Amarrado - Emma Chase

Drew Evans e Katherine Brooks conseguiram superar a arrogância, a ambição e a competitividade profissional que tinham um contra o outro, para que enfim ficassem juntos, mas sem abandonarem suas carreiras. Morando juntos e com um terceiro integrante na família – o adorável James, de dois anos –, o casal decide oficializar a união com uma festa de casamento para a família e todos os amigos, no entanto, não há casamento se não houver uma despedida de solteiro – em Las Vegas!
Drew e Kate, Matt e Dee-Dee deixam os filhos com os avós e partem para Vegas para a despedida de solteiro do casal. O plano é simples, apenas um fim de semana de diversão com os amigos, contudo, entre uma ida ao cassino, um copo de whisky e alguns charutos, Drew acorda na manhã seguinte e percebe que talvez tenha tomado uma decisão ruim que pode mudar toda sua vida.

Está perigosamente estressada, ruminando uma fúria direcionada ao seu chefe – conhecido como A Besta do Apocalipse –, ou está embravecida com seu vizinho de gosto musical desgraçado ou nutre uma melancolia dolorosa pelo seu salário que jaz na terra dos pés juntos, sem ao menos poder se despedir?
Leia Amarrado.

É impossível não soltar espalhafatosas gargalhadas com as divagações hilárias de Drew e seu comportamento imaturo e presunçoso - frutos de seu ego descontrolado. Tem cada cena que, sério, ri alto. Alto do tipo que desafia os limites da capacidade humana de produzir decibéis.

Mas se você pensa que Drew é só comicidade, pense de novo. Tem gostosura nesse meio.
Sim, gostosura. Ele não é só inteligente e engraçado e lindo e putaquiupariu não tem no estoque. Drew é sexy, encantador e absurdamente apaixonado por Kate. São muito fofas as cenas dos dois.

Aliás, a história toda é muito boa. O tempo da narrativa é bem curto, menos de uma semana, e conta basicamente o antes, durante e depois da viagem que Drew, Kate e seus amigos fizeram para Las Vegas, com direito a festa de despedida de solteiro: as amigas fariam uma pra ela, os amigos, uma pra ele.

Achei a atitude de Kate quanto a isso muita equilibrada, indulgente e madura. Ficar de boa, sabendo que seu noivo ia aproveitar seus derradeiros dias de solteirice em uma boate de strip-tease não é pra qualquer uma.
Legal, né?

Legal é dor de dente.
Se o noivo fosse meu, nem fodendo uma porra dessas acontecia. Que? Deixar o bicho solto no meio da piranhada? Com uma fartura sem fim de peito, bunda e aquela merda toda lá pra baixo? Segurança ou confiar no meu taco o caralho!
Quer festa de despedida? Boneca inflável.
Ponto.

Bem, o fato é que no meio disso, várias situações engraçadíssimas, cenas lindas, românticas e quentes se amontoam, tudo pela ótica e descaramento de Drew.
Juro que vou sentir falta dele. Só espero que esse não seja o último livro da série.
Macumba pra autora continuar a escrever dá certo?
Aceito sugestões.

Supermega recomendo! 
;)

4 comentários:

  1. Ticia!
    Pelo visto você riu mais alto do que o som potente do seu vizinho...kkkkkkk
    Deve ser um romance bem estimulante!!
    E claro que, com toda essa propaganda do Drew tenho de dar um lida no livro.
    “A vida é muito importante para ser levada a sério.”(Oscar Wilde)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy.. leia!!!!!!!!
      Esse livro é hilário. kkkk
      bjoooooo

      Excluir
  2. Meu estado atual é a segunda opção: "está embravecida com seu vizinho de gosto musical desgraçado" e se você indica Amarrado como remédio é porque o livro deve ser diversão na certa! Fico imaginando as situações hilárias protagonizadas pelo Drew com seu descaramento e ego descontrolado...
    Igual a você, eu também não deixaria meu noivo ter uma despedida de solteiro numa boate de strip-tease, sou muito inteligente pra fazer uma bobeira dessa. Pra mim a Kate tá é louca!! Do jeito que a situação hoje em dia tá difícil todo cuidado é pouco ainda por cima no caso do Drew que não tem mais no estoque, para infelicidade da mulherada.
    Um livro como esse com certeza merece uma continuação, não sei se macumba dá certo rsrs mas vamos torcer pra que a autora dê continuidade a série.
    Como sempre me diverti bastante lendo sua resenha, Tícia!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Any.
      Pois é. Nem fodendo eu deixaria!!! Eu, hein! kkkk
      Leia esse livro, é risada garantida. ;)
      bjooooooo

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Pré-venda!

Lançamentos