Era uma vez no Outono - Lisa Kleypas

A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa. Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar. Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?

Sou suspeita para falar sobre romances de época, eu amo todos e qualquer um! Em cada nova história temos o romance inesperado, o casal apaixonante, o mistério, a química entre os protagonistas, enfim, em cada trama sempre uma nova aventura. Porém dizer que Lisa Kleypas é mais do mesmo é impossível, ela surpreende sempre, e aqui não foi diferente!

Esse é o 2º livro da série As Quatro Estações do Amor, e consegue se diferenciar do primeiro pela pegada mais quente, até porque os protagonistas já se conhecem do livro anterior, "Segredos de uma noite de verão", o que torna a história em quase um reencontro, que promete grandes e fortes emoções.

Lillian é uma americana “arretada” que está com sua família na Europa em busca de um marido aristocrata. Não importa qual e nem mesmo sem tem posses, já que a família de Lillian é bastante abastada, o importante é se misturar à aristocracia e colocar o nome da família entre a nobreza. Porém Lillian é pura efervescência, e não se adequa de forma nenhuma entre nobres. Impetuosa, ousada, alegre, ela é vitalidade pura, jamais se encaixaria num ambiente onde a delicadeza e o refinamento estão presentes em cada passo de uma dama.

Marcus Marsden é o conde de Westcliff, e ele é a nobreza em carne e osso. Austero, diplomata, refinado, responsável, ele é a encarnação da perfeição em forma e pose. Criado para ser o chefe de sua família e guiá-la com mãos fortes, jamais se daria ao luxo de se apaixonar ou misturar seu sangue com alguém que não seja de linhagem aristocrata. Porém a pequena e audaciosa Lillian o tira de sua zona de conforto. Sempre que se esbarram — e isso acontece nos momentos mais improváveis —, uma explosão de sensações e sentimentos toma lugar do controle de suas faculdades e sua racionalidade vai para as cucuias.

Nada mais gostoso de se apreciar numa leitura, não é verdade?!

O texto de Lisa Kleypas cria um laço entre os personagens e o leitor que não dá para quebrar, um magnetismo que prende de um jeito que não dá para resistir. A dinâmica da escrita envolve e nos leva para dentro da história; você de repente se sente um protagonista oculto fazendo parte de toda a trajetória dos personagens. Torce pelos encontros furtivos, caminha entre os jardins, ouve as fofocas, participa dos jantares e chás... Sinceramente tive vontade de viver naquela época onde as mulheres tinham um mistério que atraía os homens, e os deixavam hipnotizados, não só pela beleza de rostos e formas de corpos, e sim pela inteligência da alma, a beleza secreta presente no olhar e até no perfume impregnado em seus pescoços. Vontade de ter vivido em outro século. *Suspiros*

Era uma vez no Outono é um livro envolvente que traz uma aventura em cada página e que surpreende com seu final, que, diga-se de passagem, eu adorei. Lisa tem o cuidado de deixar sempre uma surpresa para o final, um clímax que arregala olhos e faz a gente transpirar. Só lendo para entender o que estou dizendo.

E para variar, cá estou eu já ansiosa pelo terceiro livro da série, que traz a história de St. Vincent (que deu o ar de sua graça aqui e que me deixou com várias dúvidas, porém aos suspiros) e da tímida e gaguejante Evie. Estou me preparando para apreciar mais essa bela obra de arte, escrita pela diva Lisa Kleypas. Leninha ansiosa modo on.

8 comentários:

  1. Li o primeiro da série e amei. O segundo é ainda mais envolvente? Preciso ler logo. Não sabia que era desse personagem que já vimos no volume 1, fiquei ainda mais curiosa.

    www.eucurtoliteratura.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro fala mais sobre a amizade do quarteto das Flores secas e o plano para arrumar marido para cada uma e tal, depois começa o love. Já nesse o Love começa de cara, rsr
      leia e se apaixone, Lisa caprichou!

      Excluir
  2. quando um casal ja se agulha tal como Marcus e Lillian eu ja fico vibrante pois sei que a trama será ótima, e não foi diferente, casal lindo com uma trama singela, Lisa soube trazer leveza ao casal
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Lisa Kleypas acertou na mão nesse casal, ansiosa pelos embates dos outros livros da série.
      Bjs Thaila!

      Excluir
  3. Estou louca para poder adquirir essa série, primeiro por ser um gênero novo que quero muito ler, para ver se realmente e tão bom quanto dizem, e segundo por se um livro de romance ao meu ver diferente dos livros clichês que vemos por ai, primeiro que o casal vão se apaixonando no decorrer do livro e gosto de ver como isso vai se desenvolvendo, além de ter uma trama cativante e envolvente, super ansiosa por essa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Romances de época são ótimos, não importa qual Lana, vale a pena conhecer.
      Bjs

      Excluir
  4. Olá, Leninha!

    Essa Lisa Kleypas escreve muito bem! E além do mais, já te fez querer ir atrás de uma maquina do tempo!
    Mas com um romance que quebra as barreiras sociais da época (Até hoje não entendo porque os aristocratas do passado temiam se casar com pessoas fora da sua casta, achando que vão diluir o sangue da linhagem como se fosse raça de cachorro!) de forma divertida, simples e gostosa, não tem como resistir. E Arqueiro lança rápido os livros, não deixando muito espaço para a ansiedade (Eu disse muito, e não que eles acabam com a ansiedade!). Pois o drama seria muito maior se demorasse mais de um ano para lançar cada livro.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Leti, ainda bem que a Arqueiro não demora "muito" para publicar as sequências. Bom pra gente!
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos