Entrevista com Roxane Norris, por Lia Christo

O blog Sempre Romântica traz hoje para seus leitores a entrevista feita pela amiga e blogueira Lia Christo, do blog Doces Letras, com nada mais nada menos, que a autora Roxane Norris. Roxane já é uma querida para mim, apesar de não nos conhecermos pessoalmente (ainda). Mas a Bienal está chegando para remediar essa questão. Não vejo a hora de dar aquele abraço e ter em mãos meu querido Conde de Rothesay.
Mas vamos parar de enrolação e postar logo a entrevista. 
Espero que curtam e comentem. 

Roxane Norris desde pequena se envolveu com os clássicos do romance mundial como Alexandre Dumas, Louise May Alcott e Jane Austen, e o brasileiro José de Alencar. Arquiteta por formação, encontrou sua felicidade na escrita. Possui cinco livros publicados, sendo Immortales seu primeiro romance, seguido por Youkai e a trilogia Volkodlák.



Confiram os seus livros já publicados, ou sendo postados na Plataforma Wattpad.


Gostaria de agradecer a Roxane Norris, por me conceder esta entrevista. Seja muito bem vinda ao Blog Doces Letras!

DL – Roxane Norris, por ela mesma!
RN — Sou a pior pessoa para falar de mim kkkkkkkk Mas, vamos tentar: Sou mega ansiosa, perfeccionista, amiga, tímida, organizada, sonhadora, cabeça dura, prestativa... Bem humorada, positiva. Tá bom né? kkkkkkkkk

DL – Qual o seu primeiro contato, com o universo literário?
RN — Através do meu primeiro livro publicado, Immortales, quando estive na Bienal de São Paulo em 2012. Um momento inesquecível, porque de cara, ele foi lançado num evento desse porte. E como qualquer autor, no início de carreira, sempre achamos que já passamos pela parte mais trabalhosa, e de quebra, em grande estilo né? Mas não é verdade. O trabalho apenas começou, e a Bienal é um sonho, mas não é tudo.

DL – Tem mais algum escritor em sua família?
RN — Tenho um irmão e uma sobrinha que já escreveram contos para coletâneas da Andross, mas, de fato, não tomaram isso como carreira.

DL - Você tem requisitos obrigatórios para escrever? Tipo alimentos, bebidas, local da casa, manias...
RN — Gosto de ouvir música. Geralmente associo uma em especial a um personagem, e em cenas muito intensas, ela toca direto. Chego a repeti-la várias vezes, pela questão do clima que ela me conduz.

DL - Você tem um livro favorito entre os que você escreveu?
RN — Haha... Não. Costumo dizer que Immortales é meu xodó por ser o primeiro. O que me fez entrar nesse mundo, conhecer esse meu lado e conquistar amigos e leitores. Todavia, hoje, com 8 livros escritos e dois em andamento, eu posso afirmar que cada um é especial. Embora, eu seja obrigada a dizer que a sequência do Conde de Rothesay está deliciosa.

DL - Quem é o seu personagem literário favorito?
RN — Edmund Danté, de O Conde de Monte Cristo; e como mulher, Jô March, de Little Women. São intensos e muito bem escritos.

DL - Quantos livros você está trabalhando no momento?
RN — Em dois, um no wattpad, e o último da trilogia das Irmãs Reims, O Sedutor Marquês de Winter.

DL - Você poderia nos adiantar qual será o seu próximo livro a ser lançado e se ele já tem data de lançamento?
RN —  Estou entre o Duque e Immortales 2. Mas acredito que o Duque venha mais rápido.

DL – Em sua opinião, o que foi mais difícil, escrever este livro(O Conde de Rothesay), ou conseguir que ele fosse publicado?
RN — Certamente publicar, principalmente por uma editora que acredita no seu trabalho. E eu realmente tive muito apoio da Qualis, em tudo. Então é um trabalho lindo e em conjunto que estamos trazendo para o público, com um imenso respeito por ele, por saber o quanto são apaixonados, como eu, por esse gênero.

DL – Qual a sua expectativa em relação ao seu livro?
RN — Eu prefiro não ter expectativas. Acredito que o trabalho como um todo está lindo. Concluir esse livro foi um desafio em muitos sentidos, não só pela completa mudança de público, como pela dedicação aos detalhes, à pesquisa. Minha maior expectativa é o reconhecimento.

DL – Cite aqui três dicas para quem está começando agora:
RN — Nunca desista, persistência é tudo. Tenha determinação, explore a si mesmo, busque o melhor de si. E, mais que tudo, saiba ser humilde. Escrever é o primeiro passo de uma longa jornada.

Agora um bate/rebate...

•    Uma cor – Azul, certamente azul
•    Um autor – Xiii, aí vou acabar com amizades! Melhor citar um estrangeiro: Alexandre Dumas.
•    Uma viagem – França, ainda vou fazê-la.
•    Uma data. Por que? — Não me prendo a datas, pode ser fase? A de ser mãe.
•    Uma frase – Escrever é o primeiro passo de uma longa jornada.


DL – Para finalizar, deixe uma mensagem para os leitores do blog:
RN - Eu quero agradecer a cada um, a cada parceiro, a cada amigo, que esteve ao meu lado nessa caminhada. Lia, você foi uma das primeiras a acreditar nos meus sonhos, em mim, e sempre será especial. Eu só posso me sentir honrada por estar aqui. Muitos beijos!

Redes sociais da autora:


Espero que tenham gostado da entrevista e que possam prestigiar a Roxane nesta Bienal. Abaixo os dias e horários que a autora estará autografando seu livro, O Conde de Rothesay e suas outras participações.

8 comentários:

  1. Gostei muito da entrevista ficou show de bola!
    Fico feliz em ver que cada vez mais autores nacionais estãoconquistando o seu espaço! Sou completamente viciada nos romance de época, e seu livro, O Conde de Rothesay ficou a coisa mais linda! Sucesso!


    Beijos,Lu
    Blog: Apaixonada por Romances “A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa apagar o caso escrito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Roxane é uma pessoa muito especial, merece todo nosso carinho.
      Que bom que você curtiu a entrevista Lu. E foi bom estar a seu lado lá na Bienal quando nos encontramos com a Roxane, viu como as coisas são?!
      Bjs

      Excluir
  2. Uma ótima entrevista. Temos que valorizar mais nosso autor nacional, e conhecê-los melhor com entrevistas claras e objetivas como essa, é uma ótima experiência.
    Com toda a certeza criou em mim uma curiosidade em conhecer esse trabalho da autora, como todos os outros que estão "sucessando" por aí.
    parabéns à Lia Christo e claro, ao blog Sempre Romântica por publicar também a entrevista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma entrevista para lá de especial, feita por alguém de valor com uma autora que promete grandes histórias.
      Bjs

      Excluir
  3. Oi Leninha,
    Adorei conhecer melhor a autora, que pessoa mais humilde e simpática! Ela merece o devido reconhecimento, pois nem consigo imaginar o desafio que é de ser escritora, desejo muito sucesso para ela., que seu trabalho seja valorizado.
    Desde que vi o lançamento de O Misterioso Conde de Rothesay fiquei doida para ler um livro da Roxane Norris, e como sou completamente cativada por romance de época, não vejo a hora de ler essa história envolvente e apaixonante. Gostei de saber que a “sequência do Conde de Rothesay está deliciosa” haha já estou ansiosa para ler o primeiro, imagine agora sabendo que vai ter mais =) E vou ficar na torcida e expectativa de novos livros de romances de época.
    Parabéns a blogueira Lia Christo pela entrevista, e obrigada Leninha por compartilhar, pois adoro conhecer um pouco mais essas autoras que tanto nos cativam com suas histórias.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Roxane merece todo o nosso apoio, ela é uma pessoa maravilhosa.
      Obrigada Micheli, bjs

      Excluir
  4. Só vim a ouvir falar da Roxane Norris há pouco tempo, e ainda não conheço sua escrita, o que pretendo consertar em breve pois O misterioso Conde de Rothesay está na minha lista de leitura; falando em obras da autora, fiquei curiosa em relação aos seus outros livros - pesquisei apenas sobre Youkai por causa do nome e da capa, que aliás é linda, mas não me interessei pela trama, detesto triângulos amorosos! - depois vou dá uma fuçada  no Wattpad para conhecer um pouco mais sobre seus outros livros...
    Enfim, gostei da entrevista, de conhecer um pouco a autora de O misterioso Conde de Rothesay... Sempre tenho curiosidade de saber os requisitos obrigatórios para escrever dos autores que leio ou pretendo ler, e achei muito interessante os requisitos para escrever da Roxane...
    José de Alencar é um dos meus autores preferidos, devorei os livros dele no meu tempo de escola, e não, não foram leituras obrigatórias... Também amo Edmund Danté de O Conde de Monte Cristo, e concordo com a Roxane, ele é um personagem muito intenso, um dos motivos para colocá-lo na minha lista de personagens favoritos!!
    Bjos, espero que a Roxane Norris tenha tido uma ótima Bienal.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos