E o Oscar de melhor livro do ano vai para...

Eu sou a Juliana do blog As meninas que Leem Livros. Já faz alguns anos que tive o prazer de conhecer o Sempre romântica e junto dele a querida Lena. Quando recebi o convite fiquei muito feliz, pois é sempre um prazer dividir nossas paixões com outros leitores apaixonados.

Lena, meus parabéns!! Que venham muitos  e muitos anos pela frente.

Vou falar de um livro que me emocionou demais, é a segunda parte da história e deve ser lido na sequência, somente assim você será capaz de absorver plenamente a mensagem por trás da maravilhosa escrita da Francine Rivers.  Nesse volume o foco inicial é Hilde; sua filha Carolyn e os conflitos que nunca conseguiu superar com sua mãe e que acabam surgindo entre ela e sua própria filha. Como somos onipresentes durante a leitura, é fascinante perceber que algumas coisas fogem ao controle dos personagens, situações que a vida impõe que resultam em palavras não ditas, abraços não dados, gesto de amor incompreendidos.

O sonho de uma filha irá mexer com suas emoções, fará com que repense atitudes e no meu caso me fez ligar para minha mãe e dizer o quanto eu a amo. É também um livro repleto de Deus, para quem nunca teve o prazer de ler algo da autora pode estranhar no começo, mas não desistam, continuem. A narrativa nos prende, envolve, abraça e nos torna mais humildes em reconhecer que toda história tem dois lados.

Não falarei mais, é preciso ler para entender a profundidade das relações descritas. Seria muita pretensão minha achar que com poucas linhas conseguiria passar tudo que ganhei através dessas páginas. Por isso eu peço a vocês, leiam! Se permitam sentir, e todas as lágrimas derramadas terão valido a pena.

3 comentários:

  1. Nunca li nada da autora, mas tenho um livro dela aqui (Amor de Redenção). Minha mãe leu e achou lindo. Nem lembrava dele, acho que vou procurar aqui, pra ter um ideia de como é a escrita da autora, que a julgar pela sua resenha, parece ser bem envolvente!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  2. Juliana!
    Fiquei emocionada apenas por ler sua resenha e bem interessada no livro e vou dizer porque...
    Desde a infância tive uma relação bem conturbada com mainha. Não aceitava determinadas coisas e acabava batendo de frente com ela e isso perdurou até a vida adulta, quando pude vivenciar a experiência de ser mãe (mesmo que não biológica) e daí compreendi muitas de suas atitudes. Passei alguns anos bem afastada do convívio dela, porque morava em outro Estado e vinha esporadicamente. Agora ela está bem adoentada (3 Avs, Alzheimer, diabetes e outras complicações psicológicas) e agora tenha a oportunidade de me redimir com ela e estou ao seu lado... e isso me emociona demais, assim como o enredo desse livro.
    Obrigada!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Olá!!
    Nossa esse livro parece ser tão emocionante e profundo, imagino que vou chorar horrores e me emocionar muito com essa leitura.
    Nem li ainda mas acho que já vou ligar para minha mãe e lhe dizer o quanto a amo.
    Obrigada pela indicação.
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos