Sorrisos Quebrados - Sofia Silva

Paola
Perante Deus, o meu marido prometeu me amar.
Cuidar de mim. Ser meu amigo.
Perante todos, disse que me amava. Que íamos ser felizes.
Viver para sempre juntos. Mentiu em tudo. Até que um dia, perante mim, ele disse que ia me matar. E não mentiu.
A partir desse dia vivi escondida no meu mundo, até o André aparecer.

André
Não procurava nada. Não queria ninguém.
Não depois de tudo que vivi.
O meu coração estava escondido na escuridão, até a Paola surgir com as suas cores, pintando a minha vida.

Sorrisos Quebrados é um romance colorido entre duas pessoas Quebradas por relacionamentos passados. Uma história de superação dos próprios medos e promessas.



Nota: esse livro só foi publicado no Brasil pela Amazon, em formato e-book.

Muito bem.
Finalmente li o tão badalado – e adorado – Sorrisos Quebrados.
Não tinha intenção de fazer resenha, só tecer um comentário aqui, outro ali, mas como sou linguaruda, cá estou eu.

Primeiramente, quero deixar bem claro que estou me sentindo uma alcachofra no meio de brigadeiros e trufas por não ter gostado tanto do livro como geral amou.
Só eu acho isso uma merda?
Tipo, todo mundo no modo deslumbrado e eu no vácuo.
Sim, definitivamente, isso é uma merda.

Daí, você pensa: então é ruim de tacar pedrada?
Não... ele é bom, só não achei isso tudo.

Desta forma, pra não dar ruim, vou expor os pontos positivos e negativos. Porque eu sou assim, metódica e ordeira.

Positivos:
* A história: bonita, principalmente porque trata de superação, de amor verdadeiro e etc. Tá lá a mocinha cheia de cicatrizes depois de ter sido brutalmente agredida pelo marido (também conhecido como satanás) e mocinho enxerga o que está além das aparências. Esse tipo de coisa sempre me comove.

* A escrita: no dia que eu escrever com um naquinho da sensibilidade da autora, o eixo da terra será deslocado e o universo será reorganizado. E haverá justiça no mundo. E eu paro de cobiçar brigadeiro.

* A mensagem do livro: inegavelmente linda. Nessa tendência literária de se escrever apenas histórias de um pegando/comendo o outro como se o mundo fosse pro saco, Sorrisos Quebrados se destaca pela mensagem delicada e otimista.

Negativos:
* A perfeição dos personagens: os mocinhos são legais e perfeitos demais. Não sou lá muito chegada nisso porque sempre quando me deparo com personagens assim, sobe um recalque danado porque não sou gente boa como eles. E eu nem estou brincando.  :/

* Faltou liga nos mocinhos: tá, eu sei. Sou a única que achou isso. É que, pra mim, entre o momento quando eles se conheceram até o momento que começou a relação, faltou alguma coisa que não sei o que é. E nem vou tentar adivinhar porque pensar dói.

* A linguagem poética, as frases de efeito: esse tipo de coisa definitivamente não me desce porque soa falso. Quem fala por metáforas o tempo todo? Ou fica 80% do tempo soltando frases de efeito? Chegou uma hora que era tanta simbologia (ou sei lá que nome se dá a essa porra) sobre cores e estrelas e universo e o caralho, que pensei seriamente em pular essas partes.
Numa poesia seriam palavras encantadoras, mas num romance... game over.
Mas sabe o que é mais engraçado? Geral gostou exatamente disso, dessa linguagem poética.
O que me faz concluir que tenho a sensibilidade de uma escavadeira.

É isso.
Infelizmente não estou no meio da arrebatada turba de fãs de Sorrisos Quebrados, mas isso não quer dizer que tenha desgostado.
Tá mais pra gostar, com ressalvas.

Se recomendo?
Com certeza.
Não foi meu livro favorito, mas quem se importa???
;)

6 comentários:

  1. Depois de tanta resenha que li sobre essa obra, comprei.
    Estou apaixonada por Sorrisos Quebrados.
    E tudo que você não gostou é tudo que estou amando e que vi outras blogueiras super indicando kkkkkkkkk
    Cara, tô xonada na escrita poética da autora porque o tema é tão pesado que ela criou um mundo diferente. Estou curtindo todo esse mundo da Paola e universo com tintas.
    Mas não acho eles perfeitos. André é tudo menos perfeito e por isso me cativa. Ele está lutando com sentimentos, acabando por ferir Paola.

    Não finalizei, mas lendo compreendo esse barulho todo porque o livro é muito bom e diferente de tudo que tem sido lançado.
    Pena que não deu pra vc, mas quando autores têm escrita diferente do padrão sinto isso, gosto ou não gosto, mas deste estou gostando muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Paula.
      To super consciente de que tudo que eu não gostei foi o que geral amou. kkkk
      Quando eu falo que eles são perfeitos, quero dizer que são personagens com defeitos sim, mas defeitos que são "desculpáveis", do tipo que a gente perdoa fácil e aceita. Aqueles defeitos previsíveis, sei lá. Enquanto os meus defeitos são medonhos. Por isso, o recalque. kkkkkkkkkk

      Mas é isso. Fazer o que se eu não fui arrebatada, né? :/
      bjoooooooo

      Excluir
  2. Nossa, eu estava esperando ansiosamente por uma oportunidade de comprar esse livro em físico (sim, estava esperançosa). Mas a sua opinião foi a mais sincera que eu li até agora.
    Olha, desde que soube do lançamento do livro, estava namorando ele de longe devido a essa capa simplesmente deslumbrante com cores e tudo o mais. Eu sou fã de metáforas, mas o tempo todo chega a ser chato. Gosto de histórias reais com drama e superação, mas nem todo mundo é perfeito, qual é! É claro, tem gente que é mais bonzinha, mas sempre tem algum defeito por trás disso, nem que seja pra esconder uma tristeza. Porém, acho que todos os defeitos que você comentou compensa com a sensibilidade. Ainda QUERO ler, mas minhas expectativas são bem menores agora.

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eduarda. Sinceridade é meu nome. rsrs
      Mas acho que tem muita resenha positiva por aí e super sincera pq a maioria realmente amou Sorrisos quebrados.
      O problema é quando a pessoa não gosta e fala bem só pra não destoar. Sempre tem disso, né?
      Enfim...
      A capa é linda mesmo. Sobre os personagens, como eu disse ali em cima, não é que eles não tenham defeitos, eles têm, mas são aqueles tipos de defeitos "charmosos", desculpáveis, sabe? Eu não to sabendo explicar, é uma merda. :/
      Leia, sim, Eduarda. A probabilidade de vc gostar é maior do que a de não gostar.
      E ler um livro

      bjooooooo

      Excluir
  3. Tícia!
    Feliz 2017!
    Tão bom poder ler sua 'resenha'...
    Bem, na verdade não li o livro ainda, mas diante das suas explanações, além de ter amado os pontos positivos, os pontos negativos para você, são pontos positivos para mim, porque adoro protagonistas certinhos (justamente porque fogem aos padrões reais) e amo uma escrita poética, principalmente em romances, carregadas de simbologismos, então, concluo dizendo que estarei entre aquela grande parcela que adorou a leitura, isso quando eu a fizer...
    “Volta teu rosto sempre na direção do sol, e então, as sombras ficarão para trás.” (Sabedoria oriental)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudy!
      Ótimo 2017 procê tb! :D
      Noooooossa! Então, COM CERTEZA leia Sorrisos quebrados pq vc vai amar.
      Não deu pra mim como favorito, mas mesmo com todos os pontos negativos, eu gostei. Imagina vc? :D

      bjoooooo

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos