Amor no Ninho - Maribel Azevedo, por Laís

Num mesmo ninho, podem nascer diferentes tipos de amor.
Irmãos adotivos, Marina e Daniel se tornam grandes amigos.
O tempo passa e à medida que eles crescem a semente do amor, enraizado em seus corações desde a infância, começa a germinar, desafiando assim as regras impostas por seus pais. Ao tentar viver esse amor, o futuro se revelará traiçoeiro e cheio de armadilhas. Eles estarão preparados, para enfrentar todos os desafios que o destino lhes apresentar? Daniel e Marina uma surpresa, o conflito, um segredo e a oportunidade de viver um “Amor no Ninho”.

Começarei esta resenha pela conclusão. “Amor no Ninho” é um livro que reflete a personalidade de sua autora: romântico, cativante e absolutamente encantador.

Eu conheci Maribell Azevedo pessoalmente na Bienal do Rio deste ano. Ela me conquistou logo de cara, e me sinto satisfeita em declarar que o mesmo aconteceu com seu livro.

Essa delicada e emocionante história de amor vai muito além das paixões arrebatadoras que costumamos encontrar na maior parte dos romances. Isso porque o amor de Marina e Dan está enraizado em suas vidas desde a infância, e é delicioso acompanhar o amadurecimento dos protagonistas enquanto seus sentimentos crescem também.

“Naquele crepúsculo, morreu meu amor de menina e, como a noite que surgia, nasceu meu amor de mulher.”

Um plus oferecido pela autora são os – hilários – melhores amigos dos protagonistas, Shanti e Lance. Assim como acontece com nossos amigos de infância, esses dois acompanham a odisseia de Marina e Dan (muitas vezes, sem paciência), e é incrível como eles se encaixam perfeitamente bem ao longo do enredo.

Os obstáculos, confusões e mal-entendidos que vão aparecendo para dificultar o amor de Dan e Marina mantêm o leitor preso às páginas, com um friozinho na barriga e aquela perguntinha incômoda na mente: “E agora?”

Sobre a autora: 
Formada em Museologia pela UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro), desde criança, muito sonhadora, gostava de inventar histórias, mas a timidez impedia de expor seus textos, apesar da avó incentivá-la. Ávida leitora, um dia pesquisando novas histórias na internet, descobriu sites no qual além de desfrutar de novos contos, poderia também expor seu trabalho. Para sua surpresa, seu primeiro romance foi lido e amplamente comentado. Incentivada por seus diversos leitores, foi em busca de lançar seu primeiro livro. Carioca, é mãe de um menino e atualmente vive na Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro.


*************************************


Laís é autora do livro Primeiras Impressões, uma adaptação moderna de Orgulho e Preconceito.


4 comentários:

  1. Fiquei extremamente interessada ao saber mais sobre o livro.
    Um romance completamente diferente né?
    Vou correndo procurar.

    ResponderExcluir
  2. Gostei! Bem a cara do tipo de leituras que gosto! Valeu a dica! Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Eu amei a história!
    Li Amor no Ninho e Amor Inteiro, e ao chegar ao fim eu só pensava, "queria muito uma novela que contasse sobre o amor do Dan e da Marina".
    A felicidade dos dois, os momentos difíceis, me arrancaram risos e lágrimas.
    Eu queria muito uma amiga como a Shanti, com quem eu pudesse contar em todo momento. O Lance também foi um amigão, e os dois juntos me fizeram rir muito.
    O final dessa história foi surpreendente e emocionante.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Laís!

    O que achei interessante nesse romance é que os dois são irmãos adotivos, ou seja, não há a barreira da consanguinidade que impediria moralmente o romance, mas como o amor que muitos pais dão a seus filhos adotivos é tão forte, que mesmo assim esses pais consideram esse amor entre irmãos não consanguíneos tão errado quando o entre irmãos de sangue. Então você quer logo explicar a esses pais que eles não ter filhos com problemas genéticos só porque os país tem DNAs diferentes só para que deixem esse amor acontecer.
    Você torce por Mari e Dan porque sabe que esse amor é possível e que se pudesse virar um personagem dessa trama, você faria de tudo para provar isso aos pais deles para que deixem ele acontecer sem mágoas ou rancores entre eles e o casal.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos