Manhã de Núpcias - Lisa Kleypas

Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.
Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem.
Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça.
Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira – e única – mulher com quem ele considera se casar.
Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si.
Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito.

Como não descrever a história de amor e ódio entre Cat e Leo como algo inesquecível?! Como não se envolver e tomar partido quando a questão são dois personagens tão distintos?! E assim começo mais uma resenha sobre dois dos personagens mais encantadores, apaixonantes e inusitados existentes entre os romances históricos publicados atualmente.

Os Hathaways são uma família singular, e desde a leitura dos livros anteriores da série eu desejava conhecer o desenrolar da trama entre o galante e amargurado Leo Hathaway e a governanta incomum Catherine Marks.

Conheci anteriormente um Leo atormentado, irresponsável, triste e incapaz de se deixar envolver, somente a impenetrável Catherine Marks conseguia colocá-lo em alerta, ela realmente o tirava do sério. E foi assim durante toda a narrativa, uma guerra pelo poder, quem manda mais, quem resiste mais tempo, ou mesmo, quem consegue resistir.

Cat é uma moça assustada, apesar de firme e reclusa. Ela vive em segundo plano, apenas exercendo suas funções como Dama de Companhia da jovem Beatrix, sem nunca chamar a atenção para si. Mas ela guarda um segredo que pode pôr em risco a frágil segurança que sente na convivência com os Hathaways, uma família que passou a respeitar e amar. Menos é claro, o intragável Leo, ele conseguia tirá-la de sua zona de conforto, porque tinha o poder de despertar nela sensações e emoções que a mesma prefere que fiquem bem guardados lá no seu mundinho particular.

Leo agora, apesar de não aceitar a ideia, tem que mudar de vida. Pelo bem da família e para garantir sua casa, ele precisa se casar e gerar um herdeiro, mas nem em mil anos ele pensa em assumir algo que mude tão drasticamente sua vida, casar está fora de questão. Ser um libertino, livre e desimpedido está muito bom, obrigado!

Mas o destino reserva mais do que comodismo a esses dois, e temos então um livro super dinâmico, fluido, ágil e que me rendeu muita diversão e, claro, muitos suspiros.

Leo se mostrou um apaixonado, mesmo que não admita isso de maneira nenhuma, e Cat mostrou ter sentimentos além de ser uma pessoa encantadora com uma mente aguçada e inteligência apurada.

Dois personagens com uma química capaz de fazer os corações dispararem. Lisa Kleypas consegue escrever de forma clara e inspiradora e desenvolver a trama de forma única, prende o leitor em cada página do livro, é quase impossível largar; salvo ir ao banheiro ou comer alguma coisa, rsrsrs.

E sem falar o quanto é prazeroso rever todos os queridos protagonistas dos outros livros; Amélia continua sagaz e apaixonada por sua família. Win e Rev sempre suaves na trama; Poppy e o maravilhoso Harry dando aquela pitada de responsabilidade e segurança. Sem falar na jovem Beatrix, com sua alegria; e no pequeno furão Dodger que se tornou um personagem bem a cara de um pequeno cupido, suas armações inocentes me renderam boas risadas.

Amei cada passagem, cada fato, cada ponto e segredo incluído na narrativa se encaixaram perfeitamente. Só tenho elogios ao livro, e ao Leo, que entra no rol dos meus personagens preferidos da série. Sem tirar o mérito de Harry e Cam, que ainda fazem meu coração balançar. Rsrsrs
 
Recomendo a leitura de todos os livros e aguardo ansiosa pela história de Beatrix, para fechar com chave de ouro. Já estou com saudades!

20 comentários:

  1. Eu estou em débito com essa série. Ultimamente quase não tenho lido livros históricos; Leo parece ser o tipo de personagem que me interessa e sua relação com Cat parece ser muito quente.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena Ju, você iria se apaixonar pelos Hathaways.
      Leo é um charme e sua relação com Cat é tensa, mas adorável.

      Perde tempo não, leia!!
      Bjs

      Excluir
  2. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Leninhaaaaaaa, bom dia! *-* Hahaha, tudo bem? ♥ Eu vi seu comentário no post anterior, haha! Sabe, eu também sinto que te conheço faz um tempo! Bem estranho e interessante isso, uhasuhasuash! :3 Huuuuum, eu nunca gostei desse livro, mas após ler várias e várias resenhas dele, comecei a me interessar, uashushahuashua! Só acho que a mammis não me deixaria ler por conta do nome, uahshusahushushauhsuahuhuas! Aaaaah, eu amo quando tomamos partido entre dois personagens, hahahah! Uma hora estamos do lado de um e na seguinte, de outro! Hahahahaha! :3 Awnnnnn, eu amo quando um personagem causa "ódio" no outro, uashuhahuhuahas! O mesmo fica ainda mais apaixonado *-* Haha, você gosta de histórias que envolvem uma pessoa ter de se casar obrigada, até que acaba gostando desse seu pretendente, Leninha? Uaushuahshuaas, eu adoro! ♥ Awn, é tão bom rever os personagens dos antigos livros, né? Cara, eu sinto falta mesmo é do Leo, da Fani, da Gabi... Da série Fazendo Meu Filme, uhasaushuah! Gente, sem mesmo ainda não ter lido esse livro, fiquei apaixonaaaaada por todos esses personagens, hahaha! E esse Dodger... Ele é um furão de verdade? Awn, uahsuhsahusahuhuas! *0* Adoooooooooorei sua resenha, Leninhaa! Tô falando, com suas resenhas maravilhosas eu vou falir! ♥

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se sua mamis é conservadora melhor não arriscar a leitura de romances com títulos assim, a leitura é leve porém tem algumas cenas que talvez vc não esteja acostumada.
      Na história a mocinha não é obrigada a casar, e não curto muito livros assim, mas na época em questão acontecia bastante, hoje é que isso não rola.

      Dodger é um furão de verdade, de estimação, uma gracinha, que dá um tchan a mais na história.

      Obrigada pelos elogias às minhas resenhas, faço o que posso e escrevo sempre de coração.
      Bjs!

      Excluir
  3. Um livro encantador, Leninha, assim como a sua resenha.
    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Ei Lena

    Recebi este livro tem poucos dias, está na fila, mas pelo jeito vou correr logo para ler, estou curiosa. Que bom que vc gostou tanto, nos outros livros eu não gostava muito do Leo, apesar dele ser engraçado, mas no 3 já achei que ele melhorou bastante.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leo foi me ganhando aos poucos durante a leitura dos livros anteriores, mas aqui em Manhã de Núpcias ele mostra realmente para que veio, eu amei.
      Depois quero saber sua opinião!
      Bjs

      Excluir
  5. Estou louca para ler, Leninha. Gosto muito da série e acredito que este será o livro que vou gostar mais.
    O Leo tem sido muito bem construído com seu drama nos três primeiros livros.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você Carissa, Leo cresceu e apareceu ao longo da série, e em seu livro ele brilhou, eu amei!
      Bjs

      Excluir
  6. Oi Leninha, estava lendo a Série porque já havia começado, achando meio morna. Mas... quando li o terceiro livro, me apaixonei. Nossa, como eu adorei o a "Poppy e o maravilhoso Harry". E o Leo. Depois da adorável/meiga/ilaria presença dele o terceiro livro, fiquei ansiosa para ler Manhã de Nupcias. Acho que o Correios traz pra esta leitora amanhã (pra combinar com o título, rsrsrs)
    Sua resenha é apaixonante e convincente, como sempre.
    Bjim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poppy e Harry foram perfeitos em seu livro e sua participação aqui em Manhã de Núpcias foi perfeita também.
      Torcendo para seu livro chegar logo, depois me conta o que achou.
      Bjs e obrigada!

      Excluir
  7. oi Leninha tudo bem?
    Eu li todos os primeiros da série (e também sou apaixonada pelo Cam) e só li metade desse (lembrar de terminar rs). Eu amo essa família! São muito engraçados, únicos em uma época onde todo mundo deve ser igual.
    Se me perguntar qual é o meu personagem preferido, responderei: Dodger!!! Esse furão é demais!! Só a Beatrix pra arrumar um animal assim, tão apaixonado pela Cat e suas cintas ligas! hehe Sem contar que ele é realmente um pequeno cupido desde o livro anterior!
    A Cat e o Léo já vinha arrancando risadas minhas desde o segundo, agora então!Essa série e perfeita como tua resenha!!!

    beijão!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Hatthaways são uma família bem interessante, não escapa um, rsrsr.
      Concordo com você em relação ao Dodger, esse pequeno cupido já ataca a bastante tempo, e aqui me fez rir e mostrou também ser bem corajoso.
      Obrigada por suas palavras, bjs!

      Excluir
  8. Leninha!
    A série deve mesmo ser fabulosa, não tive oportunidade de ler nenhum livro ... ainda...
    Pelo visto a química entre Leo e Catherine (nome lindo!) é eletrizante e o livro em envolvente.
    E que segredo será esse de Cat? Fiquei curiosa, sabia? Gosto logo de desvendar segredos.
    Vou colocar a série Hatthaways em meus desejados.
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro livros onde os protagonistas guardam algum segredo, eu gostei do mote desse, bem plausível para a época.
      Leia, leia e leia, vc vai amar os Hatthaways.

      Bjos

      Excluir
  9. Oi Leninha, não vejo a hora de começar a ler esta série de romance histórico. Não li nenhum dos livros, apenas estou acompanhando pelas resenhas e passando vontade.
    Bjs, rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa de passar vontade mulher, só falta um livro para a série acabar, leia logo todos, um atrás do outro, rsrsr.

      Bjs

      Excluir
  10. Linda capa ^^
    Bj, Aris.
    http://arismeire.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos