A Torre Negra - C. S. Lewis, por Koudan

Olá pessoal, hoje ninguém precisará entrar no guarda-roupa para vivenciar a história pra lá de inusitada de C. S. Lewis, o mesmo autor de As crônicas de Nárnia, pois hoje falaremos sobre A Torre Negra.

Devo confessar que tive dificuldades como categorizar o gênero desse livro, foi quase no mesmo nível da pergunta: Star Wars é fantasia ou ficção científica? Antes de ler o livro, o título me remeteu a mesma ideia do mundo fantástico de Nárnia, e contrariando o que veio na contra capa, devo adverti-los que não esperem o mundo fantasioso nem tampouco o mesmo tipo de enredo, relativamente fácil desse último, pois não é. De modo que para ser honesto com a proposta do livro, e de acordo com as teorias vigentes sobre multiversos e as dimensões da teoria das cordas, presente hoje na cosmologia moderna, eu o definiria como ficção científica e não fantasia.

A história se passa na Universidade de Cambridge, onde cinco homens estão reunidos para vivenciar uma experiência extra, intra, ultra, hiper, dimensional? Não sei definir também! O que acontece é que por meio de um aparelho criado por um dos professores presentes, o cronoscópio, eles podem enxergar o futuro ou o passado ou outra dimensão. Não darei minha opinião sobre o que eles veem para não estragar sua leitura. Então, nessa observação a priori estritamente científica, eles tentam traduzir a vida dos observados numa Torre Negra do outro lado do cronoscópio. A história se desenrola com especulações e teorias científicas sobre que tipo de vida e sociedade as pessoas do outro lado teriam. Pois o que viam de início era um lugar onde as pessoas eram aparentemente parasitadas por outras com ferrões na testa.

A história é tão nebulosa quanto à visão dos homens, e vejo nesse quesito, um ponto forte da escrita desse autor, que vai te dando informações a conta-gotas, na medida em que os personagens vão desvendando ou teorizando sobre o outro mundo, e quando eles desvendam algo ou mata alguma charada, você também saberá, por isso, não considero o livro de leitura tranquila, porque facilmente você pode se perder na trama ou na névoa que os personagens não conseguem adentrar do outro lado.

Para quem gosta de livro ou filme como Donnie Darko, que envolve teorias malucas, pode encontrar nesse livro um verdadeiro desafio para desvendar o enredo enquanto estiver lendo, pois o autor capricha nas teorias sobre espaço tempo, viagens no tempo e suas consequências. Algumas delas, devo admitir, bem legais de se pensar.

Haverá um ponto no livro, que o cronoscópio se mostrará mais que um simples objeto de observação, ele funcionará como portal dimensional ou temporal, em que uma das personagens trocará de lugar com uma das pessoas observadas do outro lado. A partir daí, novas teorias são elaboradas enquanto se procura o intruso do outro lado em nosso mundo.

Gostaria de fazer uma leitura de inferência com mais qualidade, mas me limitarei a dizer que o livro procura não apenas o entretenimento puro e simplesmente, percebe-se que o autor domina o conhecimento vigente, da década de sessenta, o que não é tão diferente de muita coisa hoje, para elaborar os argumentos bem fundamentados das personagens eruditas e com isso chamar a atenção do leitor para os aspectos científico do cosmo. Poucos livros de ficção científica hardware (quando explica aspectos científicos com teorias válidas) eu conheço com tantos detalhes instigantes, talvez o romance Contato de Carl Sagan.

O livro tem boa revisão e conta com a tradução de Jorge Camargo e considero uma publicação da Editora Planeta, que traz para nossas prateleiras, esse autor tão expressivo do século XX.

É isso pessoal, se forem ler, não deixe de ligar seus cérebros em modo Ultra atencioso.

See you in space cowboy.
Koudan - Professor de História, Orientador Educacional e Contista, foi membro do Núcleo de Literatura da Câmara dos Deputados  e pesquisador em História oral e Mitologia greco-romana. Amante de ficção científica e animação, e leitor ávido de quadrinhos e livros.

5 comentários:

  1. Oi, oi

    Solicitei esse livro pelo nome do autor, estou ansiosa para ler... embora Ficção Científica não seja muito minha praia, tenho me surpreendido bastante quando leio algo do gênero.

    xoxo
    MilaF
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila. Espero que você goste desse livro, como ficção científica não é sua praia, esse não seria um livro que te indicaria para gostar mais desse gênero. Mas boa leitura.

      Abraço.

      Excluir
  2. Eu nunca li nada desse autor, mas sei que ele é muito bom pelos comentários que eu leio. Você indicar para os fãs de donnie darko me fez lembrar do meu namorado, pensei em até comprar o livro de presente pra ele. Porém, fiquei bastante curiosa com o enredo pelo fato da confusão entre fantasia e ficção científica, não sei se isso seria bom ou ruim. Foi um prazer conhecer o livro pela sua resenha.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eduarda. Acho que é uma excelente ideia presenteá-lo com esse livro. Geralmente quem gosta de Donnie Darko, gosta também das teorias malucas dele, então há uma chance boa dele gostar desse livro também. Abraço.

      Excluir
  3. Koudan!
    Depois que os livros de fantasia dominaram o mercado literário, achamos que não são ficção, mas acredito que sejam... e ainda mais que fala de teorias sobre espaço tempo, viagens no tempo, temos aí a comprovação.
    Não li ainda, mas quero muito.
    E parabéns por sua análise bem feita do livro.
    “Saber quando se deve esperar é o grande segredo do sucesso.” (Xavier Maistre)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos