da ideia do cara ser um homem das cavernas lidando com uma pessoa que realmente não é do tempo e do lugar dele acho que esse choque de realidade deve ser bem interessante na construção da historia

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos