Deep - kylie Scott

Positivo. Com aquelas duas linhas do teste de gravidez, tudo na vida de Lizzy Rollins, uma simples estudante de Psicologia, estava prestes a mudar para sempre. E tudo por causa de um grande erro em Las Vegas, cometido com Ben Nicholson, o irresistível baixista da banda Stage Dive. E daí que Ben é o único homem que fez Lizzy se sentir completamente segura, adorada e descontrolada de desejo ao mesmo tempo? A universitária sabe que o lindo astro do rock não quer nada além de um pouco de diversão, ainda que ela mesma busque justamente o contrário.
Por outro lado, Ben sabe que Lizzy está em zona proibida. Totalmente. Ela é a nova cunhadinha do seu melhor amigo, e pouco importa o quanto a química entre ambos seja fenomenal, não importa o quão sexy e doce ela seja: o baixista não vai tomar nenhuma atitude. No entanto, quando Ben precisa mantê-la longe de problemas na Cidade dos Pecados, ele rapidamente descobre que o que acontece em Vegas nem sempre fica em Vegas. A partir daquele momento, Ben e Lizzy estarão ligados do modo mais profundo que existe... mas será que isso os fará ligar seus corações?


E mais uma vez cá estou eu comprovando que gosto é um troço pessoal e isso definitivamente não se discute.
Só se debocha. 

Bem, enquanto alguns reclamaram que Deep é o pior da série e que Ben – o mocinho – merecia ser tostado no fogo do inferno pra todo o sempre, eu adorei tudim na história. 

Claro que em alguns momentos eu comungo com geral a ideia de que Ben deveria comer o pão cuspido e escarrado que o diabo amassou, mas só em alguns momentos. 
Tipo, em 50% do livro fiquei com vontade de torcer o saco do cidadão pra deixar de ser sonso; enquanto no resto do tempo, fomentei o desejo de lhe dar uma arroxada pra ele entender que eu não tenho limites quando o negócio é mocinho no estilo tosco/lenhador.

Sobre a história... ótima! 
Mais uma vez essa autora me coloca uma mocinha hilária como narradora. Pergunta se um trem desses deixa o livro mais leve? Demais da conta. Ainda mais se você tiver um senso de humor meio atravessado como o meu. 

Então, todo mundo vai gostar?
Vai, não. 
Sei lá. Acho que essa série não é pra qualquer um.

Só lamento muito, mas muito mesmo a série ter terminado aqui, com quatro míseros livros. Uma coisa dessas me faz meditar em como esse mundo literário é uma merda. Enquanto existem séries medonhas por aí, com 4589 livros, Stage dive tem só esse cadim. 

Mas te juro que mantenho a chama da esperança acesa, por mais cafona que isso soe, de que ela escreva mais alguns. 

Super recomendado.

;)

Um comentário:

  1. Tícia!
    As capas realmente são tão atrativas, quanto os enredos.
    Que Ben mais danadinho, hein? Como assim não vai querer ser pai?
    Só tomara que nesse livro de desfecho ele consiga encontrar realmente o amor por ela e pelo filho.
    Pena que acabou...
    Chama da esperança sempre acesa amiga.
    Desejo um mês repleto de realizações e uma semana de alegrias.
    “A sabedoria é um adorno na prosperidade e um refúgio na adversidade.” (Aristóteles)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos