Amor de mãe - Dicas temáticas

Todo mundo gosta de livros temáticos, não é verdade?! Eu particularmente gosto daqueles que falam sobre família, romance, com drama, suspense e finais de cortar o coração. Domingo é o dia das mães,  e esse post tem como objetivo apresentar para vocês alguns livros onde o foco principal é o amor de mãe, o amor fraternal.
Adoro livro onde os sentimentos transbordam, onde todas as emoções se embaralham e deixam a gente apaixonados e não há nada mais emocional do que o amor que existe entre uma mãe/pai por seus filhos.
Tenho aqui seis exemplos de livros onde o amor filial é o mote principal. Histórias que tocam o coração e que eu indico para qualquer leitor. São livros para ler em qualquer época, por todos os que curtem uma boa história. Espero que gostem!


O Caminho para casa – Kristin Hannah

* Até onde o amor de mãe pode salvaguardar seus filhos?! Será que esse amor é assim tão forte e poderoso a ponto de salvar uma vida? Será ele tão grande a ponto de criar uma redoma em volta dos que se ama e deixá-los inatingíveis? Leia e entenda o que estou dizendo.

Durante 18 anos, Jude pôs as necessidades dos filhos em primeiro lugar, e o resultado disso é que seus gêmeos, Mia e Zach, são adolescentes felizes. Quando Lexi começa a estudar no mesmo colégio que eles, ninguém em Pine Island é mais receptivo que Jude. Lexi, uma menina com um passado de sofrimento, criada em lares adotivos temporários, rapidamente se torna a melhor amiga de Mia. E, quando Zach se apaixona por ela, os três se tornam companheiros inseparáveis.
Jude sempre fez o possível para que os filhos não se metessem em encrenca, mas o último ano do ensino médio, com suas festas e descobertas, é uma verdadeira provação. Toda vez que Mia e Zach saem de casa, ela não consegue deixar de se preocupar.
Em uma noite de verão, seus piores pesadelos se concretizam.
Então a vida dá uma guinada, levando os personagens a viver sentimentos intensos – amor e ódio, culpa e perdão – que qualquer um de nós poderia experimentar. Uma decisão muda seus destinos, e cada um deles terá que enfrentar as consequências – e encontrar um jeito de esquecer ou a coragem para perdoar.


A Esperança de uma mãe – Francine Rivers

* Numa época onde se vivia às duras penas o amor de mãe se mostra com uma face bem mais introspectiva. Será que amar é tão simples? Demonstrar o amor será tão fácil assim?! Conheça Marta e seu jeito de amar. 

Na Suíça do início do século XX, a ambiciosa e decidida Marta Schneider sai de casa determinada a fugir do pai violento, da mãe amorosa, mas fraca e das restrições impostas às mulheres naquela sociedade. Depois de receber notícias devastadoras de sua família, Marta se muda para a Inglaterra e mais tarde para o Canadá. Ali conhece Niclas Waltert, um homem tão comprometido quanto ela a construir uma vida melhor em uma nova terra, e os dois acabam se casando. Mas nada preparou Marta para os sacrifícios que ela tem de fazer pelo marido e pelos filhos quando eles se mudam para a selvagem Califórnia para recomeçar do zero. Marta espera poder dar aos filhos uma vida melhor, mas aprendeu desde cedo que somente os fortes sobrevivem. Sua rigidez muitas vezes é incompreendida, principalmente pela filha mais velha, Hildemara, que anseia pela aprovação da mãe. Em meio ao drama da Segunda Guerra Mundial, Hildemara se apaixona e começa sua própria família. Mas eventos trágicos e inesperados forçam mãe e filha a encarar os próprios defeitos e o abismo cada vez mais profundo que ameaça separá-las para sempre.


Reencontros – Linda Howard

* O que uma mãe é capaz de fazer para reaver seu filho?! Nesse livro conheça a história de Milla e sua luta incansável para descobrir o paradeiro daquele que lhe foi tirado dos braços, e com isso acaba ajudando outras mães que também vivem o mesmo drama. Eu simplesmente amo esse livro, seu final é incrível, vale a pena ler.

Em uma manhã ensolarada no México, Milla Edge vê sua maior paixão desaparecer num piscar de olhos: seu bebê recém-nascido é literalmente arrancado de seus braços, num rapto violento e inexplicável. Carregando a angústia de não saber o paradeiro de seu filho, Milla funda uma organização especializada em encontrar crianças desaparecidas. Dez anos mais tarde, apesar de ter ajudado várias famílias desesperadas, ela continua sem ter qualquer pista sobre o crime que a marcou profundamente. Desde então, sua vida pessoal desmoronou e sua sanidade por pouco não foi afetada. Mas as coisas começam a mudar de figura quando Milla recebe um telefonema anônimo... A partir de então, a cada passo ela parece estar mais perto de seu filho - e também mais próxima da morte.


Neve na Primavera – Sarah Jio

* Uma história que se passa em dois tempos distintos, mas que se conectam de uma forma única. O foco principal da narrativa é a maternidade, mas dentro desse tema temos romance, drama, desilusões, decepções, dores, perdas, reconciliações e mais, muito mais.

Seattle, 1933. Vera Ray dá um beijo no pequeno Daniel e, mesmo contrariada, sai para trabalhar. Ela odeia o turno da noite, mas o emprego de camareira no hotel garante o sustento de seu filho. Na manhã seguinte, o dia 2 de maio, uma nevasca desaba sobre a cidade.
Vera se apressa para chegar em casa antes de Daniel acordar, mas encontra vazia a cama do menino. O ursinho de pelúcia está jogado na rua, esquecido sobre a neve.
Na Seattle do nosso tempo, a repórter Claire Aldridge é despertada por uma tempestade de neve fora de época. O dia é 2 de maio. Designada para escrever sobre esse fenômeno, que acontece pela segunda vez em setenta anos,
Claire se interessa pelo caso do desaparecimento de Daniel Ray, que permanece sem solução, e promete a si mesma chegar à verdade. Ela descobrirá, também, que está mais próxima de Vera do que imaginava.


Dois a dois – Nicholas Sparks

* Quando o amor de pai supera tudo. Nem só de amores maternais se fazem boas histórias, e Nicholas Sparks sabe o que faz quando escreveu sobre o amor entre pai e filha. Lindo de viver!

Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos. Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.
Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.


O maior amor do mundo – Seré Prince Halverson

* A batalha entre duas mulheres pelo amor de seus filhos, uma luta que vai mostrar todas as faces do amor. Uma história que fará você questionar se esse amor origina-se apenas de mães que conceberam seus filhos ou se aquela mãe que adota uma criança é capaz de amar com a mesma intensidade, ou mais. Leia e entenda até que ponto o amor pode ser abnegado.

Ella Beene encontrou a felicidade há três anos, quando parou ao acaso na pequena Elbow e conheceu Joe, que cuidava sozinho dos filhos. Logo os dois estavam casados e a vida parecia perfeita. Até que um dia Joe desobedeceu à sua própria regra – “jamais dar as costas para o mar” – e morreu afogado enquanto tirava fotos nas rochas.
Ella sempre acreditou que Paige, a ex-mulher de Joe, simplesmente abandonara o marido e os filhos. Mas, para sua surpresa, Paige aparece no funeral querendo as crianças de volta. É quando Ella percebe que Joe não lhe contou tudo sobre seu primeiro casamento.
Trilhando caminhos diferentes, as duas mulheres se encontram na mesma encruzilhada, disputando a guarda das crianças que amam e buscando respostas para seus conflitos emocionais.


Então é isso, espero que tenham gostado do post. Eu adorei e deu aquela vontade de ler todos os livros novamente. Me diz aí, que livros vocês amam e que trazem esse amor tão intenso como o amor de mãe?! Me conta nos comentários.

4 comentários:

  1. Leninha!
    Como você, amo livros temáticos, ainda mais com drama e família e ver esses bons livros para o Dia das mães, é maravilhoso.
    Já tive oportunidade de ler três deles: O Caminho para casa – Kristin Hannah, Dois a dois – Nicholas Sparks (amo Nicholas) e Neve na Primavera – Sarah Jio (Gosto demais da autora também).
    Os outros anotei aqui, obrigada!
    Desejo um MÊS de sucesso e bençãos!
    “Nunca confunda movimento com ação.” (Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA MAIO – 4 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste dos que não leu ainda, Rudy. Depois me conta!
      Bjs

      Excluir
  2. Mesmo que minha mãe passe longe dos livros, eu em contrapartida,não vivo sem eles(graças a Deus).
    Mas também amo livro temáticos, ainda mais quando trazem dramas familiares.
    Não conhecia nenhum livro citado assim, só por ver as capas e se tiver oportunidade quero muito poder conferir todos.
    Estes dias estive com Dois a Dois nas mãos e não pude comprar :/
    Gostei muito também da sinopse de O Caminho Para Casa!!!
    Beijo e obrigada pelas dicas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha mãe também não lê, infelizmente. Fica para você as dicas, espero que consiga ler todos, com certeza vai amar.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos