O Despertar do Lírio - Babi A. Sette

Lilian Radcliffe é uma jovem viúva e está feliz com sua vida isenta de emoções. Culpa do luto que não larga? Lilian jurou fidelidade ao marido no leito de sua morte.
Paralelo a isso, conhecemos Simon Thorn, homem frio e libertino, dono da maior casa de jogos de Londres. Ele está a um passo de realizar seu plano de vingança contra o culpado pelo título de assassino que recebera anos atrás. O problema é que o canalha está morto e ele terá de usar a sua viúva recatada a fim de atingir seus objetivos.
De um lado, ela precisa manter sua honra intacta; de outro, ele quer seduzi-la e desmoralizá-la. No entanto, Lilian nunca se sentiu tão vulnerável e atraída por um homem. E Simon, por sua vez, demonstra reações ao lado dela das quais nunca imaginara ter. A vingança e a honra se abalam quando nasce entre ambos uma paixão incontrolável. Mas, para ficarem juntos, terão de enfrentar segredos e mágoas profundas, um castelo trancado há seis anos, palco de uma morte misteriosa e, sobretudo, encarar os fantasmas do passado que assombram suas consciências.

Junte um casal apaixonante, um cenário encantador, numa história de época escrita por uma autora nacional e teremos os ingredientes perfeitos para um belo exemplar com uma leitura digna de nota 10, ou seja, teremos O Despertar do Lírio, de Babi A. Sette.

Cada vez mais nossos queridos autores nacionais nos brindam com histórias maravilhosas, cheias de emoção, amor e com finais perfeitos, que deixam nossos corações saltitando de alegria. Babi me pegou pela mão, me fez sentar em uma bela poltrona e me contou uma história que fez meus olhos brilharem de encantamento, foi um prazer da primeira a última página.

Esse é o segundo livro da série Flores da Temporada e conta a história de Lilian, irmã da protagonista do livro O Promessa da Rosa — que infelizmente eu ainda não li —, e Simon, um libertino incrivelmente másculo, que tem uma mácula em seu passado que o torna uma Persona non grata por onde passa.

Lilian é uma viúva de apenas 22 anos que já se conformou em estar entre as matronas da sociedade, considerada uma mulher com a honra ilibada e de reputação exemplar. Diante da promessa em se manter fiel ao marido morto, ela acredita que seu destino será a solidão junto de seu filho, fruto de seu casamento com seu falecido esposo.

Porém, o libertino, frio e calculista, Simon, tem planos para destruir a reputação de Lilian, cumprindo assim sua vingança — há tanto tempo planejada —, contra seu inimigo já morto, marido de nossa mocinha.

Contudo, quando esses dois se encontram nada é como planejado, tanto Lilian quanto Simon perdem a razão diante um do outro, e o que era para ser evitado e cumprido muda de figura e seus planos são desfeitos como num passe de mágica, para não dizer numa atração incontrolável.

O livro não é só um romance apaixonante, ele mostra ao leitor os costumes de uma época ultrapassada, onde a mulher era um ser que devia obediência ao homem, e explicação de seus atos para toda a sociedade, onde um pequeno deslize acarretaria no desprezo de todos. Já o homem podia ter suas amantes e cometer atos reprováveis e mesmo assim ser visto apenas como um libertino. Gente, vamos combinar, não mudou muita coisa com relação aos dias atuais, mudaram nomes, mas a mulher ainda é julgada por seus atos enquanto o homem é supervalorizado pelos mesmos atos. Mas isso é assunto para outro tópico. (Risos)

Para quem não leu o livro anterior, aqui podemos visualizar um ou outro spoiler, ou seja, já sei mais ou menos o que ocorre com Kathe do livro anterior da série. Para mim isso é irrelevante, porém muitos que começarem a leitura por esse livro podem não se sentir confortáveis. Então fica a dica, leia A Promessa da Rosa antes de se aventurar em O Despertar do Lírio. Mas isso fica a critério do leitor, eu não me arrependo de ter começado pelo segundo, muito pelo contrário, isso só atiçou ainda mais minha curiosidade e vontade de ler o primeiro.

A história de Simon e Lilian tem todos os ingredientes para deixar o leitor deveras apaixonado, têm diálogos inteligentes, traumas do passado que justificam as atitudes dos personagens, a doçura do despertar do amor, a amizade entre os protagonistas e um final que nem quero comentar. Só quero frisar que amei, amei e amei.

Ansiosa para comprar logo o livro um da série — infelizmente não consegui comprá-lo na Bienal —, e começar a leitura o mais rápido possível.

Rendo meus aplausos a Babi A. Sette e desejo muita inspiração para que ela possa continuar nos brindando com outras belas histórias, tão lindas como O Despertar do Lírio.

8 comentários:

  1. Oi Lena!
    Sou loooouca pelos livros da Babi. Eu amo romances, flores e coisas fofas, e os livros da série, reúnem tudo em um lugar só! Eu recomendo muito! *-*

    Bjs
    Lu Blog: Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa foi minha primeira experiência com livros da Babi e já estou apaixonada. Ansiosa para ler o livro anterior da série, ainda mais sabendo o que já sei, rssrs
      Bjs Lu, volte sempre.

      Excluir
  2. Mais uma para a minha lista. E romance nacional HISTÓRICO me deixa com uma vontade louca de conhecer logo o cenário, as personagens, os dramas. Não conheço o trabalho da autora. É uma pena. Oww, meu Deus! Só queria ter 2h por dia - garantidas - só para ler meus livrinhos. Fico só na vontade. 2016 está sendo um ano onde tenho feito mil coisas ao mesmo tempo. E ler (minha grande paixão) está ficando cada vez mais deixada de lado. E ainda preciso escrever. Bateu agora um sentimento de angústia por tantos livros a serem lidos (só de livro técnico para o TCC e nova atuação profissional como Coach tem uma pilha de pelo menos 15 me esperando). E aí vejo estórias como essas que me deixam com muita vontade de voltar a ler por prazer; por entretenimento. Parabéns, mais uma vez, pela belíssima resenha. Beijo em seu coração, Leninha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino seu drama, sem tempo para ler, e tendo que ler livros tão pouco prazerosos. Mas um dia as coisas melhoram e você vai ver, sua lista vai começar a andar.
      Bjs Lu, sempre bom te ver aqui.

      Excluir
  3. Leninha!
    Estou com A proessa da Rosa aqui para litura, porém ainda não tive oportunidade.
    Fiquei daqui em suspiros apenas com sua narrativa e opinião sobre esse segundo livro da série e vou ver se leio logo o primeiro e se consigo o segundo, fiquei encantada.
    Realmente nossos autores nacionais estão cada vez melhores em suas escritas.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de SETEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem dera eu tivesse A Promessa da Rosa para leitura imediata, aí eu nem pensaria duas vezes.
      Os nacionais estão com tudo e muita mais. Bjs Rudy!

      Excluir
  4. Oi Leninha,
    Ainda não li A Promessa da Rosa, e bateu um desespero aqui agora em saber que O Despertar do Lírio (capa divina) é tão apaixonante quanto o primeiro.
    Que livro mais incrível! Que história mais perfeita! Amo romances que giram em torno da vingança, e esses protagonistas então? Lilian e Simon prometem serem personagens incríveis, daqueles que te conquistam de um jeito arrebatador.
    Só posso dizer que o livro despertou ainda mais a minha vontade louca de ler um livro da Babi.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem sei como faço para esperar para ler o Promessa da Rosa, nem sei.
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos