Alina - Emilia Lima

Amor e paixão no Brasil colonial!
Ambientada na Bahia século XVI, com passagens em Lisboa, Alina conta a história da família Cirilo, que veio de Portugal com o intuito de ajudar na colonização do Brasil. Alina Cirilo amou o jovem advogado Pedro Garcia desde a primeira vez que o viu – um grande amor, porém, proibido. Apaixonada por Pedro, com quem havia se deitado, ela é enviada pelo pai para longe, mas já levava a semente dele dentro de si. Sem escolha, longe de casa, vivendo em meio aos índios, ela conhece Naru, um mestiço com modos de fidalgo. Sozinha, carente, ela deixa-se conquistar pelo jovem belo e doce mestiço, embora nunca tenha esquecido Pedro. Amor, laços familiares, renúncias, traições e reencontros surpreendentes.

Devo confessar que estava com saudades de ler uma história tão despretensiosa, doce e gracinha como Alina. Temos aqui uma trama leve que se desenrola de maneira rápida e fluida e traz ao leitor um leve sorriso, um suspiro apaixonado, e claro, abre as portas para qualquer leitura que vier depois.

Conheceremos aqui Alina e Pedro Henrique, um casal que se amou desde o primeiro olhar, mas que não podia se entregar a esse sentimento por um impedimento bastante lógico: Pedro Henrique já era casado e tinha dois filhos. E nada tornaria esse amor possível, já que na época que a história é contada, nem mesmo o divórcio existia. Porém nada poderia impedir que o amor falasse mais alto e que Alina e Pedro dessem asas aos seus sentimentos e se amassem intensamente, apesar de tudo. Mas Alina jamais poderia destruir a vida de um casal, desfazer uma família, e depois de uma noite intensa de amor ela decide abrir mão de tudo e se fastar definitivamente de Pedro Henrique e dos sentimentos dos quais não consegue resistir.

Já distante de casa alguns fatos que acontecem tornam o retorno de Alina impossível e ela se embrenha na mata, e acaba indo parar em uma tribo de índios para tentar esconder seu segredo, e é lá, nesse lugar inusitado que ela conhece Naru, um mestiço forte, lindo e apaixonante que faria seu coração amar outra vez, mesmo que de uma maneira diferente, mais pura e sem grandes arroubos.

Não pense que teremos aqui um triângulo amoroso, o livro é bem mais singelo do que isso. A narrativa do livro é leve e conduzida de forma peculiar o que facilita perfeitamente o envolvimento com o leitor e os personagens, e não nos traz nenhuma dificuldade de entendimento da trama, dos cenários dispostos e nem mesmo das situações ocorridas numa época tão diferente dos dias atuais.

Um dos pontos altos da trama é o envolvimento natural que acontece entre Alina e Naru, fazendo com que o leitor até mesmo esqueça de Pedro Henrique em alguns momentos . Eu devo confessar que amei a personalidade de Naru, sua maneira de ver as coisas, e de aceitar um amor quase fraternal e em troca dar tudo de si. Como é difícil isso hoje em dia!

A edição do livro feita pela Editora Pedrazul é de encantar os olhos, gostei da capa, da diagramação, e de tudo o mais que essa história nos traz. Com certeza temos aqui uma leitura prazerosa e que nos deixa leve ao seu término. 
Gostei muito e recomendo! 

10 comentários:

  1. Comprei esse livro há alguns dias e fiquei tão animada em ler depois dessa resenha. O que me conquistou primeiramente foi que se passava na Bahia ❤ e depois saber que é um romance quw irá fugir das tramas chicletes que há hoje por aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi que ele estava de graça na Amazon, muita gente comprou. Espero que todos gostem assim como eu.
      Bjs

      Excluir
  2. Leninha!
    Confesso que mesmo o livro sendo de 2014, ainda não tinha ouvido falar sobre ele ou sobre a autora.
    Fato é que, por sua resenha, pela época que foi escrita e por ser um primeiro livro de romance de epoca da autora, acredito que mesmo que ela não tenha desenvolvido bem o lado histórico, devemos dar um crédito para ela.
    Já gostei do livro por ver a protagonista não ser daquelas mimadas, que vai em busca da liberdade para os escravos e se afasta quando a situação em relação ao seu amor de infância fica complicada e ela não quer destruir a família dele.
    Muito curiosa em poder fazer a leitura desse livro.
    Boa semana!
    "...Aceite com sabedoria o fato de que o caminho está cheio de contradições. Há momentos de alegria e desespero, confiança e falta de fé, mas vale a pena seguir adiante..."(Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE AGOSTO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como disse na resenha, o livro é bem leve, acredito que você vai gostar Rudy!
      Bjs

      Excluir
  3. Muito me alegra que tenha gostado da história. Foi uma grata surpresa para mim.

    O Naru foi um personagem que me marcou muito. Lembrei dos livros do Veríssimo.

    Porém, só digo uma coisa, Lena, você ainda não viu nada. Vai preparando seu coração.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Amei a resenha. Uma das mais lindas que já li sobre Alina. Emília Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou Emília, seu livro é uma gracinha. Bjs

      Excluir
  5. Que livro mais fofo! Amo romances de época, mas nunca li um que se passasse no Brasil! Que lindo! Já quero ler agora. Amo ler livros nacionais e se for romance é melhor ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é muito gracinha, vc vai gostar, com certeza!
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos