Lançamentos Bertrand Brasil - Maio

O Sempre Romântica traz para os amigos e seguidores do blog os lançamentos do mês da Editora Bertrand Brasil. A editora caprichou e nos brinda com histórias imperdíveis e que com certeza animará a todos. Temos livros para todos os gostos. Eu fiquei super empolgada ao ver a diva Nora Roberts figurando na lista do mês com o livro Escândalos Privados, e claro, pedi para resenhar no blog. Outros livros também me chamaram atenção como O Amor não é para mim, e o novo livro do Carpinejar, Me ajude a chorar. Com certeza são leituras imperdíveis que vale à pena conferir.

Claro que eu  não podia deixar de mostrar um pouco de cada um dos lançamentos para os amigos e seguidores do Sempre Romântica.
E com vocês os livros...
Escândalos Privados - Nora Roberts

Nora Roberts revira o mundo da televisão, criando um suspense de roer as unhas.
Escândalos privados, história de mistério com o toque de romance característico de Nora Roberts, chega às livrarias provando que um thriller pode manter o suspense por quase 600 páginas e ainda surpreender o leitor no último parágrafo. Com personagens bem-elaborados e cenas marcantes, e após figurar no primeiro lugar das principais listas de mais vendidos dos Estados Unidos e Grã-Bretanha, a obra, segundo a crítica especializada, é entretenimento de primeira qualidade.
Quando lançado, o fã-clube oficial da autora, logo corroborado por milhares de admiradores, considerou-o um dos cinco melhores títulos já produzidos por Nora. Em seguida, a crítica endossou tal opinião, publicando diversos elogios e dando grande destaque ao lançamento.
Deanna Reynolds tinha sua vida planejada: começaria trabalhando em uma pequena emissora de TV em Chicago e, em alguns anos, se tornaria uma famosa apresentadora. E ela parece estar no caminho certo, principalmente porque uma estrela da televisão, a geniosa Angela Perkins, decide ser sua mentora. O que Deanna não suspeita, porém, é que Angela não é nada ingênua, e que ultrapassa todos os limites para boicotar a popularidade de sua pupila.

Me ajude a  chorar - Carpinejar

Um divisor de águas na literatura do autor, ou como o próprio diz, "um divisor de fogo".
Depois de títulos que refletiam momentos de sua vida pessoal, em Me ajude a chorar, Carpinejar, pela primeira vez, une textos sem um tema central. São crônicas com assuntos variados, mas com uma singularidade: a melancolia e a tristeza. Sempre, obviamente, com a ironia característica. Um livro com sentimentos. Um livro à flor do osso.
Carpinejar mostra a sua mais intensa fragilidade, provando que, na verdade, nesta terapia ou catarse literária, todos devem ser muito felizes para suportar a tristeza verdadeira.
Me ajude a chorar vai emocionar o leitor de maneira única. Dessa vez, Fabrício não fala a respeito de separação e relacionamentos, mas de temas mais gerais, mais coletivos, que buscam focar também em tragédias mínimas e pessoais, como o caso de uma senhora que estava para perder o marido e só desejava mais uma noite de conchinha com ele. Ela trocaria tudo na vida dela por esta noite.

O amor não é para mim - Federica Bosco

Uma protagonista teimosa e brilhante, mas também meio pirada, como todas as mulheres românticas de 30 anos.
Autora do livro Sou louca por você, que conquistou o coração das mulheres em 2010, Federica Bosco apresenta O amor não é para mim, o novo e divertido capítulo na vida da protagonista Monica. A autora é hoje uma das mais importantes do gênero na Itália, com mais de 500 mil exemplares vendidos na Europa.
Monica está de partida para a Escócia, onde seu namorado Edgar a espera. Todos os seus sonhos estão prestes a se realizar: vai viver com o homem que ama, seu livro será publicado e a perspectiva de uma nova carreira a deixa bastante empolgada. Mas, de repente, tudo ameaça ruir: a cidadezinha onde vai morar fica no meio do nada e o novo emprego em um jornal local não é nada interessante. Além disso, a convivência evidencia os “pequenos defeitos” de Edgar, o relacionamento com a sogra é turbulento e, de vez em quando, David, uma antiga paixão, manda mensagens sedutoras. Conseguirá Monica finalmente encontrar o equilíbrio e reconquistar a felicidade?
Em O amor não é para mim, Federica explora toda a sua irreverente e saborosa ironia, elaborando um romance leve e comovente sobre os sentimentos e desejos das jovens mulheres – pelo menos daquelas que não param de sonhar com o grande amor.

A viagem iniciática - Christian Jacq

Um encontro mágico com um autêntico Mestre de Obra, confiando a ele a espiritualidade eterna na sua forma medieval.
Este livro é um depoimento sobre uma iniciação vivida nos dias de hoje no Ocidente e sobre o caminho que conduz a uma sabedoria, a uma plenitude, a uma harmonia que todos buscam em si mesmos e à sua volta. Jacq conta no livro o diálogo com um Mestre de Obras que, devido a seus antepassados, conhece um ritual e seus valores iniciáticos. O encontro entre os dois ocorreu às portas da catedral de Metz, na França.
As esculturas romanas trazem ao homem uma mensagem espiritual. As da catedral de Metz ilustram os trinta e três graus da sabedoria que levam ao conhecimento. Da semente ao fruto, da árvore seca à árvore florida, o caminho é longo e, muitas vezes, perigoso. Contudo, passando por provas e desafios, ele conduz ao autoconhecimento e à realização.
Diante dos obstáculos à sabedoria, como má vontade, avareza, idolatria, egoísmo, covardia e orgulho, o iniciado deverá, por meio de forças espirituais, adquirir as grandes virtudes pessoais, por exemplo, as inteligências receptiva e ativa e a tolerância. No fim, Christian Jacq mostra que a essência do ser permanece a mesma, o que muda é o olhar do iniciado em relação ao mundo.
Talvez nunca se tenha falado com tanta precisão dos trinta e três graus da sabedoria. Se o mestre que concebeu esta mensagem a colocou diante do olhar de todos aqueles que souberem ver, não foi por acaso. Jacq convida o leitor para um encontro mágico com um autêntico Mestre de Obra, confiando a ele a espiritualidade eterna na sua forma medieval.

O sopro dos Deuses - Bernard Werber

Escritor francês mais vendido no planeta apresenta o segundo volume de sua nova trilogia.
Conhecido mundialmente pela série best-seller O Império das Formigas, que vendeu mais de um milhão de cópias somente na França, Bernard Werber apresenta o segundo volume de O Ciclo dos Deuses. Neste segundo volume, O sopro dos Deuses, o autor dá sequência à sua viagem por um mundo divino de fantasia, repleto de suspense e imaginação, onde propõe uma emocionante reflexão filosófica sobre a história humana e o significado da vida.
No início, quando chegaram à cidade de Olímpia e foram aprovados na categoria de anjos da guarda, os alunos-deuses eram 144. Agora, esse número está reduzido quase pela metade. Ao longo do jogo em que precisam fazer evoluir seus próprios humanos – e ao fim do qual somente um aluno sairá vencedor –, muitos já foram eliminados e transformados em seres mitológicos. Diante desses perigos, Michael Pinson tenta sobreviver e impedir a extinção de seu povo.
Para piorar, Michael também tem outras preocupações: apaixonado por Afrodite, ele descobre detalhes sobre o passado da deusa do Amor que o fazem repensar seus sentimentos e acabam por envolvê-lo em um perigoso triângulo amoroso.
Uma história em que os leitores aprenderão, de forma divertida, sobre mitologia e, além disso, sobre história geral. Por meio do narrador, Werber apresenta uma releitura de episódios importantes da humanidade, descrevendo-os sem citá-los diretamente. Na verdade, ele fornece dicas para que os leitores possam interpretá-los e descobrirem sozinhos do que se trata.

O prisioneiro da sorte - Jeffrey Archer

Engenhoso e repleto de ação, um thriller magnífico cheio de surpresas.
Vencedor do Prix Polar International Prize na categoria melhor thriller internacional.
Descrito pelo Daily Mail como o melhor contador de histórias da atualidade, Jeffrey Archer é um daqueles autores que ao lançar uma obra todos já imaginem o que vai acontecer: alvoroço nas livrarias e primeiro lugar em todas as listas. Com Prisioneiro da sorte não foi diferente, tendo recebido ainda críticas positivas nos principais veículos de comunicação da Grã-Bretanha. O autor possui mais de 250 milhões de exemplares vendidos em 97 países e em mais de 37 idiomas.
Quando Danny Cartwright sai para comemorar seu noivado com Beth Wilson e o irmão dela, Bernie, que também é seu melhor amigo, ele não imagina o que está prestes a acontecer. Se tivesse pedido a namorada em casamento um dia antes, ou um dia depois, Danny não teria sido preso e acusado pelo assassinato do próprio cunhado. Mas quem acreditará na sua versão dos acontecimentos quando as testemunhas de acusação são um advogado criminal, um ator famoso, um aristocrata e um empresário bem-sucedido?
Condenado a 22 anos de prisão e mandado para o presídio mais seguro da Inglaterra, ele contará com a ajuda de Beth para iniciar uma busca implacável por justiça, obrigando os quatro inimigos que o condenaram a lutar pela própria sobrevivência.
Assim se desenvolve o eletrizante Prisioneiro da sorte, com um elenco de personagens que acompanhará o leitor mesmo depois de a última página do livro ter sido virada. E, como se não bastasse, o final surpreendente abalará até os fãs mais ardorosos do autor.

8 comentários:

  1. Ai, meus sais! Christian Jacq e Nora Roberts sendo lançados juntos, era tudo que a minha conta bancária não precisava esse mês! rsrsrsrsr
    Valeu pelas dicas, Lena,
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Sem sombra de dúvidas, o lançamento mais aguardado por mim, é Escândalos Privados da Diva, mas também fiquei bastante interessada em Prisioneiro da Sorte. Gostei da sinopse e se a história for o que promete, merece um lugar entre os meus desejados. Adoro um suspense!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom demais né Ronevia?!
      E vamos às compras, rsrsrs

      Excluir
  3. Leninha!
    Nora Roberts e Carpinejar são os mais atrativos, embora todos sejam bons lançamentos.
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  4. Eu sou muito fã dos lançamentos da Bertrand, considero uma das editoras que mais capricha nas escolhas de seus lançamentos. Tem muitas fichas comigo por ter editado "O livro das coisas perdidas" e "A casa dos espíritos.".

    Cheros, Pandora.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos