Garota Exemplar - Gillian Flynn, por Sueli

Mais uma vez teremos no Sempre Romântica o prazer de receber, para dar sua opinião, a querida Sueli Jansen. Ela nos brinda com a resenha do livro Garota Exemplar, uma história que fez, e faz, o maior sucesso entre os leitores e que para variar acaba de virar filme. Agradeço mais uma vez a presença de Sueli aqui no Sempre Romântica.

E vamos ao que interessa...

O livro começa no dia do quinto aniversário de casamento de Nick e Amy Dunne, quando a linda e inteligente esposa de Nick desaparece da casa deles às margens do rio Mississippi. Sinais indicam que se trata de um sequestro violento e Nick rapidamente se torna o principal suspeito. Sob pressão da polícia, da mídia e dos ferozmente amorosos pais de Amy, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamento inapropriado. Ele é evasivo e amargo mas seria um assassino? Ao mesmo tempo, passagens
do diário de Amy revelam um casamento tumultuado mas ela estaria contando toda a história?
Alternando entre os pontos de vista de Nick e Amy, Flynn cria uma aura de dúvidas em que o cenário muda a cada capítulo. À medida que as revelações surgem, fica claro que, se existe alguma verdade nos discursos de Nick e Amy, ela é mais sombria, distorcida e assustadora do que podemos imaginar.


Há tempos eu decidi que não sofreria mais por opção, passei então, com muito prazer, a ler livros com garantia de final feliz, com temas leves e fantasiosos. Eu e meu marido somos viciados em noticiários. E, nada mais perigoso para os nossos corações que assistir ao Jornal Nacional. Esse é o verdadeiro teste cardiológico para os brasileiros.

Pois é, mas eu não consegui resistir às indicações e resenhas positivas que o livro “Garota Exemplar” suscitou, e teimosamente o comprei – uma recaída.
Contudo, demorei vários dias para completar a leitura.

E, por que demorei vários dias para completar a leitura? Porque por mais que eu já tenha lido vários livros policiais e de suspense, jamais li nada parecido, ou tão envolvente.

Sabe?, eu fiquei até preocupada... Achei que havia em mim uma dose a mais de perversidade daquela que eu já conhecia!

Céus! O que é esse livro?
Para começar, eu já o cataloguei como “O Livro do Desassossego” - que Fernando Pessoa me perdoe!

Gillian Flynn consegue nos prender do início ao fim com uma prosa fluida e linear, que nos é contada alternando os capítulos, entre os relatos de Amy e de Nick - o casal principal.

Prepare-se para reviravoltas e muitas surpresas, mas nada poderá prepará-lo para ver a maldade de perto. A maldade em estado puro, aliada a uma inteligência aguda e disciplinada. E, tudo isto em um dos campos de batalha mais prolíficos para o desenvolvimento exuberante de personalidades psicóticas – o casamento!

Só quem já foi, ou é casado poderá entender o que é a rotina diária entre pessoas sem nenhuma disposição para ceder, doar ou estar preparado para perder.

E, é exatamente esse o cenário que nos é apresentado por Gillian Flynn em seu romance “Garota Exemplar”. Duas personalidades complementares, duas psicopatias interagindo da forma mais autofágica e simbiótica possível.

Um espanto, vários sustos e pauleira o tempo todo!
Só não dei cotação máxima, pois achei a parte policial muito fraquinha. E, para quem é viciada em seriados da TV sabe que o encerramento do inquérito, nunca poderia ter sido aquele.
A não ser que esse livro louco tenha continuação e, caso tenha, eu estou dentro!

03 estrelas.
Sueli Jansen é professora aposentada, casada há mais tempo que consegue lembrar e, hoje vive no interior do estado do Rio de Janeiro, com sua família, seus livros, suas árvores e seus animais.
Você a encontra no Skoob clicando AQUI.




21 comentários:

  1. Quando vi no twitter o aviso de uma nova resenha da Sueli, não resisti e passei para dar uma olhada. Confesso que tinha as mesmas dúvidas e temores de ler o livro e ele está na minha lista de leitura desde o lançamento, mas vou passando outros na frente. Agora fiquei curiosa e acho que vou dar uma chance para a leitura, mas vou com o coração preparado.
    Parabéns pela resenha, me fisgou!

    ResponderExcluir
  2. Lu, você é uma querida! Obrigada por comentar, mas prepare-se, pois esse livro é muito bem escrito, apesar de que como falei, não ter a parte policial "redondinha"...
    Contudo, é intrigante e muito intenso.
    Leia e volte aqui para conversar comigo, ok? Eu vou adorar trocar ideias sobre ele com você.
    Beijão, minha queridona!

    ResponderExcluir
  3. Abandonei-o no meio do ano passado. Mas parece que terei que rever isto novamente. Psicopatias à parte, parece bem mais interessante depois de seus comentários. você me convenceu! Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucimar, o mesmo aconteceu comigo... Aí, eu resolvi assistir ao filme, logo depois de ter lido o capítulo final - eu sou meio louca, é verdade!
      Mas, acontece que eu fiquei super ansiosa com este livro. Contudo, o filme não me satisfez, então voltei ao livro, mesmo que o tenha lido aos solavancos...
      E, não me arrependi, embora seja um livro muito diferente daqueles que estou acostumada a ler e me apaixonar.
      Principalmente, porque odiei profundamente os protagonistas, por incrível que possa parecer! rsrsrsr
      Obrigada minha amiga queridíssima!
      Bjks

      Excluir
  4. Ei girls

    Este livro mexe mesmo com a gente, fiquei desesperada para saber o final quando estava lendo, amei.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, você não acha que este é um daqueles livros que realmente merece uma continuação?
      Obrigada pelo seu comentário, eu adorei!
      Bjks

      Excluir
  5. Meus books do céu!

    Que presente!

    Quando vi no face q era resenha da Sueli dei pulinhos de alegria. Menina, como vc faz falta! Não some mais não!

    Qto ao livro, eu tb corro de livros com finais tristes, entretanto, de vez em quando dou uma escorregada.... Kkkk devido às resenhas das amigas. Será este o caso? Pois assissti ao filme e sei beeeemmm como termina. Que trama louca! O livro deve ser bom mesmo. Será q vou correr o risco? To com vontade! Kkk

    Amei sua resenha.

    Bigbeijo

    ResponderExcluir
  6. Amiga, eu também vi o filme, pois foi somente após assisti-lo que tive coragem para prosseguir com o livro... Mas, nem de longe o filme consegue transmitir a loucura de cada um.
    Corra o risco, mas somente se estiver disposta a ter algumas perguntas sem respostas ou respostas vagas, ok?
    Obrigada pelo carinho, volte sempre!
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Humm, rende fortes emoções então?! Ainda bem que nem vi o filme, assim posso saborear melhor o livro. Adoro romance policial, principalmente quando envolve o leitor e este parece ser bem assim. Lerei assim que puder comprá-lo.

    Beijão, Vanessa Meiser
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi, Vanessa, bom dia!
    Se você gosta de romances policiais, então vai gostar de Garota Exemplar, porém o livro tem uma pegada mais para suspense psicológico do que qualquer outra coisa, em minha opinião, é claro.
    Se quiser voltar aqui, para conversarmos mais um pouquinho depois que você terminar a leitura, saiba que ficarei encantada.
    Obrigada pelo comentário,
    Bjks

    ResponderExcluir
  9. Sueli, interessante vc falar de seriados de TV - MAS de quais vc está falando, já que existem tantos?
    Acho que esses seriados (superproduções) vão mudar a maneira como lemos a ficção -- como vc mesma está dizendo. Ficamos mais exigentes. Queremos mais veracidade, queremos detalhes. Enfim, pelo que você escreveu, fiquei com bastante vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Antonio, boa tarde.
    Eu adoro seriados policiais e dentro das possibilidades, eu assisto sempre que possível, e entre aqueles da minha preferência estão - Criminal Minds, CSI Las Vegas, Miami, Nova York... Além, é claro, dos europeus, The Fall, The Bridge, e por aí vai.
    Eu teria imensa satisfação de conversar com você após a sua leitura de Garota Exemplar, principalmente, para saber se você concorda comigo...
    Sabe aquela história de cada livro, um leitor?
    Pois é, pode ser que aconteça, não é mesmo?
    Não sou uma resenhista gabaritada, sou apenas uma leitora compartilhando o meu ponto de vista. Traga o seu, ok?
    Obrigada pelo comentário!
    Abração

    ResponderExcluir
  11. Sueli!
    Aqui em casa somos viciados em noticiários também, entretanto, os programas policiais que o maridão gosta de assistir, me recuso terminantemente a acompanhar. Parece que vai sair sangue da TV, cruzes!!
    Quanto ao livro... só leio boas resenhas e a cada uma delas, fico mais interessada na leitura, principalmente porque gostaria de analisar o lado psicológico da personalidade das personagens.
    Amei sua resenha, obrigada!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de dizer que somos viciados nas séries policiais também e acompanhamos quase todas, principalmente Criminal Minds, amamos!
      cheirinhos
      Rudy

      Excluir
    2. Rudy, obrigada pela visita e aproveito a oportunidade para dizer que adoro o seu blog e acompanho o seu feed de notícias.
      Leia o livro e depois me diga se concorda que é uma história que merece uma continuação, diferentemente da maioria que está editada.
      Volte sempre,
      Bjks

      Excluir
  12. Ganhei este livro de aniversário, não o li ainda, mas estou com grandes expectativas. Não gostei de saber desta parte policial, pois é justamente estas partes que eu gosto mais.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rose, vai lá ler o livro, ok?
      E, se você discordar de mim, volte para discutirmos a respeito!
      Leia os comentários, mas tenha sempre em mente que para cada livro, um leitor... Vai que os meus dois neurônios não estivessem operantes durante a leitura... Nunca se sabe! rsrsrsrsr
      Obrigada pelo retorno, é sempre um enorme prazer conversar com você,
      Bjks

      Excluir
  13. Li o livro. Nao vi o filme ainda. Faço sempre assim porque penso que o livro esclarece melhor os fatos. Neste livro, especialmente, chamou atencao o fato de a autora conduzir o leitor numa constante tensao, revelando os acontecimentos de uma forma que voce fica chocada ao ir atribuino -os aos dois personagens. Voce comeca pensando que sao pessoas " normais" e de repente, boom...que coisa! E no fim, voce acaba com ódio dos dois personagens. Eu pelo menos fiquei . E fiquei indignada com o final. Abracos Suely e, como os demais disseram, suas resenhas sao otimas.

    ResponderExcluir
  14. Perfeito, Luiza!
    Eu jamais imaginei que leria um livro onde odiaria igualmente os protagonista, mas nada como um dia atrás do outro, não é mesmo?
    Eu li o livro e assisti ao filme, e claro que o filme não consegue transmitir ao espectador o universo patológico dos personagens do livro.
    Eu torço para que a autora faça uma continuação, mesmo que eu continue tão indignada com o final como você.
    Eu adoraria discutir com você os vários pontos em aberto desse livro, mas tenho muito respeito pelos leitores que não gostam de spoilers.
    Volte sempre, foi um prazer enorme ler o seu comentário,
    Bjks

    ResponderExcluir
  15. Garota Exemplar me conquistou logo nas primeiras páginas e foi um dos melhores livros que li em 2014.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro instigante mesmo, Leila.
      Obrigada pelo comentário,
      Bjks

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos