As Garotas de Corona Del Mar - Rufi Thorpe

Existem histórias que dependendo do jeito que são contadas deixam o leitor querendo saber mais e mais, até fazer com que se deseje um outro livro escrito de um ponto de vista diferente. É isso que histórias contadas em primeira pessoa fazem com o leitor, e na leitura de As Garotas de Corona Del Mar é bem assim que acontece.

Temos aqui uma narrativa simples que fala sobre amizade ou é isso que a sinopse quer que a gente pense, mas acredito que encontramos aqui bem mais do que isso. Mia e Lorrie Ann são amigas desde sempre e compartilham de ideais similares e desejos de um futuro esplendoroso. Mas, não temos as rédeas de nosso destino, e como num jogo, apenas uma atitude impensada ou mesmo um ato inocente pode mudar tudo e ruir com sonhos tão bem arquitetados. 

Mia sempre teve uma certa inveja de Lorrie Ann que tinha uma família amorosa e bastante unida, era linda, cantava com uma voz de anjo e possuía o coração mais bondoso que Mia já conheceu. Enquanto ela se definia como a garota sem sorte e má, aquela que tem uma mãe bêbada e uma personalidade bem controversa. As duas não podiam ser mais diferentes, porém juntas elas eram amigas pra vida toda.

Mas será que essa visão que Mia tinha da vida perfeita de Lorrrie Ann era a realidade?!

Durante toda a leitura tive pena de Lorrie Ann, que garota sofrida. Cheguei a acreditar que a inveja das pessoas podia ter atraído para ela toda leva de má sorte que uma pessoa pode carregar na vida. Mas lendo esse livro consegui sentir — apesar de toda ela ser contada pelo ponto de vista de Mia —, o quanto nossa realidade pode ser diferente da que deixamos passar para os outros. Às vezes olhamos uma pessoa e achamos que ela é a mais feliz do mundo quando na verdade ela está a ponto de cometer suicídio. Deu para entender o que eu quis dizer?! Basicamente é: As aparências enganam!

A história é isso, duas amigas que vão ao longo dos anos vivendo suas vidas distantes e achando que são as melhores amigas do mundo, mas nem sempre é bem isso, ou foi bem assim. Acredito que só lendo para entender a profundidade que essa leitura acarreta.

As Garotas de Corona Del Mar é uma história para ser apreciada em pequenas doses, ela as vezes pode ser doce, assim como pode amargar feito féu. 

Eu gostei muito da história em si, e acredito que muitos irão apreciar. Porém entre com a mente aberta para sentir todas as emoções contidas na trama pela visão de apenas uma das protagonistas. Será que isso é possível?!
Recomendo a leitura!

Thorpe, Rufi. As Garotas de Corona Del Mar. Tradução: Sylvio Monteiro Deutsch. Ribeirão Preto, SP: Editora Novo Conceito, 2017. 286p. Título original: The Girls from Corona Del Mar.

Amizade entre garotas pode ser intensa e, no caso de Mia e Lorrie Ann, não há dúvidas de que isso é verdade.
À medida que crescem, a vida de Mia e Lorrie Ann é preenchida com praia, diversão e passeios ao shopping.
Por outro lado, como toda amizade, há conflitos e dores.
Mia e Lorrie Ann convivem há muito tempo e possuem personalidades opostas. Mia é a bad girl , vivendo em uma família problemática. Lorrie Ann é linda e amável, quase angelical, e tem uma família que parece ter sido arrancada de um conto de fadas.
Mas, quando uma tragédia acontece, a vida perfeita sai fora de controle...

4 comentários:

  1. Leninha!
    Mesmo ficando sensibilizada ao ler livros do gênero, acredito que precisamos desse toque de crueldade para podermos passar a entender que na natureza humana, existem pessoas de todos os tipos e não devemos julgá-las, mas devemos entendê-las por inteiro, na sua história completa dolorosa ou não.
    Gosto de livros difíceis e polêmicos como esse e queria poder ler.
    Novo Ano repleto de realizações!!
    “Que a paz, a saúde e o amor estejam presentes em todos os dias deste novo ano que se inicia. Feliz Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Adoro esta capa. Imaginava só mais um livro sobre amizade e perdão, mas parece que tem muito mais aí, que aborda temas pesados, já tive minhas teorias e ficou mais interessante.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos