As Coisas não são bem assim – Renata R. Corrêa

Clarice, uma jovem estudante de medicina, perde seu namorado, que acreditava ser o grande amor da sua vida, às vésperas de formatura, após sofrerem um grave acidente de carro. Morre com Guilherme um pouco da alegria de viver de Clarice, da sua esperança e do seu futuro. Depois de mais de um ano do falecimento de seu amado, o destino coloca na vida de Clarice, Henrique, um jovem advogado viúvo e pai de Duda, uma menininha loira, muito esperta e amorosa. Envolvidos por um sentimento sincero, terão que enfrentar grandes dificuldades e um sofrimento inesperado. É uma bonita e delicada história sobre recomeço, fé, esperança e sobre o poder do amor.

Sabe aquelas histórias que você lê em menos de duas horas, e que combina com um cobertor nas pernas, uma xícara de chá quente e biscoitos, numa tarde de chuva?! Essa foi a sensação que senti ao ler essa singela história de Renata R. Corrêa. 
Uma narrativa que prima pela delicadeza com que foi escrita, que se desenvolve rapidamente, sem mais delongas e que ao seu término cumpri seu dever de entreter e agradar.

Temos aqui uma história que fala de amor, superação, amizade, mas acima de tudo da vida como um todo. Clarice, nossa protagonista, perdeu o amor de sua vida, e apesar de ter sido duro o luto pelo qual passou, ela novamente se abre ao amor ao conhecer Henrique e sua filha Duda. Ele também enfrentou uma barra ao perder sua esposa ainda jovem e ter que lidar com a paternidade sozinho. Ao conhecer Clarice foi como receber uma lufada de esperança, e ele se permitiu mais uma vez sonhar com uma família. Mas o destino, ah, destino cruel... preparou mais uma barra pesada para ele. Porém será que dessa vez ele estará sozinho para enfrentá-la?!

Uma história completa escrita em apenas 135 páginas, podemos até considerá-la como um conto, algo agradável de ler, um romance leve e fluido, escrito na medida certa para emocionar, apesar de tratar com leveza os dramas propostos. 

Eu gostei bastante e acredito que para outros leitores o livro vai ser um achado, uma bela parceria numa tarde de verão, com uma música ao fundo e uma boa companhia ao lado. Com certeza esse é um romance que eu classificaria como uma gracinha. 

6 comentários:

  1. Ah, que linda! Obrigada pelas palavras carinhosas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem que agradecer, eu que agradeço pela sua história. Bjs

      Excluir
  2. Leninha!
    Bom ver uma história completa em tão poucas folhas.
    Gosto demais de romances onde os protagonistas já tiveram sua cota de sofrimento e depois acabam encontrando o amor, é lindo demais, ainda mais quando o romance é construído aos poucos e tem criança para ajudar no envolvimento do casal.
    Desejo uma ótima semana!
    “ Bendita seja a data que une a todo mundo numa conspiração de amor.” (Hamilton Wright Mabi)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito desse estilo de romance, rápido, envolvente, e consegue facilmente influência nos sentimentos, até pelo fato de tratar de assuntos, um tanto quanto sentimentais. Como luto, paternidade e romance, em que ambos do casal possuem um passado doloroso, e juntos terão de superar este momento tão difícil, principalmente por haver uma criança entre eles. Fiquei entusiasmada em saber que apesar de se tratar de um conto, por causa das poucas páginas, ainda sim cumpri o que promete, uma leitura bem desenvolvida, cativante e envolvente, por esta razão pretendo sim ler este livro.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos