Becoming Calder - Mia Sheridan

Nota: Becoming Calder é o quinto livro da série A Sign of Love da Mia Sheridan. Os anteriores são: Leo, Leo’s chance, Stinger e Archer’s voice, alguns já resenhados aqui no blog. Não, ainda não foram publicados aqui, mas aí vem a boa notícia: uma editora brasileira vai publicar, acredito que esse ano ainda. Siiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim! Já perdi a conta do número dos quase-troço que tive com essa notícia.  *_*
Mas vamos ao livro...

Há um lugar, nos dias atuais dos EUA, sem eletricidade, sem encanamento e sem qualquer conveniência moderna. Neste lugar, não há espaço para os sonhos, não há espaço para a auto-expressão, e nenhuma tolerância para a ambição.
Neste local, há um menino com o corpo de um Deus e o coração de um guerreiro. Ele é forte e fiel, e serve a sua família com honra. Mas ele se atreve a sonhar com mais.
Neste local, há uma menina com o um rosto de anjo e um coração cheio de coragem. Para sua família, ela é a visão da perfeita obediência. Mas ela ousa querer aquilo que lhe foi dito nunca poder ser dela.
Becoming Calder é a estória do bem contra o mal, o medo contra coragem, e a verdade de que a luz do amor sempre encontra o seu caminho mesmo no mais escuro dos lugares... Desde o início dos tempos até o fim do mundo.

(tradução livre blog: Na Minha Prateleira)

Sabe aqueles livros que te emudecem?
Ei-lo.
Já tem uns bons minutos que tá rolando uma encarada mútua entre meu monitor e eu porque as palavras sumiram. Será que isso tem a ver com o gangorrismo emocional que me acometeu durante a leitura? Daí, meu cérebro se recusa a enviar comandos ou repassar informações?

Aliás, deixo aqui meu testemunho pós-Becoming Calder: meu pobre coração está retumbando saúde e meu sistema nervoso masca até abelha, de tão macho, ainda que esteja carcomido e escangalhado depois deste livro.
Estou muito orgulhosa dos dois, vou até dar um teco na lágrima.

Becoming Calder...
Que a história seria linda e perfeita eu já sabia, afinal, é Mia Sheridan... mas que eu ia quase ter um troço de angústia lendo... O que é aquilo?!? Juro que em alguns momentos eu tive de recorrer a um livro café-com-leite, pra tentar diminuir a tensão. Caso contrário, eu partia dessa pra luz no fim do túnel.

Mas o que tem esse livro de tão impactante?
Tudo. Desde o contexto de vida dos mocinhos até o amor impossível entre os dois. A autora construiu a história de tal maneira, que me fez soltar vários “Fucked! Agora eles vão ser pegos”; “Que fuck é essa?”; “Como eu entro nessa fuck de livro e estapeio geral???”; “Morra, seus @*#%#!"  e, finalmente, “Vou comer um chocolate! Alguém tem que ser feliz nessa fuck”.
Foi tenso.

A história:
Calder e Eden se conhecem desde crianças. Eles vivem em uma comunidade isolada, guiada por Héctor, uma espécie de Jim Jones que, através de uma maléfica lavagem cerebral, se aproveitou da fé alheia (ou da falta de esperança e desespero de muitos). Assim, naquele mundinho onde vivem, ele é um enviado dos deuses que manda, desmanda, é juiz, xerife, guru, sultão, psicólogo e o diabo que o carregue.
Mas as pessoas aceitavam isso? Sim, lavagem cerebral, lembra?

Bem, nesse meio estão Eden e Calder que iniciaram ainda crianças uma amizade que evoluiu para amor com o tempo e atingiu sua culminância quando ambos têm dezessete anos. Porém, não podem ficar juntos porque ela é noiva de Héctor, a cria de satã supracitada, desde criança. Pedofilia? Não, é que na profecia de Jim Jones II, ele e Eden se casariam assim que ela chegasse à maioridade. E a partir desse acontecimento “profético”, algo iria irremediavelmente mudar na vida daquela comunidade.
Sentiu o drama?

Bem, só posso falar até aí porque o romance entre os mocinhos se desenvolve nesse contexto. E a história entre os dois é linda demais. Sabe aquele amor que só se encontra nos livros mais românticos? Mais suspiráveis? Mais doces?
Nem me fala, tô revoltada até agora. Essa ficção X realidade ainda me mata.

Eo final? Que merda foi aquela? Como assim acaba daquele jeito? Já não tivemos desgraça e angústia o suficiente? Já não adquiri uma úlcera? Bem, é aí que entra o livro dois, Finding Eden. Sim, tem continuação, mas o resto dessa história é assunto pra ooooutra resenha.
Já tô pensando num remedinho.

Recomendadíssimo!
Nem sei expressar o quanto.
;)

4 comentários:

  1. ... fico pensando onde você arranja tanta inspiração para representar tão perfeitamente seus sentimentos...Sabe, muitas vezes sou arrebatada pelos livros, mas nem de longe, consigo expor esses sentimentos.

    Voltando ao livro, tenho que dizer que quem vai desenvolver uma ulcera serei eu, porque a Editora Arqueiro vai "começar" a publicar os livros em 2015, sabe lá quando...até chegar Becoming Calder, que como vc disse é o 5º ... já terei tido um treco! Mas minha editora predileta é rápida nas publicações, então fico confiante!
    Amo de paixão suas resenhas.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, Nelma...
      brigadão, mas tem inspiração nenhuma não. A besteira flui pq sou muito boba alegre. kkkkk
      Menina, até chegar nesse livro vai demorar, mas TODOS os livros dessa série são perfeitos. Acho que vc vai amar tb. *_*
      bjooooo

      Excluir
  2. Nossa mãe, do jeito que você descreveu Ticia, parece a dialética perfeita contada nesse enredo: o bem e o mal; medo e coragem; verdade e mentira... Quando a gente encontra um livro tão bom assim, realmente dá vontade de entrar nas páginas e pedir: "vamos parar com essa m. e ser feliz logo!" Fiquei super curiosa, mas tô com medo agora de ter uma úlcera, já que a gastrite eu já arrumei. Beijos. Feliz 2015.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é ótimo mesmo e, certamente, dá vontade de entrar no livro e aloprar geral. No caso deste, a vontade que tive foi de mandar o herdeiro do Jim Jones pro rai que o parta.
      Ótimo 2015 pra vc tb. ;)

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos