New adult... tem pra todo mundo, por Tícia.

Um tempo atrás, a Leninha me repassou um e-mail de uma seguidora aqui do blog, a Ludmila, onde ela sugeria que falássemos um cadim sobre os new adult que estão bombando entre a mulherada. Como tenho lido muito esse gênero em virtude de uma estranha obsessão literária, cá estou eu para indicar ou esculhambar alguns desses livros.

Pois é, um leve esculacho vai ter que rolar, não tem jeito. Mas encare isso como um ato generoso e altruísta de minha parte, já que provavelmente estarei te livrando de uma decepção épica com algum livro medonho.
Sim, também me acho super magnânima e gente boa.

Mas vamos do início.
Se você é o tipo de pessoa que fica no vácuo em meio à penca de terminologias literárias e, por isso, não faz ideia do que seja um ‘new adult’, eu ajudo: são romances com protagonistas na faixa etária entre 18 e vinte e poucos anos que vivem aquele momento transitório, quando tudo ainda está se definindo.  A partir deste princípio, os enredos variam e acredito que tem para todo mundo.

Para facilitar o negócio, eu separei os livros de acordo com meu gosto pessoal:  
1) os que não gostei nem por quilos de sorvete,  
2) os café-com-leite e 
3) os favoritos/queridinhos.
E no meio dessa livraiada toda, eu teci um comentariozinho aqui, outro acolá, coisa bem pouca.
Mas chega de enrolação e vamos à lista.


Não gostei e quero que esses livros morram

Stripped - Jasinda Wilder

Nossa, que livro ruim.
A história não desenvolveu de forma legal o que foi proposto na sinopse; é incompleta e arrastada. Só não dormi porque meu vizinho insistiu em ouvir Rio Negro & Solimões em vários decibéis.
A mocinha é uma morrinha. Nem o monte de situação criada para nós termos pena e empatia por ela me sensibilizou. O mocinho? Dá pro gasto e só. Mas o pior de tudo foi tamanho arrebatamento entre Grey e Dawson, o casal. Mais uma vez me deparo com a banalização do amor já que, pra mim, o relacionamento entre os dois foi tesão puro e simples. Não houve um motivo sequer que justificasse “eu te amo” entre as partes. A não ser que meia dúzia de encontros de 10 minutos explicasse os laços eternos de afeição entre o casal.
Foi sofrido, viu?

 Who He is - Shanora Williams

Confesso: a única culpada pelas horas perdidas com essa leitura sou eu. Ninguém mais. Isto posto, só posso dizer que é bem feito pra mim. Tomara que eu tenha um piriri crônico.
A história fala sobre uma banda cujo empresário é o pai de Eliza, a mocinha. Ela sai em turnê com o grupo e começa a se envolver com o vocalista Gage. Daí, a atração vem, ela reluta, eles se envolvem, há um tumulto pra separar e etc.
Você poderia pensar: mas que implicante você é! Parece legal. Sim, legal como dor de dente.
Os conflitos envolvendo o casal foram bobíssimos e a forma como Eliza e Gage lidaram com eles tendeu para o nonsense.
Porém, o mais irritante foi o mocinho ter uma namorada e ainda assim viver como solteiro, pegando todas e dando mole para Eliza. Ela, por sua vez, achou tudo normal e ainda se prestou ao papel de ficar com Gage numa festa em que a namorada estava presente.
Só eu me revolto com esse tipo de coisa?!


Como posso expressar minha decepção com esse livro sem fazê-lo de forma imatura e hostil?
Sabe aquelas mocinhas irritantes? Amber é mimada, chata e seu trauma não me sensibilizou. Já o mocinho... bem, estou até agora procurando a personalidade do cara. Seu objetivo de vida é fazer cara de cachorro pidão para a mocinha e ser seu capacho.
E nem vou falar da quantidade de vezes em que os personagens “gritaram”. Tudo era “Eu gritei”, “Jake gritou”, “Liam gritou”... Como assim? Ninguém sabe abrir a boca em menos de 80 decibéis?
Fora o fato que todo mundo aqui chora, ronrona, olha de cima embaixo lentamente, etc. Foram tantos clichês, repetições, pobreza no enredo, na linguagem e na construção dos personagens que cogitei a hipótese de uma garota de 12 anos ter escrito a história.
Nem vou entrar no mérito da mãe omissa que não percebe o marido assediando a filha, não recorre à justiça para punir o cara ou não percebe o vizinho dormindo com Amber todas as noites por oito anos sem se dar conta.
Só consegui terminar a leitura usando todo o meu poder de abstração e otimismo.

Os café-com-leite: até gostei, mas sei lá

Real – Katy Evans

Se eu tivesse alguma dúvida de que “gosto é igual pneuzinho e cada um tem o seu”, REAL daria conta do recado.
Sabe aqueles livros que tinham tudo pra serem ótimos, mas descambaram miseravelmente? Isso aconteceu com Real... Quer dizer, pelo menos até as últimas 100 páginas quando o negócio melhorou.
Mas por que o esculacho? Bem, praticamente não há história até quase a metade do livro. Tudo o que temos é uma mocinha no cio, repetindo obstinadamente o quanto Remington Tate é gostoso e irresistível. Nem quando o cara estava inconsciente e doente, a mulher não parava de viajar no corpo dele. E quando os dois começam a relação, lá vem capítulos e capítulos de cópula sem fim.
O que salvou mesmo foi um conflito envolvendo a irmã de Brooke e o inimigo de Remi. Aaaaaí sim, o livro melhora.

Entre O Agora e O Nunca - J. A. Redmersk

De agora em diante, estou seriamente tentada a ler livro badaladíssimo, cotadíssimo, favoritíssimo, bem como todos os ‘íssimos’ no intervalo de dez anos. Daí, minha expectativa não está lá na ionosfera, como sempre acontece.
Podem mandar praga até a minha décima geração, mas não achei esse livro ‘A Bolacha Recheadíssima’ como estão dizendo. A narrativa é arrastada em muitas partes, alguns diálogos são intermináveis e, definitivamente, esse estilo road trip não me atrai.
Os personagens Andrew e Cam até tentaram, mas não conseguiram me arrebatar. Ele é o pegador-mor que faz de Cam sua “pupila do carpe diem”, só que ela é fresca demais pro meu gosto. E essa relação se arrastou e não me convenceu porque, já falei que a mocinha é um porre?
Mas, claro, tem alguma coisa boa nisso tudo, tanto que dei 3 estrelas no Skoob. No geral, a história é interessante, tem partes legais, emocionantes e espirituosas. Porém, esperava muito, muito, muito mais.

Forever Black – Sandi Lynn

Todos os meus desconfiômetros berraram histericamente quando viram a capa desse livro, mas eu me fiz de besta. Quer dizer, besta eu já sou, mas desta vez estou de parabéns.
Assim que li a sinopse de Forever Black, logo simpatizei. Porém, quando dei uma boa reparada na capa, entrei em um processo de broxação: duas mãos entrelaçadas sendo que a da mulher está quase se soltando.
Como eu acredito que uma capa – quando bem feita – diz muito da história, logo pensei: ferrou, vai ter um final desgraçado.
Bem, depois de ter ido até a última página pra conferir como estavam os mocinhos, eu iniciei a leitura. É uma história bonita, emocionante, com partes choráveis, mas essa mocinha é meio maluca. 
Fora isso, é um livro simpático.

Outros café-com-leite:

Ameeeeeeeei! Meus lindinhos favoritos! 

Wait for You - J. Lynn 

Totalmente apaixonada por esse livro. Que Cam é aquele? Taí outro mocinho que me fez perder a fé na humanidade porque desgraçadamente só existe no papel. Mas pensando bem, é até algo positivo porque se ele fosse de verdade, a mulherada ia disputar o cabra na dentada.
Wait for you tem tanta coisa fofa que nem sei por onde começar.
Adorei a forma como a história foi construída, sem pressa, de forma verossímil. Nada de amor instantâneo e arrebatador que não convence nem o meu cachorro; pelo contrário, a relação entre Cam e Avery é construída aos poucos. Fora o fato que a história é leve, ainda que aborde temas complicados. Claro que eu tive ímpetos de sovar a mocinha pelos surtos e chiliques que ela dá vez em quando, mas quer saber? Com seu histórico de vida, Avery até que se saiu bem.
E reza a lenda que vem uma continuação por aí. E inclusive um Wait for you 1,5. Quando? Bem, você já ouviu falar da maldição-das-séries?

Bully – Penelope Douglas

Imagina um mocinho que “bullyniza” a mocinha? Imagina ainda que você ficará com muita raiva dele? Mas imagina ainda que você irá se esbaldar porque a mocinha não tem nada de besta e até supapo ela distribuiu na história.
A trama de Bully é boa, dinâmica e, acredite, romântica. Embora ela aborde um tema forte, o bullying, dá pra notar que toda a implicância e ações descabidas de Jared são meros disfarces para sentimentos mais profundos. Brega, mas é verdade.
Porém, mesmo havendo toda uma história cabeluda por trás das ações do mocinho e blablablá, dá vontade de sovar o cidadão em alguns momentos. Mas... tudo bem. A gente perdoa porque com um corpo, um rosto e uma pegada daquela, ele podia até me jogar na parede e me chamar de Hemidactylus frenatus que aceitaria tudinho com muito gosto.

Falling Into Us - Jasinda Wilder

U-A-U... Que livro!
Tudo bem que eu me senti lendo uma espécie de “O novo Kama Sutra: quem disse que dois corpos não ocupam o mesmo espaço?”, mas esse pequeno detalhe não interferiu em nada (como normalmente interferiria) na beleza da história pra mim.
O casal Becca e Jason é fofissimo, mas passou por tanta coisa medonha que eu perigosamente hiperventilei em várias ocasiões.
Adorei o fato de a história ser contada num espaço de tempo longo, ou seja, desde quando o relacionamento dos dois começou, ambos com 16 anos, até quando já estavam com 24 e a relação ia muito bem, obrigado. Foi lindo ver o amadurecimento de Jason e Becca, a ida pra faculdade, o crescimento da relação, enfim, acompanhar suas vidas.
Este é o segundo livro de uma série e, obviamente, não li o primeiro, Falling into you. Por quê? Bem, eu tenho um acordo muito sério com minha saúde de não ler história que escangalham meu sistema nervoso.

Abaixo, outros que li e também gostei muito ou muitississíssimo. Alguns são séries, mas pra não ficar um troço gigante, selecionei apenas o primeiro de livro de cada. 

Obviamente, eu não poderia deixar de mencionar que sou fã ardorosa de algumas autoras. Com elas, eu nem me preocupo em ler sinopse porque, normalmente, todos os seus livros entram para a minha lista de queridinhos. Olhem minhas divas:


- Simone Elkeles: conheci essa autora quando li Química perfeita (um dos meus TOP queridinhos). Depois dele, foi ladeira abaixo porque saí lendo tuuuuudo da Sisi.


 - Abby Glines: amo o jeito meigo desta autora escrever. Suas histórias são sempre muito simples e sensíveis, do tipo que me deixa com sorrisinho besta.


- Collen Hoover: basta dizer que ela escreveu Métrica. Nem precisa falar mais nada.



E vou deixar uma lista aqui com alguns new adult que abarrotam minha estante, mas ainda não li. Fica a dica pra quem gosta do estilo e quer algumas ideias.

Bem, é isso. Eu teria mais um montão de livros pra colocar aqui, mas não dá pra mencionar tudo. Infelizmente.
E, claro, não poderia deixar de dizer que minha avaliação é altamente pessoal, ou seja, um livro que eu esculacho até a alma, pode ser seu xodozinho. Ou um livro que é meu queridinho pode ser um troço totalmente horrível pra você.
De qualquer forma, sempre incentivo a leitura de cada um deles porque, nada como nossa própria opinião, né?

62 comentários:

  1. Ei Tícia

    hahaha muito legal, principalmente os comentários nos que vc não curtiu. Eu gostei muito de Entre o agora e o nunca, só não gostei do final.
    Nossa eu achava que lia NA, mas tem muitoooooo, só leio os lançados aqui.
    Agora vou discordar de vcs em alguns que vc citou e são YA, com personagens ainda no ensino médio e com 16 anos por aí. Tipo Anna e o beijo francês, Lonely Hearts Club, Como se livrar de um vampiro apaixanado e Qúímica perfeita. Química perfeita mesmo eu já vi muita gente colocando como NA, mas para mim é YA. Estão os dois no ensino médio e tem alguma cena mais quente, mas não chega a ter esta pegada..

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fernanda,
      é verdade. Na realidade, eu tinha colocado só NA à princípio, mas depois resolvi acrescentar alguns YA.
      Todos da Sisi, por ex, são YA e até alguns outroa que vc não citou.
      Mas como minha memória é de ameba, quem disse que lembrei de colocar uma nota no texto?

      Ôxi! E olha que nem coloquei todos os NA, hein? É muuuuuuuuuuuita coisa. rsrs

      bjoooooooo

      Excluir
    2. Ei Tícia
      Ah ta, os que não citei deve ser pq não li rsrsrs. Eu não leio os que ainda não lançaram aqui, então tem muita coisa que não conheço. :)
      Vou começar amanhã o No limite da atração. ^^
      bjs

      Excluir
    3. Pior que esses que eu coloquei como sugestão, ainda não li e nem sei se tem algum YA lá. kkkkkkkkkk
      Sério que não lê os lançados aqui? Nuss! Eu gostaria de ser assim, mas eu não aguento esperar a publicação que sempre demora séculos.
      No limite da atração é YA também. Muito bonito, espero que vc goste.
      bjoooooo

      Excluir
  2. Oi Ti,
    Como sempre, adoro seus coments, são hilários!!!
    Bom, tbém fui fisgada nessa onda de NA, mas muitos não me convenceram não viu, o meu negócio é algo mais adulto, tipo Roger, Eliah, Rorke, mas enfim, essa é outra conversa.
    A-M-E-I Wait for You e sabe pq li ? Porque vi um comentário teu no skoob e menina, mas o que é aquilo ???? Métrica, assim como vc disse, dispensa comentários...
    Também adorei Belo Desastre e por aí vai.
    O meu comentário negativo para este gênero, é que muitas das histórias são parecidas umas com as outras, mas mesmo assim eu continuo arriscando e alguns foram parar nos meus favoritos tbém!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu,
      new adult não é todo mundo que gosta, tem jeito não. Realmente, tem alguns que são bem parecidos, falta originalidade, mas outros são ótimos.
      Eu gosto de tudo, NA, YA ou adultos, mas ultimamente tô nessa obsessão literária com NA.

      Ahhhhhhhh! Wait for you é meu chuchuzinho. Métrica não tenho nem explicação. Já leu outros daquela lista ali em cima de queridinhos? Tem muitos ali bão demais. Dá uma chance pra eles, mulé!

      bjoooooo

      Excluir
    2. Olá Ticia, adorei os livros que você indicou, já vi que vários são bons e já vou começar a ler. Então obrigada, você me salvou de ficar no tédio sem ter nenhum livro pra ler!! Queria te fazer uma pergunta... Não consegui entender o titulo do livro que está do lado de Heart on a Chain. Será que você poderia me disser? Amo new adult e tenho que ler a resenha desse livro. Obrigada. :)

      Excluir
  3. Amei Tícia !!!!
    Nossa como amo Química Perfeita !!
    Quero muito lê o da , J. Lynn , inclusive já saiu em terras lusitanas !!! :)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Tatá...
      Química Perfeita tb é meu xodó, um dos meus preferidíssimos. Já leu o resto da série? Muito bons tb.
      Amo Simone, só lamento não publicarem ela por aqui.

      Nem me fala sobre esse negócio do Wait for you ser publicado em Portugal e aqui demorar séculos. Estou tão revoltada que tenho medo de escandalizar a vizinhança se por pra fora tamanho desgosto. kkkkkkk

      bjooooooo

      Excluir
  4. Ticia, não li quase nenhum dos livros que você comentou, mas adorei o post.

    Rindo ainda dos seus comentários espirituosos.

    Bjs

    Juliana Vicente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ju.
      Menina!
      Se vc gostar do gênero, perde tempo não! Tem um monte aqui que é muito bom. Agora... aqueles riunzinhos... passa longe! kkkk

      bjoooooo

      Excluir
  5. Tícia, sua viciada!


    Que é isso my good!!! kkkkk Até fiquei tonta com tanta informação e tanto livro!!!! Rssss

    Haja amor pelos NA!!!

    Olha so!!!Dos seu comendados eu li alguns e, outros ainda estão na minha lista de leitura de 2014. Entretanto, confesso: acho que cansei!!! Agora vou ler só os top dos top mesmo! Tipo Easy e Metrica....acho que meu lance é mais adulto do tipo Nora Roberts e o Roake (ok, ok, não vamos brigar kkk)!

    Mas pra quem ama, o seu post virou tipo uma BULA. MUITO 10! PARABENS! AMEI!


    Bjo fofa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Flá.... Tícia tb é cultura. rsrs
      E olha que nem coloquei todos aqui, tive que tirar um monte.
      Tô nessa fase de NA e tô carregando um monte comigo.

      Ah, é. Pra quem não é lá muito chegada no estilo, cansa mesmo. Isso, leia só os top, assim vc não fica de saco cheio.

      Eu fiz esse post pra ajudar mesmo, tomara que as dicas sejam boas.

      bjoooooooo

      Excluir
  6. Oi Tícia!
    Menina, da sua lista eu li mesmo é Abbi Glines. Eu lembro que comecei o primeiro livro com o nariz torto, sabe? Pensando o que tanto tinha no livro. Até que cheguei no final... e não parei mais de ler!
    Eu li um livro por dia da autora, e só parei a leitura porque começou a minha semana de provas ahahah
    Gostei das classificações que usou! E realmente, tem alguns que nem chocolate ajuda aceitar ahaha
    Bjks!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Noosa, Carla.
      Amo Abbi! Vc leu todas as séries dela? Além das que eu coloquei ali em cima (3 séries), tem uma sobrenatural tb. Essa ainda vou ler.

      Mas experimenta alguns outros NA, tem muita coisa boa, assim como tem coisa ruim. ; )

      bjoooooo

      Excluir
  7. Ticia, amei suas avaliações...rindo muito dos que vc não gostou...li alguns deles e queria te agradecer por colocar tantos outros...vou já a procura...bjusss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Nereide, vamos rir se não a gente desanda a chorar... kkkkk
      ôxi! Que bom que ajudei, a intenção era ajudar quem gosta do estilo.
      alguns deles já foram ou serão publicados aqui no Brasil, tá?
      bjooooooo

      Excluir
  8. Oi Ticia adorei sua explanações, mas new adult é algo realmente viciante né?
    E pior e que tenho outro subgênero preferido, e ai como escolher qual devo ler? E uma duvida muito cruel, E agora que minhas aulas começaram vai ser bem mais complicado ler um gênero sem ser o jurídico imagine dois.
    Gosto é uma coisa bem complicada pq adorei Real, ele consegui cumprir todas as expectativas que Belo desastre não cumprir pelo menos nas minhas expectativas, e adorei Charade, e realmente Leo e um livro fofo demais, tem vários livros na sua lista que estou louca para ler, e uma duvida que ainda me persegue pq ainda não li Easy =P, só Deus sabe, e como vou consegui ler todos os livros que quero....
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Pat, tô num vício com NA que Deus me livre. Mas quando eu enjoar, fico trocentos anos sem pegar em nenhum. kkkk

      Eu comecei a trabalhar essa semana e não terei tanto tempo pra ler, sei bem como é isso.
      Gosto é assim mesmo, tem jeito não. Não gostei muito de real e Belo desastre, enquanto Desastre iminente eu adorei. vai entender, né?
      Leo é meu xodozinho... aliás, tô relendo pela terceiro vez.
      Tb acho que deve ter remédio pra isso.
      Poxa, não leu Easy? Mas é tãããão bom!!! rsrs

      bjoooooooo

      Excluir
  9. Bem interessante sua postagem, Tícia!
    Gosto imensamente de pessoas sinceras e ponto final!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fabi!
      Aaaaaaaahhh é... sinceridade sempre. Se não gosto, esculacho até a alma. Se gosto, fala bem horrores. kkkk

      bjoooooo

      Excluir
  10. Gosto muito de leituras desse gênero mas o que vejo atualmente é muitos livros sem " história" e com muito sexooo. Não vou ser hipócrita e dizer que não gosto de uma sacanagem (kkkk) mais também sem uma história boa não dá.
    E quer saber? tem vezes que eu prefiro um romance de banca, nem precisa ser tão hot, do que alguns livros de livraria. #prontofalei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nat.
      Tô contigo e não abro. Realmente, histórias com sexo em demasia tb me cansam. Mas alguns conseguem salvar. Desses que citei, tem o Falling Into Us que tem muitas cenas assim, mas a história é realmente bonita. Sendo assim, eu relevo.
      Mas entendo vc completamente.

      bjooooooo

      Excluir
  11. Você mencionou meu email!!! Que emoção!
    Adoro suas críticas Tícia. Você fala de maneira engraçada algo realmente sério. Sou sua fã! E apesar de não concordar com você muitos casos (sou louca com tudo de Belo Desastre e consequentemente apaixonada pelo mocinho Travis). Li quase tudo que você escreveu por aqui, não foi atoa que li EASY por sua causa (confesso que esperava mais desse livro tbm). Mas ainda que nós duas discordamos de vários livros levo muito a sério seu comentário e sempre procuro suas opiniões aqui! Tenho um blog de livros tbm :http://dasgarotasu.blogspot.com.br. Estamos até nos aventurando em escrever um livro que está sendo publicado capítulo por capítulo nesse blog e no http://fanfiction.com.br/historia/461068/Sinal/. Se tiver tempo um dia (dada a sua lista imensa de espera) dá uma conferida! Seria muito importante para mim. A propósito fui eu quem sugeri tbm que você lesse um livro de uma autora brasileira de SP, Lílian Galdo. Ela está bombando nos sites com o livro Rock & Pie. E ela merece todos os créditos por isso. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ludmila,
      então, vc é a moça do e-mail?
      Eu ia citar seu sobrenome tb, mas depois pensei "vai que ela me esculacha por exposição imprópria?" kkkkkkk

      ôxi! É muito legal sua opinião divergir da minha, isso faz a gente aumentar nosso senso crítico. Não gostou tanto de Easy? Poxa.. eu adorei. Pense no Lucas e só ele vale o livro inteiro, kkkkkkkk

      Fico muito feliz de saber que vc gosta das postagens e que minha opinião tem alguma relevância. Muito legal de sua parte, me sinto honrada. ; )

      Opa! Tá escrevendo um livro? Vou ler, uai. A fila em espera tá desgraçadamente gigantesca, mas vou arrumar um tempo. Agora fica meio difícil pq acabaram minhas férias, porém, assim que der, dou uma lida, pode deixar.

      Sobre essa sua sugestão da autora brasileira, acho que a Leninha esqueceu de me passar, ou se me passou, não tô lembrando. Autor brasileiro tem que ser incentivado sempre.
      É um livro escrito em blog tb? me dá as informações que eu dou uma olhada, pode ser?
      E fique à vontade de dar ideias pq, na medida do possível, eu saio fazendo tudo o que vcs sugerem. ; )

      bjooooooo

      Excluir
    2. Quem se sente honrada sou eu Tícia! E adoraria que você lesse meu livro...
      Sobre a autora brasileira, Lílian Galdo, eu conseguir o livro dela através do fuxico literário, um grupo no Face sobre livros em pdf. Bem, nesse grupo tem vários livros disponíveis. Rock & Pie é o primeiro de uma série de 3 livros. É muito bom, sério mesmo! Tenta entrar em contato com ela. Menciona que eu indiquei esse livro. Estamos conversando virtualmente há alguns meses. Vale a pena. Realmente dou a maior força para ela divulgar. E nem mesmo a conheço pessoalmente. Olha a página do livro no Face: https://www.facebook.com/rockandpie
      Um beijo para você!
      A propósito acabei de fazer uma resenha do Easy no meu blog, depois dá uma conferida (pode até me xingar!) dasgarotasu.blogspot.com.br

      Bjo!!!

      Excluir
    3. Falou, Ludmila.
      Vou procurar informações sobre o livro. Deixa só eu arrumar um tempo e fazer a fila enooooorme de livros diminuir um cadim. rsrsrsrs
      Ôxi! Vou lá ler a resenha, uai. Mas não vou te xingar não... só esculachar de leve... kkkkkkkkkkkkkk
      bjooooooooooo

      Excluir
  12. Oiii Tícia sua linda!

    Pois é essas suas resenhas me animam o dia rsrsrs

    Mas vou te confessar esse estilo de leitura não me conquistou de jeito nenhum, já li vários mas não consegui me apaixonar por nenhum deles esses .

    bjussss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabíola, sua Lôra!
      Vamos rir, se não eu choro pq minhas férias acabaram.
      Que desgraça.

      Pois é, eu já sei que NA não caiu nas suas graças, mas vc não gostou de nenhunzinho???? nem de meio?
      Tudo bem, eu sei que o seu negócio é aquele ruivo lá que eu esqueci o nome. kkkkkkkkk

      bjoooooo

      Excluir
  13. A questão de gosto é algo bem pessoal, há alguns livros que você não gosta e eu gosto, mas creio que isso é bom, essa diversidade faz parte do que somos.
    Fiquei feliz de você ter gostado de Anna e o Beijo Francês. Como disse, você não gostou de uns que gosto, mas nesse caso estamos de acordo. Estou lendo o livro e amando, acredito que não vai ter muita mudança. E olha que não gosto muito de livros quando o cenário é Paris. Essa coisa de Paris a cidade maravilhosa e tal... não é para todos. E para mim não funciona. Mas, nesse livro a abordagem cultural foi de forma sutil e bem elaborada, estou gostando muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Oliveira.
      Com certeza, gosto é gosto e não se fala mais nisso. rs
      O que é ótimo pq seria sem graça se todo mundo gostasse das mesmas coisas. Onde estaria a individualidade, né?

      Eu ameeei Anna e o Beijo Francês. É um dos meus TOP, com certeza. Super levinho e com personagens ótimos. Fico feliz que vc esteja gostando tb. Só o segundo, O da Lola é que não gostei taaanto quanto, mas é fofo tb.

      bjooooooooooooo

      Excluir
  14. Sou LOOOUCA por New Adults, já li vários de suas listas. Só não li nenhum da lista dos que você não gostou kkkkk\o/ E vários também estão na minha lista de quero ler! aah, amo new adults hahaha <3
    Beijos

    Karen Costa
    http://viajandonaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, eu queria ler os da abby. Eu sempre conseguia pelo grupo fuxico literário no face mas agora não os encontro... Sabe o que aconteceu? Ou aonde posso os conseguir porque depois desse seu post eu estou sedenta por Abby!!!!

    ResponderExcluir
  16. É a primeira vez que vejo o seu site e já me identifiquei com os seus gostos, as minhas autoras preferidas são as mesmas também e depois do nome científico da lagartixa eu ri muito. abraços

    ResponderExcluir
  17. Ticia, eu amo a serie Addicted To You de Lucy Covington. É New Adult (acho eu) tem confusão, romance, ação, drama e etc. Quanto mais tu os lê mais tu quer lê-los. Recomendo muito essa leitura. E se tu ler, quero ver teu cometário. Achei ótimas tuas criticas. Eu estava na dúvida se lia ou não alguns livros e depois de ler teus comentários/opinião me decidi :) Vlw

    ResponderExcluir
  18. Ticia, eu amo a serie Addicted To You de Lucy Covington. É New Adult (acho eu) tem confusão, romance, ação, drama e etc. Quanto mais tu os lê mais tu quer lê-los. Recomendo muito essa leitura. E se tu ler, quero ver teu cometário. Achei ótimas tuas criticas. Eu estava na dúvida se lia ou não alguns livros e depois de ler teus comentários/opinião me decidi :) Vlw

    ResponderExcluir
  19. Ameeeeeeeeeeeeei só faltou o Intenso Demais ;)

    ResponderExcluir
  20. E eu me achando grande coisa por que adoro ler. Mas você ganha de mim disparado. Ah! E ainda bem que os livros que escrevo não são lidos por você. Tenho até medo de ler uma resenha tua sobre algum livro que eu tenha escrito. Por sorte, não sofro de nenhum tipo de estrelismo e obviamente, crítica é crítica, né? Mas, voltando ao tema, fico muito contente por saber que há pessoas que se dedicam mesmo aos livros. Talvez vc não entenda o porque de eu dizer isso. É que vivo rodeada de pessoas que acham a leitura um saco. Ninguém lê nem mesmo uma revista. E, se enviam para elas um email um pouquinho grande, ficam com preguiça de ler. Eu, que mal aprendi a ler fui lendo tudo o que me caía nas mãos, sintome num deserto com as pessoas que me cercam, como se eu necessitasse de um copo com água e ninguém para me ester um.

    ResponderExcluir
  21. Sempre amei romances históricos apesar de ler outros estilos porém resolvi me aventurar nos New Adult e não tive arrependimento. Existem milhares de opções com grandes autoras como Kristen Proby, Kristen Ashley, Katie Ashley, Penelope Douglas e muitas outras. São livros especiais mas às vezes embarramos em uns bastante ruins. No entanto vale a pena arriscar.

    ResponderExcluir
  22. Como somos tds apaixonados por NEW ADULT, resolvemos criar um grupo no WhatsApp, quem quiser entrar, chame no pv: 03193289217 Isabella

    ResponderExcluir
  23. Oi Tica adoro tudo que vc publica! Suas publicações sempre me ajudam antes de entra de cabeça em um novo livro! Só queria te dar uma dica, se vc ainda não leu o livro perfect game, não leia! Sério foi o pior livro que já li, briguei comigo mesma varias vezes no meio da leitura tentando me convencer a terminar o livro! Quando finalmente terminei senti vontade de esfregar minha cara no asfalto por ter perdido o meu tempo! Bjs

    ResponderExcluir
  24. Esse foi o melhor blog que eu já li! Aqui tem os livros das autoras que eu mais amo nessa vida kk Abbi Glines é a minha predileta *-* já li todos os livros dela.. Adorei suas dicas de livros e pode apostar que eu vou ler todas essas sugestões que você colocou aí.. Exceto aqueles que tu disse que não vale a pena ler kk obrigada por adiantar meu lado kkk adorei seu blog

    ResponderExcluir
  25. ola sigo sempre seu blog :)
    gostaria de saber se vc ja leu O Inferno de Gabriel, O julgamento de Gabriel e a Redenção de Gabriel,uma triologia escrita por Sylvain Reynard. gostaria de saber sua opiniao sobre esses livros...e por esses dias descobrii os new adults,mas tbm amo romances em geral gostaria de algo diferente mas apaixonante oq me sugere? bjinhos eparabens pelo blog! ha se estiver sua sugestao em PDF manda pra mim por favor ... : keziafreitasrocha@gmail.com

    ResponderExcluir
  26. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  27. Já leu De repente, é ele (da Susan Fox)? É o meu preferido da série Irmãs Fallon. Acho que você iria gostar

    ResponderExcluir
  28. Esse e um genero que ainda nao me apaixonei,li alguns e sinceramente a maioria sao umas verdadeiras bombas de chatice literaria,so pegacao e declaracoes de amor eterno ridiculas,com cenas infantis dialogos toscos.Dessa lista eu li Forever Black e concordo com voce e um livro na categoria agradavel,uma das coisas que eu acho chato e a mania de continuacao,as autoras tiram leite de pedra,na maioria das vezes a historia se esgota no primeiro volume,os outros nao passam de caca- niqueis e perda de tempo do leitor.O meu predileto ate agora (Beautil Lies)-Linda Chance.O pior Entre o Agora e o nunca oh livro chato!!!!

    ResponderExcluir
  29. Também sou apaixonada pelos romances da abbi glines, são os melhoressss

    ResponderExcluir
  30. Também sou apaixonada pelos romances da abbi glines, são os melhoressss

    ResponderExcluir
  31. Oie,adorei o post...sou apaixonada por Tammara Webber.hehehe,Lucas seu lindo!

    ResponderExcluir
  32. Discordei de alguns, mas amei a sinceridade!!hahahhahahah
    Adoro a Abbi Glines!

    ResponderExcluir
  33. Haha amei a maneira que você resenhamd identifiquei e estava a procura de uns new adulta para ler e resenhar no meu recém nascido blog. Vou seguir algumas dicas suas.
    borroesdamary.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. OIEE
    VC TEM O PDF EM PORTUGUÊS DE “THE COINCIDENCE OF CALLIE AND KAYDEN” – JESSICA SORENSEN?? NÃO ENCONTRO EM LUGAR NENHUM, ESTOU VENDO NA SUA LISTA.

    ResponderExcluir
  35. oi queria participar no grupo no zap
    pode ser?
    meu números 31 9 97166175
    bjs

    ResponderExcluir
  36. oi queria participar no grupo no zap
    pode ser?
    meu números 31 9 97166175
    bjs

    ResponderExcluir
  37. Olá Ticia, adorei os livros que você indicou, já vi que vários são bons e já vou começar a ler. Então obrigada, você me salvou de ficar no tédio sem ter nenhum livro pra ler!! Queria te fazer uma pergunta... Não consegui entender o titulo do livro que está do lado de Heart on a Chain. Será que você poderia me disser? Amo new adult e tenho que ler a resenha desse livro. Obrigada. :)

    ResponderExcluir
  38. Gosto muito do livro Entre o agora e o nunca, mas particularmente sou apaixonada pelos livros dá Abbi Glines.
    Gostaria de participar do grupo no whats: 81 99420-7263
    Dêem uma olhadinha, agradeceria muito
    https://entreoagora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  39. Oi Ticia, você ha leu a trilogia The Royals? Queria muito indicações de livros parecidos com esse, minha nova obsessão ahha;
    Se ja gostaria de saber a sua opniao sobre a trilogia e possíveis indicações.

    ResponderExcluir
  40. Meu Deus! Amei o jeito que você comenta as obras! Rstsrs Obrigada pelo post, comentários e indicações!

    ResponderExcluir
  41. Oi Ticia amei os livros que você postou, seu trabalho é ótimo !!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por email.
Obrigada!

Editoras Parceiras

Postagens Recentes

Visualizações

Últimos Comentários

Lançamentos