Romance Impossível - Diana Palmer

Ela queria deixá-lo com ciúmes…
Quatro anos atrás, Eleanor Whitman se apaixonou perdidamente por Keegan Taber, a ponto de se deixar seduzir para depois descobrir que ele tinha uma noiva! Depois, Keegan declarou seu amor, dizendo que Eleanor era a única mulher que sempre desejara. Porém, era muito tarde, pois agora estava comprometida com Wade. Na verdade, ele era apenas um bom amigo. Mas Keegan não precisava saber desse pequeno detalhe tão cedo…

Eu já estava sentindo falta das deliciosas leituras de banca e claro, dos livros da Tia Palmeirão, e não poderia ter escolhido uma história melhor para matar essa saudade.

Durante a leitura pude conhecer outro lado da autora, nesse romance tudo que ela sabe usar perfeitamente como: macho alfa, homem cavalgadura, mocinha frágil e apaixonada fogem completamente do “mais do mesmo”. Em Romance Impossível a mocinha é que luta bravamente para se vingar do mocinho, e tenta resistir a ele suportando altas tentações. O mocinho é que é o apaixonado da trama e a mocinha é a cabeça-dura, a turrona. Quer mote melhor?! Todos os ingredientes precisos para tornar a história supergostosa de ler, com direito a cenas quentes e de elevar a pressão arterial, rs.

O texto original é de 1986 e dá para notar isso durante a leitura. A escrita é bem gostosa e fluida, mas devo confessar que pela época em que foi escrita me causou estranheza em relação aos textos atuais, não tem como não sentir falta de itens que hoje são tão básicos e essenciais como um celular, por exemplo.

Outra coisinha que me incomodou foi o fato do mocinho ser ruivo, em nenhum momento consegui visualizá-lo assim, não me saiu da cabeça a imagem de um homem moreno e alto interpretando o Keegan, ruivo não colou, mas isso é comigo, um fato isolado.

Diana Palmer nos traz uma história gostosa e inusitada, ela foge de sua essência, se bem que como o livro é bem antigo talvez ela ainda nem tivesse optado pelos machões, ogros e machos alfas. Eu gostei muito deste romance, fazia tempo que não lia nada da autora e foi uma agradável surpresa conhecer esse outro lado da diva. Não que ela tenha mudado tanto, sua forma de escrever está ali, impregnada em cada página.

Eu recomendo a leitura, principalmente para quem deseja desanuviar de personagens típicos da Tia Palmeirão. Ler um livro de DP com uma mocinha mais difícil e de opinião, e um machão apaixonado, às vezes é bom para variar.

11 comentários:

  1. Ainda não conhecia este, e com certeza a dica está mais que anotada.
    Ler um romance da tia Palmeirão onde a mocinha é quem manda, deve ser um deleite! kkk
    Ótima resenha. Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um livro realmente atípico da Tia, rsrs
      Obrigada pela visita Lia, volte sempre.
      Bjs!

      Excluir
  2. Esse livro é shooow mesmo. Ele é o oposto dos outros livros da titia, pq aqui é ele quem corre atrás, é ele que fica numa situação... complicada.... que assusta e preocupa a mocinha. Fui uma boa mudança, hehe!
    E essa capa???? Nuuusss, sou louca por ele. Vai ser lindo assim aqui na minha casa, kkkkkkkk

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo mesmo o mocinho da capa, só não tem nada a ver com o mocinho ruivo do livro, kkk

      Bjs

      Excluir
  3. Sempre bom ler livros em que a mocinha não fica suspirando pelos cantos haha
    Adoro esses personagens com personalidade mais forte :))

    ResponderExcluir
  4. É tanto livro da DP que eu não tenho certeza se li esse, acredita? kkk Mas o enredo não me é estranho O.O

    Ta aí, eu tbm não conseguiria imaginar o mocinho ruivo. Questão de gosto pessoal mesmo, p/ mim ele tbm seria morenão alto kkk E quando os livros descrevem o mocinho bom bi-go-di-nho? Aí que não consigo imaginar mesmo! hahahaha

    Ótima resenha, só de ver o papel inverso (mocinha que quer vingança, etc) já gostei. Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ter lido Bruna, esse mote é bem diferente do que a autora sempre nos brinda.
      Pois é, não consigo imaginar um ruivo bonito, mas sei que é preconceito meu. Mas um tudo-de-bom-gostoso-e-hot moreno alto é bem mais fácil de imaginar né?
      Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  5. Tenho em ebook quase todos os livros da série homens do texas da titia palmerão, pra mim é um melhor do que o outro. Apesar desse livro ser bem diferente do que estamos acostumados a ler nas histórias dela eu não lembro dele, esse faz parte dessa série? Estranho eu não me lembrar. Enfim, tenho certeza que o livro deve ser bom porque obra da Diana Palmer? Tem gente que ama, tem gente que odeia mais ninguém fica indiferente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, não tem como ficar indiferente às histórias da Tia Palmeirão, rs

      Excluir
  6. Oi Leninha, agora me bateu saudades da titia também. Vou separar um livro dela para o fim de semana. Aliás, amei esta capa!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos