Mentiras que Confortam - Randy Susan Meyers

Cinco anos atrás...
Tia apaixonou-se obsessivamente por um homem por quem nunca deveria ter se apaixonado. Quando engravidou, Nathan desapareceu, e ela entregou seu bebê para a adoção.
Caroline adotou um bebê para agradar o marido. Agora ela questiona se está preparada para o papel de esposa e mãe.
Juliette considerava sua vida perfeita: tinha um casamento sólido, dois lindos filhos e um negócio próspero. E então ela descobre o caso de Nathan. Ele prometeu que nunca a trairia novamente, e ela confiou nele.

Hoje...
Tia ainda não superou o fim do seu caso com Nathan. Todos os anos ela recebe fotos de sua garotinha, e desta vez, em um impulso, decide enviar algumas delas para a casa do ex-amante. É Juliette quem abre o envelope. Ela nunca soube da existência da criança, e agora precisa desesperadamente descobrir quantas outras mentiras sustentaram o seu casamento até hoje.

Meyers, Randy Susan. Mentiras que confortam. Tradução: Ana Paula Rezende Dias da Silva de Mello. Ribeirão Preto, SP: Editora Novo Conceito, 2015. 368p. Título original: The Comfort of lies.  

Não tem como iniciar essa resenha sem avisar que essa, com certeza, não é uma história para qualquer leitor. O tema principal do livro é a traição, tema um pouco complicado para alguns e tido como execrável para outros. E temos aqui também em debate o tema adoção, maternidade e claro, as conseqüências que as mentiras podem acarretar na vida de todos os envolvidos.

Tia é uma personagem, a meu ver, um tanto quanto desequilibrada. Por opção entregou sua filha para adoção e mesmo assim vive a tortura de receber fotos da filha e notícias dela. O drama de seu rompimento com Nathan, o pai da criança, faz com que ela tome uma atitude inesperada, para não dizer, desesperada: envia uma das fotos da filha para Nathan. Esse, por seu lado, vive uma mentira, pois, apesar de ter contado a sua esposa sobre seu caso, ele vive uma vida de mentiras e falsas alegrias, como se nada de importante tivesse acontecido no passado.  Apesar de ter aceitado permanecer com Nathan, Juliette sabe que seu relacionamento nunca mais será o mesmo — meu Deus e como Juliette é má —, sempre ficará aquela mágoa, ainda mais quando aquela carta chega a suas mãos.

Claro que esse ato impensado, ou seria premeditado de Tia envolve bem mais do que ela pensa, transformando a trama em algo bem complicado de se entender. Inclusive quero deixar claro minha antipatia por Tia e o quanto ela me decepcionou. Eita personagem mal-amada, sem amor próprio e nem auto-estima. Se não deu para ser com o Nathan custava procurar outra pessoa?! Complicado viu!

Os pais adotivos da criança têm sua participação no enredo do livro. Mais um casal conturbado a meu ver. Nem vou entrar em detalhes sobre eles, melhor que o leitor descubra sozinho.

Os capítulos são alternados entre os personagens, e a cada um conhecemos um pouco mais de cada um deles, seus erros, acertos, suas falhas, ambições e despreocupações. Esse não é um livro que eu recomendaria para qualquer leitor, até por que, ele não me deixou extasiada com seu término. Ficou aquela sensação de que eu poderia ter lido outro livro melhor, ou mesmo postergado sua leitura um pouco mais. São tantas reviravoltas que o livro fica meio se sentido, não vi soluções palpáveis para a história, sem falar que fica aquela dúvida: é isso mesmo Brasil?! Vai acabar tipo assim?!

Ficou, ao menos, a certeza de que se pode tirar uma lição de cada leitura feita, e nesse caso... para cada ato cometido existe uma reação, seja qual for, e isso pode acarretar consequências improváveis, inesperadas e absurdas.
Mesmo não tendo gostado muito da história fica a dica: Leia, arrisque-se e me conte depois o que você achou.

2 comentários:

  1. Pois é Leninha!
    Quando li esse livro até me senti mau, sabia?
    Uma trama tão engembrada e me preocupei porque tinha criança envolvida.
    Para que mentir, né/
    Infelizmente o mundo está cheio de pequenas mentiras que mudam o curso de várias vidas...
    ”Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida.”(Sócrates)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pequenas mentiras que podem mudar uma história, bem assim.
      Você escreveu resenha dele? Queria ler
      Bjs

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos