[Curiosidades] Orgulho e Preconceito, por Laís

Orgulho e Preconceito: algumas curiosidades sobre o clássico da literatura.

Não é lá muito segredo minha paixão por “Orgulho e Preconceito”, de Jane Austen. Afinal de contas, meu primeiro livro publicado é inspirado no grande romance inglês, protagonizado pelos inesquecíveis Mr. Darcy e Elizabeth Bennet. Porém, há algumas curiosidades sobre o livro (e sua autora) que podem gerar surpresas em seus fãs.

Muitos não sabem, mas “Orgulho e Preconceito” não é o título original da obra. Inicialmente, Jane Austen a intitulou “Primeiras Impressões” (daí o nome que dei ao meu livro), e mudou de idéia antes de lançá-la. Outro fato interessante é que, apesar de ter sido lançado após “Razão e Sensibilidade”, em 1813, o livro foi escrito em 1797, antes de seus outros romances! Jane Austen considerava “Orgulho e Preconceito” leve demais, e por isso teve receio em publicá-lo. Tanto que o livro seguinte que lançou foi “Mansfield Park”, considerado por especialistas seu livro mais sério, mais pesado.

E, de fato, algumas pessoas da época, como a esposa de Lord Byron (que disse que não passava de um livro “da moda”) e Charlotte Brontë tiveram suas críticas a “Orgulho e Preconceito”. Por outro lado, as dezenas de milhões de fãs de Jane Austen ao longo dos últimos dois séculos agradecem por ela ter decidido publicar seu romance, que já vendeu mais de vinte milhões de cópias ao redor do mundo. Ele é o favorito de suas leitoras desde seu lançamento, e acabou se tornando o “queridinho” de Jane Austen.

Apesar de ser bem popular na época, Jane Austen não colocava seu nome em suas obras. No caso de “Orgulho e Preconceito”, por exemplo, ela assinou como “a autora de Razão e Sensibilidade”.

Em relação ao enredo em si, alguns detalhes podem ter sido ignorados. Como, por exemplo, o fato da família Bingley não ter origem nobre. Na realidade, o pai dos irmãos era um comerciante, apesar dos narizes empinados de Caroline e Louisa. Austen também revela alguns costumes importantes de sua época, os quais nos oferecem uma perspectiva histórica deliciosa do século XIX na Inglaterra: o que significava ser uma mulher com “talentos” (accomplished); como a importância de uma família poderia ser medida pela qualidade/quantidade de suas carruagens; como era o turismo de então; entre outros detalhes maravilhosos.

E então, deu vontade de reler Orgulho e Preconceito? 

*************************************


Laís é autora do livro Primeiras Impressões, uma adaptação moderna de Orgulho e Preconceito.


14 comentários:

  1. Terminei de reler semana passada aushaushuhs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Bruna, tb estou assim. Ou estou relendo o original, ou "reassistindo" a série, ou revendo o filme, ou à procura de uma nova adaptação, ou escrevendo minha própria adaptação ;-) De qualquer forma, Orgulho e Preconceito sempre está presente em minha vida!
      Beijos,
      LRDO

      Excluir
  2. Oiiiii Lais, também sou super apaixonada por Orgulho e Preconceito por isso já sabia de muitas dessas curiosidades que você citou. Enfim, sobre a obra da querida Jane ainda bem que ela lançou OeP, acredito que essa é infinitamente melhor do que Mansfield Park, concorda? Para mim terminar a leitura desse livro foi quase impossivel. Sobre as criticas de Charlotte Brontë é bem aceitavel, pois se formos comparar OeP com O Morro dos Ventos Uivantes, por exemplo, o primeiro é beeeeem leve mesmo.

    bju
    http://www.ventoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nath!

      Mas essa leveza faz parte do charme irresistível de Orgulho e Preconceito, não é mesmo?

      Beijos!
      Laís

      Excluir
  3. Sim! Muito! Não conhecia essas curiosidades ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nat!

      Estou sempre redescobrindo a Jane Austen e Orgulho e Preconceito! Simplesmente adoro esses fatos curiosos!

      Beijos,
      Laís

      Excluir
  4. Quem não ama né? Muito difícil não se apaixonar por essa história! O último que li dela foi Mansfield Park, que pra mim, é pesadíssimo, muito crítico e de certa forma, triste. Fanny pra mim, é uma das protagonistas mais difíceis de gostar.
    Eu estive visitando o Jane Austen Centre (aliás, acabei de postar no blog se quiser conferir) e a guia explicou que, a escolha da Jane e do editor de não publicar o nome nos livros, foi porque ele não venderia, afinal, mulher naquela época não deveria nem respirar quase, quanto mais dar opinião, né? Foi muito emocionante estar lá, e ver a portinha azul que um dia foi a casa dela.
    Fiquei com mais vontade ainda de reler!

    Beijos!!
    Blair
    http://arabesqueando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Blair!

      Nossa, a experiência deve ter sido incrível! Também queria ter ido!!! V
      ou ver seu post com certeza!

      Beijos
      Laís

      Excluir
  5. Ah, eu amo Orgulho e Preconceito! Ganhei o livro em inglês, depois comprei em português, e tb tenho os DVDs do filme de 2005 e da série da BBC, sem contar nas obras inspiradas, como Austenland e Lost In Austen. Já deu pra ver que gosto muito, né?! rsrsrs....

    Adorei as curiosidades, algumas delas eu não sabia..... Ficou show esse post!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Suelen! É delicioso demais escrever sobnre Jane Austen e suas obras! Especialmente quando as fãs "austenianas" também apreciam!

      Beijos,
      Laís

      Excluir
  6. Laís!
    O bom de ser especialista na Jane Austen é poder nos fartar com essas curiosidades.
    Não sabia dessas peculiaridades.
    Ganhei um livro seu em um sorteio, porém ainda não recebi, estou ansiosa para poder lÊ-lo.
    “Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido.”(Fernando Pessoa)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Rudy,

      Espero que o livro chegue logo! Me dê notícia! Quero muuuito saber a tua opinião sobre o livro, ok? Assim que lê-lo, não deixe de me dar feedback! ;-)

      Beijos,
      Laís

      Excluir
  7. Menina, acredite, não li ainda esta clássico! Que vergonha!!! Não tinha a mínima ideia desta questão do título, e achei que fizeram uma excelente mudança.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rose!

      Aproveitando o seu comentário, farei propaganda do meu livro ;-)

      Ele é inspirado em Orgulho e Preconceito, porém é uma versão contemporânea do clássico, e se passa entre Brasil e EUA! Se quiser, disponibilizei os dois primeiros capítulos na Amazon e os 3 primeiros no wattpad!

      https://www.wattpad.com/story/27695317-primeiras-impress%C3%B5es

      Beijos!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Pré-venda!

Lançamentos