E o Oscar de melhor livro do ano vai para...

Olá, pessoal!
Aqui é a Carla do Blog Histórias sem fim, mais uma vez agraciada com o convite da minha amiga Leninha para participar de mais um aniversário do blog. Muito obrigada, Lena!!

Entre tantos livros lidos, é uma missão impossível escolher um entre os melhores. Depois de tirar no palitinho, o livro vencedor foi A garota que você deixou para trás, da Jojo Moyes, publicado pela Editora Intrínseca no início de 2014.

A garota que você deixou para trás é um daqueles livros que nos faz emocionar. Após conhecer a autora através do livro Como eu era antes de você, estava na ansiedade para começar a leitura dessa história, com a certeza de que encontraria uma ótima trama onde ficaria presa até a última página. E só posso dizer que o livro não decepciona em nada.

Acompanhamos duas histórias no decorrer da trama, ambas, levam o leitor a questionar as próprias convicções, e a admirar a coragem de duas mulheres que desafiaram a todos para seguir lutando por aquilo que acreditavam.

Sophie Lefèvre volta para a terra natal após se despedir do seu marido, o jovem pintor francês Édouard Lefèvre, que precisa lutar na Primeira Guerra Mundial. Vivendo com os irmãos e os sobrinhos no antigo hotel da família, Sophie precisa enfrentar as mais diversas dificuldades na cidade,  devido a ocupação dos soldados alemães.

Sophie apega-se às lembranças do marido, admirando um retrato seu pintado por Édouard. Ela não reconhece mais a moça que era antigamente, já não tem mais beleza de antes, e o que resta, é apenas a coragem para enfrentar as adversidades.

Quando o quadro chama a atenção do novo comandante alemão, Sophie arrisca tudo — a família, a reputação e a vida — na esperança de rever Édouard, agora prisioneiro de guerra. Ela acredita nos sentimentos do novo comandante, mesmo que tudo indique o contrário.

Quase um século depois, na Londres dos anos 2000, a jovem viúva Liv Halston mora sozinha numa moderna casa com paredes de vidro. Liv tenta voltar à vida após a morte do marido, mas se encontra sozinha na antiga residência do casal, acumulando diversas dívidas, próxima a falência.

Em uma noite onde apenas quer curtir a tristeza da solidão e a saudade do marido, o destino faz com que Liv conheça Paul, um homem encantador. Paul é divorciado e ainda se recente por ter que se separar do filho, vendo-o apenas por alguns dias na semana.

Os dois se sentem atraídos instantaneamente, e acreditam que esse encontro do destino era o que eles esperavam para voltarem a viver. Mas o destino não está ao lado do casal.

Liv mantém em um lugar de destaque na casa, um retrato de uma bela jovem, presente do seu marido pouco antes de sua morte prematura, o que a mantém ligada ao passado. Devido a acontecimentos inesperados, Liv descobre o verdadeiro valor daquela pintura e sua tumultuada trajetória.

Ao mergulhar na história da garota do quadro, Liv vê, mais uma vez, sua própria vida virar de cabeça para baixo. Restando para ela, lutar pelo que acredita, mesmo que isso vá contra todas as pessoas que ainda estão do seu lado.

É impossível não se emocionar com a escrita de Jojo e como ela narra suas histórias. A escrita é fluída, onde mantém o romance, drama e uma dose de suspense por toda a trama. É o segundo livro que eu leio da autora, e fiquei apaixonada pelos dois enredos.

A narração é dividida entre os acontecimentos do passado com Sophie, e o presente com Liv. Confesso que quase tive um surto quando a história de Sophie é interrompida abruptamente para começar a de Liv. Fiquei alguns momentos atordoada, pensando na crueldade da autora de fazer isso com o pobre coração dos leitores (risos).

No decorrer da leitura, ficamos encantados com a coragem e a força interior das duas protagonistas, que mesmo diante da morte da esperança, elas seguiam em frente, sempre acreditando e mantendo suas convicções.

Não vou mentir, eu me emocionei com a história de Sophie e no quanto foi destemida em ver e sentir mais que as aparências. Fiquei emocionada com a força de vontade de viver de Liv, que sentiu uma grande perda, mas que estava encontrando forças para voltar à vida.

Ainda me faltam adjetivos para exaltar a trama, só posso dizer que a escrita de Jojo Moyes fala por si. Com personagens maduros, a autora descreve-os de forma intensa e humana, retratando com perfeição seus medos e sonhos, aproximando o leitor com a história. A edição da editora Intrínseca está perfeita, desde a revisão até a escolha da capa. Não tem não fica admirando o desenho e suas cores, trazendo à tona a leveza da história. Só posso dizer que um livro mais que indicado, e que todos irão se emocionar.

Entre todos os livros lidos desde o início do ano, Jojo Moyes tem o seu lugar reservado na lista dos melhores. Se ainda não leu, precisa dar uma chance para o livro, tenho certeza que ficará apaixonada.

E mais uma vez, agradeço a minha amiga Leninha pelo convite, e que mais anos sejam conquistados pelo blog! Feliz Aniversário!

9 comentários:

  1. Puxa, parece mesmo ser lindo! Não tive coragem pra ler "Como eu era antes de você", confesso, mas irei assistir o filme. Já esse livro aí, se eu tiver a chance, lerei com certeza!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  2. Ei girls

    Eu gostei muito desse livro tbm, não entra nos meus favoritos porque gostei mais de Como eu era antes de você que também li este ano. Mas quero ler todos da autora, adoro a Jojo.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Li este livro e me emocionei com a luta de Sophie. Quem puder leia é muito bom o melhor que já li.

    ResponderExcluir
  4. Carla!
    Tive oportunidade de ler esse livro e também me emocionei com todo enredo, passagem de tempo e ainda mais com o desfecho que foi excepcional.
    Gostei demais!!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. O titulo deste livro não me atraiu e eu fiquei resistente em lê-lo. Depois de ler uma resenha aqui no blog eu me apaixonei pelo enredo e fui atras dele... Muito lindo! Se tornou um dos meus favoritos!

    ResponderExcluir
  6. Já ouvi falar muito dos livros da Jojo Moyes, mas nunca li um. Eu adorei a premissa desse, legal o modo como a vida das duas personagens se cruzam e como tem um pouco de romance histórico, que eu adoro. A capa é simples e é isso que a torna linda.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Jojo Moyes é meu vício. Adoro os livros dela e é um mais gostoso de ler que o outro. Esse foi muito bom, adorei a trama e é um dos meus favoritos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Carla, eu sempre ouço falarem muito bem da Jojo,
    mas infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler nenhuma de suas obras.
    Mas confesso que fiquei muito interessada.
    Sua resenha nos passou a ideia de que o livro transmite uma emoção tão intensa.
    Que é impossível não querer fazer essa leitura, beijos.
    ♫ Conversas de Alcova ♫

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos