Dominic - Slater Brothers #1 - L.A. Casey

Hoje com vocês mais uma  resenha de um livro ainda não publicado aqui no Brasil feito pela nossa querida colunista Tícia. Ri muito durante a leitura da resenha, a Tícia tem o dom de escrever e passar todas as sensações que sentiu durante a leitura, e claro, nos diverti bastante. O livro tem uma capa bem sugestiva e parece realmente bem interessante, deu aquela curiosidade em ler e desvendar os mistérios que a capa sugere explicitamente.[Risos]

Com vocês a resenha, espero que gostem!
Depois que um acidente de carro matou seus pais quando ela era criança, Bronagh Murphy escolheu se afastar das pessoas em um esforço para se proteger da dor futura. Se ela não fizer amizade com as pessoas, falar com elas ou reconhecê-las de alguma forma, elas a deixam sozinha como ela quer. Quando Dominic Slater entra em sua vida, ignorá-lo é tudo o que ela tem que fazer para chamar sua atenção. Dominic é acostumado à atenção, e quando ele e seus irmãos, se mudam para Dublin, Irlanda, para cuidar do negócios da família, ele não ganha nada, exceto atenção. Atenção de todos, exceto da linda morena com uma língua afiada. Dominic quer Bronagh e a única maneira que ele pode chegar até ela, é arrastando-a do canto da caixa que ela se aprisionou da única maneira que ele sabe... pela força. Dominic a quer, e o que Dominic quer, Dominic consegue.

Precisa dar uma escangalhada no seu vocabulário? Leia Dominic.
Acredito que depois deste livro, minha linguagem ampliou largamente seu potencial expressivo. Para cada letra do alfabeto, devo conhecer pelo menos uma dúzia de palavrões nas mais variadas e fecundas combinações.
Inclusive, eu acho que faria 50 cent enrubescer caso usasse toda essa minha eloquência chula recém-adquirida.

Pois é, estou até agora refletindo sobre os motivos de tanta xingação. Os personagens simplesmente não sabiam estruturar uma frase sem que houvesse no meio um “porra”, um “caralho”, um “bunda” ou coisas desse tipo. E as brigas? Não satisfeitos em apenas mandar o alheio se foder, eles também precisavam se estapear mutuamente. O negócio era resolver as diferenças no insulto e/ou na pancada.
Fico imaginando se a autora teve algum trauma na infância e descontar em seus personagens foi uma espécie de catarse.

Tá, parei de reclamar. É que eu precisava fazer um desabafo.

Bem, e a história? Imagino que você deve estar se perguntando por que avaliei o livro com 4 estrelas no Skoob depois de todo esse esculacho. Eu explico: é que a história é boa e, apesar da mocinha ser uma barraqueira pavio curto e o mocinho,um discípulo de Travis Maddox (versão mais surtada), os dois são carismáticos e o romance deles é fofo.

Resumindo bem a trama, Dominic é americano e muda com seus quatro irmãos para Dublin, na Irlanda. Quando chega à escola, topa com Bronagh, uma garota voluntariamente solitária que foi criada pela irmã mais velha depois que seus pais morreram. Assim que eles se encontram, faíscas voam pra todo lado.
E quando eu falo “faíscas” me refiro a acaloradas discussões, coroadas com graciosas alcunhas tipo puta/cadela ou “pauzinho chupador de b****ta”.

E a história então evolui em meio a tapas e beijos, com direito a bullying de Dominic em Bronagh, idas e vindas do casal e uma considerável participação dos irmãos gostosões do mocinho, pois a família toda guarda um grande segredo.

Sobre o final, achei meio esquisito, sei lá. Ficou um troço meio deslocado se levar em conta o resto da história. Para mim, a autora poderia ter traçados outros caminhos que ficaria mais crível e interessante.

Mas... tudo bem. Ainda assim, com todos os defeitos, a história é boa e dá pra recomendar.

; )

19 comentários:

  1. Aff! Estou babando aqui, kkkk...
    Como você resenha um livro que não tenho como ler, amiga? Como faço agora?
    Sério, fiquei louca por esse livro porque ADORO protagonistas surtados! Espero que seja publicado no Brasil antes que eu faça 60 anos!
    Bjos.
    Sua resenha é um Show!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nelma.
      obrigada. ; )
      Ôxi! Se vc gosta de mocinhos surtados, pode ler Dominic que vai ser prato cheio.
      Uai, vai que vc acha ele por aí... rsrsrs
      bjoooooo

      Excluir
  2. Ei Tícia

    Morro de rir das suas resenhas. Aposto que se algum dia lançar aqui a tradução tira todos os palavrões rs. Eu não curto livro assim não, palavrão me incomoda demais, este eu passo.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda.
      Com certeza eles tiram ou amenizam na tradução. Isso é fato.
      Se palavrão te incomoda, nem tenta ler pq acredito que vc não passaria das primeiras páginas. rsrs
      bjoooooo

      Excluir
  3. Já curiosa para ler RSRSRSR
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza.
      apesar dos pesares, o livro é legal, a história é boa.
      bjoooooo

      Excluir
  4. Hey Ticia tudo bem? Estou até imaginando esse livro... Eu,particularmente, riria horas a fio de personagens louquissimos assim...Sério! Não gosto muito de palavrão,mas personagens malucos eu amo de paixão! Mas puts, não poderia ser um livro já publicado? Como assim diretor?! Como vou ler?????

    Amei sua resenha, ri muito aqui linda....

    beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gisele.
      Tudo bem, graças a Deus.
      Bota louquíssimos nisso. Acho que vc deve gostar sim pq a história é boa.
      Uai, vai que vc acha o livro por aí... (+1) rsrsrs

      Bjoooooooo

      Excluir
  5. Apesar de todos os palavrões e de certa incoerência no final, gostei do livro. Esperando a estória do Alec ansiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Ana, eu tb gostei.
      Eu tô querendo muito ler a história do irmão gêmeo de Dominic.; Vc tb não quis socar o sujeito pela cachorrada com a amiga da Bronagh???? Só quero ver no que vai dar.
      bjooooooo

      Excluir
  6. OOOOOOOOOOOOOOI, Leninhaaaaaaaaa *-* Tá boa, anjo? ♥ Concoooooooordo, dá gosto de ler as resenhas da Tícia, uasuhasuhahs! As suas igualmente, viu? Hahahaha! E huuuuum, Leninha, apesar de eu ter 14 anos, entendi esse seu "risos", uashuahsuhhusuhsa! Sem comentários '-' Hahahahaha! E uauuuuuuu, meu Deus, hahahahahahah! Esse livro contém tantos palavrões assim, Tícia? Hahahahha! Credo, gente, uashahus! Eles falarem, de vez em quando, "porra", "caralho", é uma coisa! Mas a todo momento? Aí não dá, muito forçado. Se estapeiam? Nossa vida, uahshushua! Livro violento esse! Também estou pensando de a autora teve algum trauma na infância, hahahahaha! Mas nem se fosse por isso precisava de tanta coisa assim! Tícia, você pode desabafar conosco, sei que isto estava entalado na sua garganta(dedo, ou sei lá, uahshsahuasuh!), hahahahaha! Barraqueira pavio curto, uashahas! Não me agradei muito com isso, mas tudo bem, hahaha! E agora, fico imaginando: como que o romance deles é fofo? Cara, não consigo imaginar, sério, uhasuhsahashusauh! Credo, gente, que xingamentos feios! Deus me livre! Não gostei, Tícia, de verdade. Achei um livro desrespeitoso! Ah, lamento, detestei esse livro com toooooooooodas as minhas forças, uahsuhashusahhsau! :/

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juu.
      Tem palavrões e supapos distribuídos à vontade. Realmente, é super cansativo ficar lendo tudo isso, mas pelo menos a história compensa.
      E, sim, o romance deles é fofo. Eles são legais juntos, ainda que briguem muito. Só lendo pra entender.
      Mas se vc achou desrespeitoso só pela resenha... passe longe do livro. rsrsrs

      bjooooooo

      Excluir
  7. Tícia!
    Com uma capa dessas, pode ter os palavrões do mundo todo, tenho de ler para conferir...
    Na verdade não sou contra os palavrões, embora quase não os fale, só quando estou bem arretada da vida solta um 'porra', mas acredito que dentro de um texto bem escrito, eles por vezes até caiam bem se não forem em excesso.
    Agora fiquei com um pé atrás nessa tal relação entre 'tapas e beijos', não sou a favor de agressões e bullying... mas se deu 4 estrelinhas, algo de bom o livro deve ter, né? Pelo menos a capa...kkkk
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, Rudy...
      aqui os palavrões foram em excesso, extremamente desnecessários.
      Sim, foi entre tapas e beijos, mas quem batia era ela, nele. rsrs
      Ou então, havia sopapo entre os outros personagens. Mas fora isso, a história é legal, divertida.
      Nem me fala dessa capa... rs

      bjoooo

      Excluir
  8. A capa é realmente atraente gostei assim como o enredo. Quer dizer que o bonitão tem outros irmãos bonitões? Vai ter continuação? Entre tapas e beijos foi metaforicamente né?
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Rose... ele tem mais 4 irmãos, todos apetitosos como ele.
      Vai ter continuação, só que o segundo ainda vai ser publicado lá nos EUA.
      Bem, mais ou menos metaforicamente. rsrs

      bjooooo

      Excluir
  9. Eu acho que se não leu a série Stage Dive, vai curtir muuuuuuuuuuito tem Dicípulos de Travis Maddox lá tbm, e achei a escrita estilo da Jamie . Achei sua resenha de Dominic O MAXIMO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brigadão, Cah. ;)
      Já li sim e adoroooo!
      bjoooooo

      Excluir
  10. Oi por favor alguem me responde se ja tem todos encontrei esse livro por caso a uma semana e amei parei no Keela ja tem outros o kenne

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos