Tag dos 50%, por Tícia

E lá se foi metade do ano.
Dá pra acreditar que já estamos em agosto? Tipo, você dorme no Ano Novo, mal pisca e é Páscoa, deita de novo e já acorda pulando a fogueira iaiá e essa doidera prossegue e você cai num perpétuo estado de tapadice porque não consegue acompanhar esse tempo desembestado.
Só eu não tô entendendo nada?

Bem, durante esses primeiros meses alvoroçados do ano, eu acumulei algumas leituras; meus 50% que graciosamente divido em punhados de livros bosta e punhados de livros fodas. Com uma leve inclinação aos livros de merda.
Mas isso não é novidade, já que vivo numa fase literária medonha há séculos.
É, nem me fala. Também acho que quem vem jogando praga, tá na hora de parar.

Mas vamos aos meus 50% de 2016.


1. O melhor livro que você leu até agora, em 2016.

História com quebra pau entre Roarke e Eve. Ele foi sonso em alguns momentos, mas continua o dono do meu coração. Frase cafona como ombreira, mas o que posso fazer?


2. A melhor continuação que você leu até agora, em 2016.

Alguém tinha dúvida que seria esse? Hum? Hum??????? E eu estava tão desesperada pra ler esse livro que apelei pro meu inglês capenga. Mas valeu a pena cada desespero linguístico que sofri. História perfeita!!! *-*


3. Algum lançamento do primeiro semestre que você ainda não leu, mas quer muito.

Esse livro foi escrito por uma autora portuguesa, Sofia Silva, no Wattpad, em 2014/2015. Bem, como só conheci ele no primeiro semestre desse ano, então tá valendo.
É, reformulei as regras. Eu na vida.
Bem, geral tá falando que a história é muito bonita e sensível. Vamos ver se minha xexelentice vai achar o mesmo.


4. O livro mais aguardado do segundo semestre.

Óbvio que seria alguma coisa relacionada com a Irmandade da Adaga Negra. Alguém viajou errado e achou que seria outra coisa???


5. O livro que mais te decepcionou esse ano.

Pois é. Uma das minhas autoras favoritas, Mia Sheridan, escreveu um livro bosta. Os mocinhos são uns porres, altamente melequentos entre si, metade da história acontece no mato, numa floresta lá na puta que pariu, com um toque meio New Age ou sei lá que porra é aquela que, definitivamente, não rola comigo. E até agora não entendi colé dessa história.


6. O livro que mais te surpreendeu esse ano.

Sabe quando você lê um livro não esperando absolutamente nada e ele te deixa arriada? Meses depois, ainda não me recuperei dessa leitura.  :/


7. Novo autor favorito (que lançou seu primeiro livro nesse semestre, ou que você conheceu recentemente).

Tara Sivec. Ela escreveu um livro muito hilário e outro bem dramático, ambos muito, muito bons. Gosto quando o autor não se prende a um estilo só.


8. A sua quedinha por personagem fictício mais recente.

Só vale os recentes? Não posso incluir o Roarke ou o Zsadist? Tá, tá, parei.
Vou então citar o Liam de Coração perverso. Espetáculo de homem... eu comeria ele todo; não sobraria nem um naco de todo aquele bíceps protuberante, do vasto peitoral, do sólido tanquinho e do... bem, vou me deter aqui porque se eu descer mais eu me lasco.


9. Seu personagem favorito mais recente.

Don, do Projeto Rosie e do Efeito Rosie. AMO esse cara.


10. Um livro que te fez chorar nesse primeiro semestre.

Arrumei uma choração tão grande que a chance de alguns tímpanos terem se rompido e de algumas vidraças terem se espatifado é incrivelmente alta.


11. Um livro que te deixou feliz nesse primeiro semestre.

De novo Tara Sivec. No caso desse livro, não julgue o livro pela capa!


12. Melhor adaptação cinematográfica de um livro que você assistiu até agora, em 2016.

Nenhuma. Normalmente, acho as adaptações uma merda e sempre fujo delas como fujo das alcachofras. 


13. Sua resenha favorita desse primeiro semestre (escrita ou em vídeo).

Não consigo me lembrar de nenhuma que tenha gostado. É que quando (raramente) eu releio alguma resenha minha, fico me perguntando ‘Que porra é essa?’ o tempo todo. Então, pra evitar a fadiga, solto elas por aí e esqueço.
Mas já que tem que selecionar alguma, vou colocar aqui uma que publiquei só no Skoob.

Second Rate Chances - De Holly Stephens

Resumindo:

- Sinopse: Esperava um Stephen Amell, mas recebi um Justin Bieber. Por uma dessas que Deus perdoa se eu desejar que o indivíduo responsável por essa sinopse tenha uma caganeira de três dias.

- Mocinha: também conhecida como pano de chão. Tapete. Sonsa. E posso dizer que já senti sua escassez de personalidade logo no prólogo, quando a tapada ficou repetindo o que o mocinho falava como uma espécie de eco do caralho.
Tipo:
'Vejo um balanço l' ---- 'Eu também';
'Temos uma casa. Você e eu.' ---- 'Você e eu';
'Sabe o que isso significa?' ---- 'O que isso significa?'
'Eu te amo'. ---- 'Eu também'.
'Nada vai ficar entre nós' ---- 'Nada.'

Que isso? Um papagaio do inferno?
Se ele falasse que ia fazer cocô, ela também ia?
Fora o fato de que bastou o sujeito jogar um papinho, fazer cara de coitado e lá estava ela, arreganhando pro cara, esquecendo todo o sofrimento e blábláblá. Se o sujeito fodeu tanto com a relação no passado, custava preservar o amor próprio?

- Mocinho: é outro cuja personalidade foi pro saco. Tô esperando até agora a justificativa para as merdas que ele fez com a família, amigos e o escambau.
E o cara simplesmente sapecou a mocinha, sem se importar com sua noiva. Independentemente de a mulher ser uma vaca, pegar outra sendo comprometido só prova que ele é um bosta.

A cerejona do bolo? Quando o cara recuperou a memória, ao invés de terminar com a atual, pediu um tempo e deixou a criatura prosseguir com os preparativos do casamento pra, então, acabar tudo em cima da hora.
É doido, porra?

E juro que comecei a torcer pra noiva. Sério. A mulher saiu como a vilã da história, mas discordo. Alguém a viu colocando uma arma na cabeça do mocinho ou o chantageando ou o caralho que for pra ele se tornar um pau mandado? O bosta fez tudo sozinho.
Um booooooooooooooooosta!!!

- A história: que morra seca e arreganhada.
- A leitora: cabra macho por ler essa sucessão de equívocos até o fim.
Recomendo?
Tanto quanto uma cólica renal.


14. O livro mais bonito que você comprou ou ganhou esse ano.

O Pequeno Príncipe na versão pop-up. Muito lindo, embora eu ache esse moleque um porre.


15. Quais livros você precisa ou quer muito ler até o final do ano?

Somente a ponta do iceberg. Você não imagina o tamanho da lista de livros que desejo muito ler até o final do ano.
Num mundo perfeito e justo, eu receberia um bolsa-leitura e viveria disso.
Só acho.

;)

5 comentários:

  1. Não li nenhum dos livros que você citou! Gostei muito dessa tag para conhecer novos autores e livros!
    Beijos, Aline
    http://versoaleatorio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ainda não estes livros, mas não deixarei de leros dois de J.R.Ward, pois amo a série da Adaga Negra, estou faltando A Besta para ler.

    ResponderExcluir
  3. Oieeee Tícia :)
    Quero ler alguns desta lista que você fez. Agora um eu li e posso assegurar que é um livro ímpar. Estou viciada nesta série e desejo cada letrinha dela pra mim! Corações quebrados da talentosa Sofia Silva merece todos os elogios. Pode mergulhar tranquila. Bjs

    ResponderExcluir
  4. A série Mortal tá na minha lista faz um tempão, sou fã dos livros da Nora e sempre tive curiosidade em conhecer as aventuras de Eve e Roarke, aliás, só de ler sua resenha sobre Inocência Mortal detestei o Roarke, que mancada a dele, hein?!
    Outro que está na minha lista de leitura a bastante tempo é Corações Quebrados, mas agora que baixei o aplicativo do Wattpad ficou muito mais fácil - e rápido - de ler; estou lendo um conto da Sofia que ela está quase finalizando no Wattpad chamado Sorrisos Quebrados, estou amando, é muito bom!
    Ainda não li nenhum livro da Tara Sivec mas Malícias e Delícias está na minha lista de leitura...
    Amei sua resenha sobre Second Rate Chances e com certeza passarei longe desse livro.
    Enfim, amei suas respostas e concordo com você, bem que poderia existir essa bolsa-leitura, né?!  😉
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. Ebaa! Achei mais uma fã da Série Mortal haha
    Amei Inocência Mortal e já estou de olho em Criação Mortal. O Roarke também é dono do meu coração, ele sempre será o meu crush favorito haha
    Finalmente comecei a ler a série A Irmandade da Adaga Negra, não sei por que adiei tanto, afinal séries longas não me assustam, já que sigo loucamente a Série Mortal.
    Só li um livro da Mia Sheridan, A voz do Arqueiro, e estou adiando a leitura dos próximos livros. Mas pretendo ler pelo menos mais um até final do ano.
    Não vale citar o Roarke na quedinha mais recente? Mas eu li algumas semanas atrás Inocência Mortal Haha
    Adoro o Don, quero muito ler Efeito Rosie para ver o que mais ele consegue aprontar.
    Essa capa bizarra de Malícias & Delicias é demais! Mas essa capa não me assusta não, como adoro romance sem clichês e bem divertido, esse livro está na lista.
    Tenho medo de olhar a lista de livros que quero ler até o final do ano, ela é de causar pânico. Mas vamos aos mais prioritários: A Viajante do Tempo, A Indomável Sofia, A Promessa da Rosa, Todo Dia, A Rainha Vermelha, A Garota Italiana e O Cavaleiro de Bronze # 3. Ufa!
    Também sonho com esse mundo perfeito, nada mais justo do que receber para ler \o/
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos