Depois daquela montanha - Charles Martin

O Dr. Ben Payne acordou na neve. Flocos sobre os cílios. Vento cortante na pele. Dor aguda nas costelas toda vez que respirava fundo.
Teve flashes do que havia acontecido. Luzes piscavam no painel do avião. Ele estava conversando com o piloto. O piloto. Ataque cardíaco, sem dúvida.
Mas havia uma mulher também – Ashley, ele se lembra. Encontrou-a. Ombro deslocado. Perna quebrada.
Agora eles estão sozinhos, isolados a quase 3.500 metros de altitude, numa extensa área de floresta coberta por quilômetros de neve. Como sair dali e, ainda mais complicado, como tirar Ashley daquele lugar sem agravar seu estado? À medida que os dias passam, porém, vai ficando claro que, se Ben cuida das feridas físicas de Ashley, é ela quem revigora o coração dele. Cada vez mais um se torna o grande apoio e a maior motivação do outro. E, se há dúvidas de que possam sobreviver, uma certeza eles têm: nada jamais será igual em suas vidas.

Frio. Essa é a sensação que fica na alma da gente durante toda a leitura de Depois Daquela Montanha. Minto... aflição, medo, pavor e dor também, mas, acima de tudo, esperança.

Gente, que livro é esse?! Que história mais incrível, e que sensações loucas deixa na gente. Nunca torci tanto por duas pessoas, na verdade três, contando com o cachorrinho. Apesar do calor que está fazendo em Brasília eu senti muito frio, consegui me imaginar cercada de neve por todos os lados, senti arrepios, senti toda a dor dos personagens e, claro, senti um desespero constante ao longo da narrativa.

Nunca havia lido nada de Charles Martin, apesar de ter outro livro dele na estante, mas posso afirmar, sem sombra de dúvidas, que o cara sabe escrever e com tanta clareza e riqueza de detalhes que fica impossível não se sentir na pele dos nossos heróis. Digo heróis porque me imaginei no lugar deles e sei que não resistiria por muito tempo em uma situação igual.

Ben é um homem bom, um médico dedicado a seus pacientes e que ao alugar um avião para tentar contornar uma tempestade de neve, que impossibilitaria sua chegada a seu local de trabalho, onde realizaria uma cirurgia em um paciente, não vê problema em oferecer uma carona a Ashley, uma mulher que ele acabou de conhecer no aeroporto, mas que tinha um motivo importante para se apressar a chegar a seu destino, seu casamento. Mas o destino...

O destino quis que acontecesse o improvável: o piloto em pleno voo tem um ataque cardíaco e morre, não sem antes aterrissar o avião num lugar inóspito, entre o nada e lugar nenhum, cercado de neve por todos os lados e num frio de gelar a alma.

Na queda Ben quebra algumas costelas e Ashley a perna, além de ter vários cortes pelo corpo. Mas isso não era nada em relação à situação que eles se encontravam. E para piorar, ninguém procuraria por eles, já que ninguém sabia que eles estavam num avião, em plena tempestade e sem ter comunicado o fato a nenhum familiar.

Se você acha que a situação dos dois é ruim, você ainda não viu nada. Meu Deus, quanta aflição, quanta desesperança. Mas nossos protagonistas não são pessoas comuns, até porque viver uma situação dessas não é para qualquer mortal.

Pronto, chega de falar do enredo da história, você, caro leitor dessa resenha, precisa ler esse livro e para isso vou te dar alguns motivos para que você corra agora numa livraria e compre seu exemplar.

Primeiro: O livro conta uma história tão real e dolorosa que não tem como não ficar curioso com seu desfecho.
Segundo: Se você pensa que a história conta só o que a sinopse diz, está muito enganado. Não só teremos o desenrolar de uma situação crítica, como também desvendaremos situações emocionais que irão tocar fundo o leitor.
Terceiro e mais importante: Não tem como não se apaixonar por dois personagens tão emocionalmente abalados, e que descobrirão com a situação, que a vida é muito mais do que se viveu ou que se possa imaginar.

Charles Martin acaba de entrar no rol dos meus autores favoritos, o cara escreve sem medo de afligir o leitor e nos faz amar sua história mesmo que se sofra lendo. Esse dom é incomparável e merece aplausos. Eu estou ainda extasiada com a leitura, apesar de tanta aflição. Amei cada página e me surpreendi com muitos fatos ocorridos, mas nada me preparou para aquele final, que, diga-se de passagem, foi perfeito, coerente e bastante plausível.

Prepare-se caro leitor, muitas surpresas lhe aguardam nessa leitura que eu indico e recomendo com entusiasmo.

P.S.: Para quem não sabe, Depois Daquela Montanha chegará às telas do cinema em 2017. Os atores que interpretarão Ashley e Ben até já foram escolhidos, são eles: Kate Winslet e Idris Elba. Já estou contando os dias.

13 comentários:

  1. Vi vários comentários sobre essa obra, mas eu tenho namorado ela desde que coloquei os olhos na capa em seu lançamento. Eu já sabia que poderia esperar uma história bem intensa, cheia de sentimentos fortes e que me deixasse com o coração apertado no fim da leitura. Lendo a sua resenha posso apenas concordar com isso. Aliás, nada melhor que um autor que sabe bem como inserir detalhes sem se tornar chato demais. O melhor do livro ser "frio" é que nesse calor, vai cair bem lê-lo :v

    Um abraço!
    Parágrafos & Travessões

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Eduarda, esse livro se passa num clima tão frio que com certeza é um refresco nesse calor, rsrsr
      Leia, certeza que vc irá gostar.
      Bjs

      Excluir
  2. Gostei muito desta trama . Eu não sei se tu tambem ficou com o coração apertadinho cada vez que o Dr. Paine falava sobre a rachel . Bela resenha ... como sempre divando . Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não só fiquei com o coração apertadinho, como previa alguma coisa. Não deu outra!!!
      Obrigada Clau, volte sempre.
      Bjs

      Excluir
  3. Respostas
    1. Obrigada Flavi, volte sempre. O blog SR está sempre a disposição para novas amizades.
      Bjs

      Excluir
  4. Leninha!
    Já queria fazer a leitura desse livro e sabendo que além de toda catástrofe que acontece com os protagonistas, saber que tem situações emocionais que permearão o livro, já me atrai ainda mais.
    E claro, quero saber como eles conseguiram sair desse tal local inóspito e se conseguem sobreviver ao frio.
    “Ano Novo!
    Um novo ano começou, e assim, eles passarão: um a um… São mais 365 dias... Novas outras 365 oportunidades de fazer diferente! Fazer melhor, fazer mais, em alguns casos, fazer menos… Espero que ao final desse tempo, possamos contabilizar quantas estrelas fizemos brilhar…” (Desconhecido)
    FELIZ 2017!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você irá se surpreender com tudo que vai descobrir durante a leitura Rudy, como eu disse, o livro é bem mais do que a sinopse diz. Se prepare.
      Bjs

      Excluir
  5. Sempre gostei do mundo mágico dos livros. Eu serei bem vindo aqui? Estou amando as resenhas do Sempre Romântica. Ah, eu quero muito, mais muito mesmo ler este livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que você será sempre bem-vindo aqui José, sinta-se em casa.
      Acredito que você vai apreciar muito a leitura desse livro.
      Volte sempre.

      Excluir
  6. Oi Leninha, desde que esse livro foi lançado que estou doida pra lê-lo, acabei de comprar e ele vai furar fila. Pela sua resenha deve ser daqueles que deixam o leitor com ressaca e sem saber o que fazer depois dele. Acho que vou ficar assim...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você comprou e de quebra ainda vai furar a fila, leia e depois volte para me contar sua experiência com a leitura. Prepare-se para sentir frio, rsrsrs
      Bjs

      Excluir
    2. Leninha eu li,ri, chorei, senti frio, fiquei angustiada e apaixonada por essa história e pelos personagens. Adorei o fato da narrativa ser no presente com Ben e Ashley e ao mesmo tempo mostrar o Ben e a Rachel. Não demororou muito pra eu imaginar o final e quando eu cheguei lá foi choro, mas eu gostei de como terminou ❤
      Charles Martin me conquistou e já vou procurar por outros livros dele.
      Espero que o filme seja bom e eu consiga sentir nele o que senti lendo o livro.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos