O Príncipe dos Canalhas - Loretta Chase

Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...
Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.
Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.
Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Recebi a prova do livro O Príncipe dos Canalhas para apreciação no blog e não poderia ter ficado mais feliz ao término da leitura dessa linda e apaixonante história de amor.

Em meus mais de 30 anos de leitora — não façam contas, por favor —, posso afirmar, sem sombras de dúvidas, que O Príncipe dos Canalhas foi um dos melhores romances de época que já li na vida. Com certeza o livro mereceu com louvor o prêmio RITA de Melhor Romance Histórico conquistado pela autora por essa obra prima.

Não rendo aplausos apenas para a história em si, mas também para os personagens tão bem caracterizados e que nos surpreende a cada página. Seja para os protagonistas como também aos personagens secundários que fizeram sua parte direitinho.

O que falar de Lorde Belzebu?! São tantos os adjetivos que eu poderia usar que me faltam palavras. Um personagem que foi rejeitado na infância pelo pai, abandonado pela mãe, isolado num internato aonde sofreu Bullying e passou pelas piores agruras que uma criança poderia passar apenas por ser diferente, por não ter um corpo e um rosto comuns para a época. Agora, caro leitor, como uma criança que nunca foi amada consegue crescer sem uma carga emocional negativa?! Como uma pessoa assim consegue se deixar amar ou demonstrar amor?! Como abrir seu coração ao mundo que só o rejeitou?!

Não quero justificar os atos de Dain — que você vai descobrir lendo o livro —, apenas acredito que só uma pessoa com um trauma de infância tão triste consegue agir com tanto sarcasmo, crueldade consigo mesmo, asco e descaso com a vida. Um homem que evita qualquer contato com as damas da sociedade e que só recebe “afeto” das mulheres que ele paga. Prostitutas que recebem muito dinheiro em troca de satisfazer os caprichos do Lorde Belzebu.

Um aparte: Lorde Belzebu se considera uma aberração, um homem asqueroso, feio e desprovido de características capazes de inspirar afeto, seja qual for. Por isso ele rejeita e não acredita em nenhuma atitude sincera, a não ser que ela seja paga (Tadinho!).

Mas eis que surge, para deleite de todos — leitores, é claro! —, uma mulher que irá mudar o rumo da história, que vai transformar o irônico, devasso e anormal Lorde Belzebu em um gatinho, ou melhor, em um protagonista que consegue arrancar suspiro das leitoras desavisadas. Eu sou um exemplo disso.

Jessica é uma personagem aquém do seu tempo. Forte, desinibida, inteligente, corajosa, sensível, meiga, mas acima de tudo, apaixonada. E é assim que ela se mostra em todo o desenrolar da trama. Não foram poucas as vezes que me surpreendi com suas atitudes. Para uma mulher em 1828 tomar as decisões que Jessica tomou só em um livro tão surpreendente quanto esse que vos apresento.

Acho que mesmo que eu tente não vou conseguir passar nem metade da emoção que senti ao ler esse livro, foram momentos únicos de empolgação, irritação, vontade de dar uns tapas e outras de dar uns beijos. Muita emoção impregnada em cada página, só lendo para entender o que eu digo.

Um enredo que prende e surpreende a cada nova página virada. Uma história de amor, amizade e aceitação de si mesmo. Não encontrei nada que desabone esse livro, só tenho elogios para fazer, o que pode ficar até cansativo de ler. Mas acredito que cada leitor terá algo diferente a dizer, mas duvido que seja algo negativo.

Um livro que recomendo para todas as idades, para quem lê romances de época e para quem está iniciando no gênero. Recomendo a leitura para ontem, hoje e releitura sempre que der.

P.S.: Esse livro é um dos lançamentos em destaque do mês de Maio da Editora Arqueiro, em breve nas melhores livrarias do Brasil.

30 comentários:

  1. Ei Lena

    Ah que ótimo, fico feliz em saber que é tão bom, está na minha lista.
    Comecei hoje o Ligeiramente maliciosos, vc já leu? Achei sem noção, logo nas primeiras páginas, o cara dormir com uma moça virgem achando que ela é uma atriz experiente e nem perceber nada rsrs.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não comecei a ler LM, mas está na fila. Vou prestar atenção nesse começo, já com reservas, rsrsrs
      Bjs Nanda!

      Excluir
  2. Eu adorei a Jessica. Ela é muito forte e determinada, e na época que o livro se passa isso é difícil.
    Com o Dain tive uma relação de amor e ódio. Entendo os motivos para ele agir do jeito que agiu boa parte do livro, mas ficava bem irritada com ele.
    Gosto da maneira como a autor escreveu o livro e espero ler mais coisas dela

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adorei a Jessica, não sei eu eu agiria como ela, não sou forte assim, rssrs
      Dain é complicado, ele tem altos e baixos o que pode fazer com que olhemos com outros olhos para ele.
      Loretta entrou no rol das minhas autoras queridinhas, espero ler outros livros dela em breve.
      Bjs

      Excluir
  3. Estou super ansiosa para começar, pois ainda não li nada escrito pela Loretta Chase, mas ouvi maravilhas sobre esse livro.
    Que bom que a sua maravilhosa resenha reforça os comentários.
    Beijão, Leninha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que você vai amar Sueli, não é "mais do mesmo", esse romance é uma graça pelas peculiaridades.
      Depois me conta o que você achou tá?!
      Bjs

      Excluir
  4. Oi Leninhaaa que resenha menina. Confesso que ia lendo a sua resenha e não esperava que a história fosse tão boa. Quando a gente começa a ler livros de épocas ( e de outros tipos também) é comum praticamente vermos as mesmas histórias. E quando uma autora consegue trazer algo novo e nos surpreende é tão bom.

    Acho que Dain é um daqueles personagens que a gente quer cuidar, que a gente gosta tanto que gostariamos de estar no lugar da protagonista. Aliás, a Jessica parece ser uma ótima personagem, ela deve mostrar a ele que todos são capazes de amar e ser amado.

    Beijos Leninha.
    nathay

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza você vai se surpreender em muitas partes do livro. Dain é adotável, sem sombra de dúvidas. rsrsrs
      Não tem como não amar esses dois juntos.
      Bjs Nathalia.

      Excluir
  5. Assim que li a sinopse desse livro fiquei eufórica e essa capa então? Dai caio na besteira de ler sua resenha e PUMFF xonei, preciso desesperadamente deste livro, para ontem!!!! Ainda bem que o lançamento é este mês.

    xoxo
    Mila F.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torcendo para você gostar tanto quanto eu, depois me conta!
      Bjs

      Excluir
  6. Leninha!
    Deu sim para perceber toda sua admiração pelo livro e pelas personagens.
    Lorde Belzebu?? Com um nome desses, só Jéssica para se aproximar dele e quebrar todas as barreiras e preconceitos que ele tem contra si mesmo.
    Como gosto dos épicos, ainda mais ambientados no século XIX, já fiquei mais que curiosa e quero ler agora.
    Desejo uma semana de concretizações pessoais!
    “Compartilhar é uma das maiores qualidades espirituais. O milagre é que quanto mais você compartilha sua felicidade, mais você tem.” (Osho)
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me empolguei né Rudy, rsrsrsr
      Ótima semana para você também, bjs

      Excluir
  7. Oi Leninha, que resenha maravilhosa!

    Eu AMO esse livro, que li em 2012 e acho ótimo que vc tenha gostado tanto.
    Você tem razão, ele tem muito do que se redimir, mas faz tudo com a perfeição do imperfeito.
    Qualquer livro que tenha personagens que não são lindos já me ganha. Não é por acaso que eu sou louca por Bela e a Fera, desde o conto até romances com o tema.
    Vi que a Editora vai publicar próximos livros da Autora de acordo com a aceitação deste. Então vamos comprar porque é lindo, perfeito. Ansiosa para comprar o meu. Aliás, a Dona Arqueiro está mandando muuuuuito bem! Minha nova melhor amiga, rsrsrs.

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nelma! :)
      É verdade sim que a editora vai lançar os outros livros dependendo da aceitação desse, se depender de mim ela publica, rsrsr
      Bjs

      Excluir
  8. Leninha do céu

    ESSE LIVRO PROMETE

    Tenho ele na minha lista faz anos!!! Tenho uma kista dos melhores romances históricos do goodreads, e ele está lá. Que ansiedade para le-lo!!! 😍

    Sua resenha me fez ficar mais apaixonada por ele.

    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, leia, leia... você vai amar Flaveth!
      Beijos.

      Excluir
  9. Eu amei a resenha to louca pra ler esse livro pq amo romances de época pra falar a verdade to lendo uma série agora chamada os bridgertons que amo de paixão e pretendo ler o príncipe dos canalhas ainda esse mês pq amei a resenha de verdade bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Izabela.
      Só para você saber eu amo os Bridgertons, já li todos os que foram lançados pela Arqueiro.
      Beijokas e não esqueça de voltar depois de ler o livro do Lorde Belzebu.

      Excluir
  10. Nossa, Leninha, fiquei emocionada em relação a tudo o que Dain sofreu na infância. Não é pra menos que ele sofre de baixa autoestima. Apenas lendo sua resenha me encantei com o livro, parece ser uma linda história de amor! Jessica parece ser o sol a iluminar a vida sombria e triste do Lorde Belzebu. Obrigada por essa belíssima indicação!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo Any, Jess é o sol na vida do nosso sombrio lorde Belzebu.
      Bjs

      Excluir
  11. Olá Leninha...
    Terminei este livro essa semana, e assim como você fiquei encantada. Amei a Jessica, uma mocinha decidida e sem todo aquele melodrama tipico. E o que falar de Dain, ele deixou meu coração dolorido em muitos momentos, é tão triste alguém pensar que não é digno de amor. O livro é muito recomendado, e eu estou aqui buscando inspiração para resenha-lo, pq quero muito que todos leiam. Você já leu "Muito mais que uma princesa" ? Ele com ctz é meu queridinho dos livros de época.
    Bjs
    Amanda
    Espero vc em : http://blog-emcomum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, mais um resenha do Dain saindo daqui a pouco né Em comum?!
      Não esqueça de me passar o link para eu dar uma conferida.
      Beijokas!

      Excluir
  12. Terminei hoje o livro e já estou triste e com saudades desse casal lindo. Sebastin e Jéssica são apaixonantes. Ele marcado pela infância que teve encontra uma mulher forte capaz de quebrar as barreiras do coração dele e vice e versa. Adorei o romance. Super bom de ler e se apaixonar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse realmente é uma história que deixa saudades.
      Bjs Denise.

      Excluir
  13. Muito bom, somente uma personagem como a Jéssica para chegar ao coração de Sebastian, eles são perfeitos, dentro das suas próprias limitações, Jéssica da um baile em muitas protagonistas de livros com cenários atuais. O ruim de ler um livro como esse, é depois não encontrar outros tão bom quanto ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Iza, difícil achar comparações por aí.
      Bjs

      Excluir
  14. Amei o livro acabei de ler!!!!Fantástico recomendo a comprarem! !!

    ResponderExcluir
  15. Oi Leninha! Adorei o seu blog! Comecei a ler este livro assim que ele chegou há dois dias e se ainda não terminei, foi por falta de tempo. De qualquer forma, estou amando a leitura! O livro é bem escrito e a história prende a gente de uma tal forma, que se vc se deixar levar, esquece da vida rsrs. O que me chamou atenção nele, foi a capa e a sinopse e de resto, comprei no escuro; sem ao menos ler nenhuma resenha e afirmo: não me arrependo pela compra! Estou amando a estória da Jess e do Dain! <3 Beijocas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lívia.
      Que bom que você está curtindo, depois volta e me conta mais.
      Beijos!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos